10 MOTIVOS PARA FAZEM O CABELO CAIR

10 MOTIVOS PARA FAZEM O CABELO CAIR
Avalie esse artigo

 

Um cabelo saudável perde em média de 60 a 100 fios de cabelo por dia.

Porém, existem pessoas que perdem um volume muito superior diariamente e também acabam perdendo aqueles fios com a ponta branca (que ao contrário do entendimento popular não se trata da raiz do cabelo mas sim do ponto de fixação do fio no folículo). Essas anormalidades são decorrentes de diversos fatores externos e internos.

Procuramos diversos dermatologistas para descobrir quais são esses fatores. Tenha em mente que caso a queda seja severa você deve procurar um médico para que ele prescreva o tratamento adequado.

ALIMENTAÇÃO POBRE EM NUTRIENTES E VITAMINAS

A queda de cabelo pode ser decorrente diretamente daquilo que você consome ou deixa de consumir. Um dos principais nutrientes que ajudam na força e no aspecto do cabelo é o ferro, encontrado na ferritina.

 

 

  • A ausência de ferro, vitamina c e vitamina B favorece diretamente a queda dos cabelos, pois os fios não têm os nutrientes necessários para o crescimento saudável.

 

 

  • Assim, é necessário manter uma alimentação saudável, rica em ferro e vitamina C, a fim de que seja possível fornecer  os nutrientes necessários.

 

 

·         FATORES GENÉTICOS

 

  • Outra razão que pode contribuir para a queda do cabelo são os fatores genéticos.

 

  • A calvície é transmitida hereditariamente e consiste no aumento da produção de um hormônio que impede o crescimento adequado dos fios.

 

  • Neste caso, existem tratamentos específicos que podem ajudar a retardar ou a diminuir os efeitos deste fator.

 

·         ESTRESSE E ANSIEDADE

 

  • Os fatores emocionais, como o estresse e a ansiedade, podem influenciar diretamente vários aspectos de sua saúde, inclusive no tocante a queda do cabelo.

 

  • Isto porque o corpo passa a gastar mais energia do que o normal por conta do estado de estresse, uma vez que aumentam os níveis de cortisona e adrenalina.

 

  • Assim, é necessário controlar os níveis de estresse e de ansiedade, em caso mais severos deve ser buscado a ajuda de psicólogos para tratar estes fatores.

 

·         PROCESSO DE ENVELHECIMENTO

 

  • Com o envelhecimento dos homens (andropausa) e nas mulheres (menopausa) há uma diminuição da taxa hormonal.

 

  • Este fato pode contribuir para a queda do cabelo, já que impede o completo desenvolvimento dos fios.

 

  • Neste caso, para resolver o problema de queda, pode ser necessário a reposição hormonal de acordo com a prescrição médica.

 

·         ANEMIA

 

  • Uma vez que a anemia é uma doença que causa a diminuição do ferro no organismo, o que contribui para o aumento da queda de cabelo.

 

  • Já que o ferro é o principal nutriente para que os fios cresçam de forma saudável.

 

  • O controle da anemia por meio de uma dieta balanceada, faz com que os seus fios voltem a crescer normalmente de forma saudável.

 

·         USO DE PRODUTOS QUÍMICOS OU PENTEADOS

 

  • Um dos maiores responsáveis pela queda de cabelo são os produtos químicos que passamos no cabelo, como coloração, descoloração, alisamento, definitiva.

 

  • Estes produtos causam o esgotamento para os fios, contribuindo para a queda.

 

  • Além disso, o uso excessivo de secador de cabelo (calor) e penteados muito apertados (força) também trazem grandes prejuízos para o seu cabelo. Uma vez que causam agressão externa ao cabelo contribuindo para a queda.

 

  • A recomendação nos dois casos é deixar o cabelo descansar e também realizar procedimentos de reconstrução e hidratação dos fios.

 

·         USO DE MEDICAMENTOS

 

  • O uso de alguns medicamentos pode contribuir para a queda do cabelo, principalmente os antidepressivos, medicamentos contra o câncer e medicamentos que tem em sua composição varfarina, heparina, proplitiouracila, carbimazol, vitamina A isotretinoína, acitretina, lítio, betabloequeadores, colchicina, anfetaminas.

 

  • Se a queda de cabelo é decorrente do uso de medicamentos, o paciente deve conversar com seu médico a possibilidade de mudar de medicamento ou então diminuir a dose.

 

·         INFECÇÃO POR FUNGOS

 

  • Outro fator que contribui muito para a queda de cabelo é em decorrência da infecção por fungos.

 

  • Estes fungos já existem naturalmente no nosso organismo, porém em decorrência da baixa imunidade eles se proliferam.

 

  • Assim, estes fungos causam a irritação do couro cabelo com coceiras, pequenas feridas e caspa, impedindo o crescimento normal do cabelo.

 

  • Para solucionar o problema é necessário o uso de shampoo ou pomadas especificas para eliminar este problema. Em casos mais graves, pode ser necessário inclusive o tratamento por remédios via oral.

·         PÓS-PARTO

 

  • A mulher quando está gravida tem altas doses de concentração do estrogênio.

 

  • Este hormônio faz com que o cabelo fique mais bonito e mais cheio. Porém, também impede que ocorra a queda normal do cabelo de acordo com seu ciclo capilar.

 

  • Além disso, ocorre uma mudança hormonal que pode afetar o recebimento regular dos nutrientes necessários para o seu crescimento.

 

  • Por conta disso, com a diminuição dos hormônios no pós-parto, os fios do cabelo voltam a cair normalmente. Tal processo pode demorar até 6 meses para terminar.

 

·         ALGUMAS DOENÇAS

 

  • Por fim, algumas doenças podem contribuir para que exista a queda de cabelo.

 

  • Entre as que podem citar como exemplo esta a lúpus, hipotireoidismo, hipertireoidismo ou alopecia areata.

 

  • Tanto a lúpus como a alopecia areata são doenças autoimunes de causas desconhecidas e que apenas podem ter seus efeitos controlados pelo uso de medicamos, porém não há cura definitiva ainda para o problema.

 

  • Já no caso do hipotireoidismo e hipertireoidismo o que ocorre é uma diminuição da produção de hormônios e nutrientes para o corpo, impedindo que exista a regular formação do cabelo.

 

·         PROCURE UM ESPECIALISTA.

 

  • Para descobrir o porquê da sua queda excessiva de cabelo é necessário a consulta a um dermatologista, que ira identificar a causa e realizar a orientação do tratamento a ser realizado.

 

  • Atualmente, além de remédios, suplementos nutricionais, shampoos específicos, ainda é possível a realização de técnicas estéticas como carboxiterapia e o laser e também técnicas cirúrgicas como implante ou transplante capilar a fim de solucionar o problema.

 

  • Além disso, recomenda-se a procura de um nutricionista, a fim de que ele prescreva uma dieta balanceada, rica em nutrientes e vitaminas, principalmente de ferro, vitamina C e as vitaminas do complexo B.
  • Isto garante que os fios recebam os nutrientes necessários para a sua formação.

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: