7 coisas que só quem ama comete

7 coisas que só quem ama comete
Avalie esse artigo

Por mais que as relações de hoje sejam muito diferenciadas umas das outras, existem alguns pontos que fazem toda diferença. Você se lembra de algum momento em que você conquistou o amor da sua vida? E ele fez de tudo para que desse certo?

É claro que o tempo faz amadurecer um relacionamento, mas não precisa deixá-lo tão sem sal. Todas as mulheres e homens amam e se derretem com detalhes que as/os fazem se sentir especiais.

Mas não adianta muito se sentir importante e essencial na vida do outro, somente. É necessário, além disso, manter o foco em coisas negativas para que esse amor que você sente vindo do outro, não se torne um problema.

Ver também: 6  problemas comuns que todo casamento enfrenta.

Na grande maioria das vezes, quando estamos acostumados a nos sentir sempre amados e de repente a pessoa que lhe doava seu amor, não faz mais isso, não age mais dessa maneira, ficamos frustrados e isso pode vir a resultar em muitas coisas negativas e uma delas, as brigas rotineiras (o que acaba em tempos o amor que antes era tão recorrente).

Por isso, fizemos uma lista com coisas que você deve sempre tentar evitar ou aceitar em si mesmo, na sua vida, para evitar a perda do amor de seu amado(a):

Evite intrigas com seu cônjuge quando estiverem na presença de seus filhos.

Evite brigar na frente de pessoas da família ou amigos. Se quiser conversar sobre algo que gerará brigas, faça-o de forma reclusa.

Admita sua culpa quando for culpada, e se desculpe.

Tente nem sempre crer no que outras pessoas lhe dizem. Se você tem dúvidas sobre seu relacionamento, pergunte diretamente ao seu parceiro ou a si mesma.

Evite levar os conflitos para o lado pessoal, não é bem assim.

Seja positivo e saiba que tudo ficará bem a tempo.

Tente entender a personalidade de seu cônjuge. Se você sabe que algo o deixa nervoso, evite fazê-lo.

Aceite seu cônjuge como ele é, na verdade.

Decida não entrar em uma discussão, antes da briga, e mantenha sua decisão.

Identifique os lados negativos do temperamento de seu cônjuge e os aceite com paciência.

Confira 7 coisas que somente quem realmente ama, faz em seu relacionamento. Dica: vale para os dois!

1. Transforma as diferenças em união

É comum que os casais criem discussões de vez em quando, seja por motivos realmente necessários como uma mudança de casa, carro ou por motivos absolutamente fúteis e sem nexo, como a qual filme eles vão ver a noite.

Seja qual foi o motivo da intriga, procure visualizar os motivos que o parceiro tem e veja se você pode abrir mão desta vez – o mesmo serve para ele.

2. O relacionamento começa a ser prioridade

Por mais que vocês tenham uma vida cheia de afazeres e que os dias tendem a passar muito rápidos devido ao corre-corre diário, o relacionamento não vai se manter de pé sem que vocês dediquem tempo e amor um ao outro.

Nesses momento, a empatia pode ajudar a analisar se o casal está de fato, suprindo as expectativas de se conectarem em termos de necessidade de observação e demonstrações de afeto.

3. Valorizam-se o lado bom

Os pontos negativos precisam ser colocados em pauta, analisados e trabalhados pelos dois, mas o relacionamento será muito mais alegre e aconchegante se vocês valorizarem o lado positivo da vida em conjunto.

Não ignore os problemas defeituosos do seu parceiro, mas deixe claro que você admira as qualidades que ele possui e é a primeira pessoa que tem capacidade de nota-las.

4. Pratica-se mais a compaixão

Ver o universo através dos olhos de outra pessoa, vai ajudar com que você desenvolva a sua compaixão pelo parceiro e pelas outras pessoas que estão à sua volta também.

Quando você se conecta ao seu parceiro e realmente entende os seus desafios e a dificuldade de resolvê-los, fica mais fácil ter um entendimento por que ele apresenta determinado comportamento que te indique isso.

5. Colocar-se no lugar do outro, é um prazer

Existe um ditado popular que diz que sempre devemos “andar um determinado percurso com os sapatos de outra pessoa antes de começar a julgá-la”, ou seja, para compreender suas atitudes e por que ele age dessa forma, é necessário se colocar em seu lugar primeiramente.

Novamente, a empatia é a chave que estava perdida para a compreensão mútua entre o casal, pois só dessa maneira você poderá buscar entender as motivações e os obstáculos que existem e acabam impedindo ele de seguir em frente.

6. A empatia te ajuda a ter paciência

Ao ter a capacidade de se ver no lugar do seu par, fica mais fácil obter um controle do temperamento dele, respirar calmamente e contar até 10 antes de perder a cabeça com o que não interessa.

Afinal, com empatia em sua vida, você terá uma maior capacidade de entender os motivos reais que o parceiro tem para estar agindo de tal forma, a que não te agrada.

7. Sempre se tenta transformar os seus defeitos em qualidades

Ter empatia não significa que os defeitos que seu parceiro possui devem ser deixados para trás. Pelo contrário: tanto você quanto o parceiro, devem tentar dedicar um tempo para organizar e retrabalhar seus próprios defeitos, para um convívio melhor com você e o mundo.

Tente se ver com os olhos do parceiro e também tente identificar os comportamentos que poderiam ser mudados, por ambos.

Uma dica importante: a empatia é necessária para um relacionamento duradouro e feliz, mas de forma alguma você precisa procurar motivos para justificar a forma como ele se comporta agressivamente. Violência contra a mulher é crime e deve ser entregue à polícia.

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: