5 pensamentos que destroem qualquer relacionamento

5 pensamentos que destroem qualquer relacionamento
Avalie esse artigo

 

Sempre devemos evitar fazer e pensar em coisas que afetam o relacionamento, independente do que seja se causar conflitos deve ser retirado do cotidiano para que tudo se mantenha em seu devido lugar.

O que para você pode ser algo nocivo aos olhos de seu companheiro pode ser o suficiente para um problema mais sério, por isso e necessário avaliar até mesmo os pensamentos antes de usá-los sem pensar e iniciar problemas que não tenham mais soluções.

Pensar que está sendo traição" rel="nofollow" target="_self" >traída

Sem nenhum motivo você pode imaginar que seu companheiro te traia e se você colocar isso na cabeça vai procurar vestígios em seu relacionamento o que pode ser totalmente catastrófico e causar brigas sem motivos, a imaginação pode fazer com que você veja coisas onde não existem e começar a fantasiar até mesmo atitudes que seu companheiro não toma.

Esse pensamento de traição pode se tornar algo obsessivo onde você procure incansavelmente comprovar que existe uma relação extraconjugal pode tomar atitudes erradas e começar a vigiar o companheiro causando desconforto e gerando mais desconfianças.

Jamais considere uma mudança de atitude para um problema como esses, e natural que a mulher imagine que o parceiro esteja traindo se ele não procurar ter relações sexuais sempre virão àquelas ideias como “se não me procura e porque já está satisfeito” ou quando o parceiro está mais quieto do que o normal “se está quieto é porque aprontou alguma”.

Você pode estar enganada com estes pensamentos e eles podem destruir seu relacionamento à medida que você começar a demonstrar ao parceiro o que está acontecendo, a mudança de atitude de uma pessoa pode se dar por vários motivos inclusive problemas no ambiente de trabalho.

Ver também: O QUE QUALQUER CASAL DEVE TER EM MENTE DURANTE UMA BRIGA

Rotular ou idealizar companheiro

Rotular o seu parceiro de forma negativa pode ser um problema para que a relação se      mantenha equilibrada e saudável, não adianta ter um relacionamento com alguém e ficar sempre imaginando coisas a seu respeito como “ele quer ser o dono do relacionamento” “ele é muito chato” “ele é preguiçoso ou imaturo” quando não e possível encontrar qualidades no parceiro e preciso avaliar se não existe uma falha de comunicação entre vocês.

Ficar sempre julgando o outro mesmo que seja em subconsciente pode ser uma ação que te faça perder cada vez mais a admiração que um dia você sentiu por ele, então e ai que o dialogo entra para que expresse o que ocorre e busque soluções para mudar seu jeito de pensar a respeito do outro.

Sabemos que ninguém é perfeito e este um ponto que deve ser focado no relacionamento para evitar futuras decepções, não se pode ficar imaginando que o parceiro sempre terá as melhores escolhas e atitudes, pois se um dia ele fizer algo que não te agrada, pode gerar um conflito sobre o que você jamais imaginou acontecer.

E necessário entender que todos nós estamos sujeitos a falhas e escolhas desfavoráveis para a felicidade mútua, por isso é preciso ter sempre os pés no chão e esperar por escolhas adversas das que te farão feliz.

 Ele e sempre o dono da razão

Ficar imaginando que seu companheiro quer se mostrar superior a você ou o dono da razão pode ser algo desgastante não adianta ficar se diminuindo se ele não faz isso esses pensamentos envenenam o relacionamento aos poucos e causam indisposições entre  o casal fazendo com que mesmo que ele de um conselho para o bem você fique com raiva e imagine que ele queira te pisar, muitas vezes pode não perceber o quanto o outro está tentando ajudá-la e focar em uma implicância causando brigas e desentendimentos sem motivo.

Desconfiança

Achar que quando o parceiro faz algo de bom a você é porque quer algo em troca, a falta de confiança atrai muitos outros sentimentos que levam o relacionamento ao fracasso,  achar que quando ele te elogia e porque quer tripudiar sobre você ou esta fazendo algum tipo de brincadeira.

Desconfiar que as ações do parceiro tem um sentido ambíguo e extremamente destrutivo, a confiança é um dos pilares do relacionamento e se não existe não motivo para manter um relacionamento.

Suposições

Estar sempre supondo o que o companheiro faz ou deixa de fazer é algo que traz muitos conflitos, ficar sempre imaginando que ele não é o que aparenta ser ou que ele mentiu em um dado momento só demonstra que você e totalmente incompatível ao seu parceiro, não dá pra ficar sempre arrumando motivos pra tentar controlar os passos ou as decisões do outro e preciso entender que mesmo sendo um casal vocês tem vida própria e parar de viver a vida do outro.

Motivos  que envenenam e destroem relacionamentos e o que não falta, não adianta  viver atraindo coisas negativas para sua relação pois elas podem realmente acontecer. A base de um relacionamento saudável é a confiança então ficar supondo ou imaginando o que o parceiro está fazendo é algo que pode deixar grandes vestígios de desequilíbrio emocional, tenha sempre a certeza de que se algo realmente acontecer em dado momento você vai descobrir.

Não se pode viver exclusivamente em função do outro ou do que ele faz, lembre-se que um relacionamento para ser feliz é baseado em estrutura e responsabilidade, conexão mútua e tudo que existe para melhorara a relação todos os dias, motivos pequenos não podem fazer com que você transforme toda uma construção e convivência em algo insuportável de continuar.

Observe as pequenas atitudes e valorize cada detalhe, mude sua forma de apreciar seu parceiro e entenda que uma palavra que ele não coloca de maneira correta não é o motivo para destruir o amor, a admiração e todos os conceitos de felicidade que construíram junto.

Não leve as reclamações do cotidiano muito a sério, nem transforme um atraso insignificante em prova de traição deve sempre se colocar no lugar do outro e fazer valera da empatia para tentar entendê-lo antes de julgar e criar críticas que podem machucar profundamente e causar maiores conflitos.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: