Aprenda como seguir em frente após um término

Aprenda como seguir em frente após um término
Avalie esse artigo

Será que é realmente possível seguir em frente após o fim de um relacionamento? Sim! Dê uma volta, vá ao shopping fazer compras, e se o problema ainda não se resolver, erga a cabeça e bola pra frente!

Antes de tudo, entenda que as separações são comuns, todo mundo já passou por isso e você não está sozinha nessa situação. A maioria das pessoas que já passaram por isso não demonstram e é por isso que você não as enxerga, mas elas existem.

Se você amava seu namorado e ele te amava e o único caminho que tinham para seguir era a felicidade eterna, mas mesmo assim do nada vocês encontraram um obstáculo e acabaram perdendo o controle do relacionamento, se os momentos bons não compensaram os ruins e o fim se tornou algo inevitável e merecido no momento certo, a única saída é deixar tudo como estar.

Não tente correr atrás, a não ser que seu desejo seja de magoar ainda a mais. Você precisa aprender a deixar as coisas para trás. Respeite a si mesma, afinal, essa é a sua vida, você é quem dita as regras da sua história, você se levanta rapidamente se quiser melhorar. E a partir de agora, saiba exatamente como seguir em frente após um término doloroso.

Ver também: APRENDA A TERMINAR RELACIONAMENTO DO JEITO CERTO

Como seguir em frente?

1 – Apareça!

O primeiro e mais importante de todos os passos. Sabemos exatamente que esse é um momento difícil para se lidar, mas independente disso é essencial que você levante, se vista e apareça! Mantenha sua rotina conforme ela era e como antes, acorde cedo, tome um banho, tome seu café da manhã e siga para o trabalho.

A ideia é essa, não alterar sua rotina, não deixar que as lembranças do que aconteceu invadam seu pensamento. Não deixe de trabalhar, pois você se ocupando mais rápido você conseguirá seguir em frente, depois de terminar um relacionamento. Não se afunde em auto piedade, caso você esteja determinada a melhorar, você conseguirá o mais rápido que puder imaginar.

2 – Socialize

Essa é uma etapa complicada e antes de qualquer coisa, retire seu ex namorado de todas as suas redes sociais, apague os e-mails e mensagens que possam te trazer lembranças, se esforce para manter apenas uma conversa com seus amigos em comum, esse é o mínimo.

Aproveite esse afastamento para fazer amigos de verdade, conheça novas pessoas, vá a shows, boates, dance muito, aproveite para se aproximar ainda mais de suas amigas, dos colegas de trabalho, encontre com pessoas que você gosta e aproveite ao máximo. Socialize com as pessoas de verdade, deixe a internet de lado e viva socialmente.

3 – Saia ao ar livre

Assim como a natureza possui uma capacidade imensa de se curar, ela possui também um poder que contém milagre, esse poder pode simplesmente nos curar. Portanto, passe algum tempo ao ar livre e explore espaços abertos. Caso você não goste da fauna, a flora também conta com diversas opções para te oferecer. Você pode escolher dentre as inúmeras opções, como: caminhada, acampamento e até mesmo jardinagem.

Se estiver intrigada pela fauna como a flora você também pode realizar visitas à reservas naturais, participar de safaris, visitar santuários e até mesmo ser voluntária em um abrigo de animais.

Tudo isso funciona, pois simplesmente faz com que você esqueça de você mesma e de seus problemas emocionais. Estar perto de algo maior que você, caminhando pela imensidão verde, conhecendo a vida selvagem em seu habitat natural, tudo isso pode ser uma verdadeira experiência além da vida, melhorando assim seu processo de cura pós relacionamento.

4 – Ouça novas músicas

Isso pode ser algo um pouco extremo, mas é necessário acreditar. Tire as músicas românticas da sua playlist, mesmo que seja apenas por um curto período. A música possui um impacto em seu subconsciente e assim passamos a associar as músicas aos eventos que temos em nossas vidas.

Desde que você esteve em um relacionamento, sua mente associa as músicas românticas e até mesmo suas músicas favoritas antes do relacionamento ao seu estar apaixonado. Por essa razão, é essencial se livrar dessas músicas, a não ser que você queira entrar em um estado bastante depressivo.

Ao contrário disso, basta lotar sua playlist com novas músicas. Abuse das músicas para acalmar, de um rock para levantar e criar coragem para trabalhar e até mesmo músicas dançantes que te façam sair da rotina. O segredo é não colocar nada de músicas românticas em sua playlist até que você alcance completamente a cura.

5 – Se mexa!

Seguir em frente é algo clichê, é como uma verdadeira charada que contém a resposta escondida dentro dela. Você pode levar horas para tentar descobrir.

Ainda não sabe a resposta? É simples: se mexa, saia de férias, mude de cidade e fuja de todas as memórias. Mude-se da casa que dividia com seu companheiro e encontre um novo lar para dar inicio a novas histórias. Busque novos bairros, novos apartamentos, isso sim é terminar um relacionamento.

Você estará encerrando um capítulo e terá uma nova página para enfim uma nova história.

6 – Arrume um novo hobby

O verdadeiro segredo para seguir em frente ou se curar de um coração partido é ocupar a sua mente. Com isso você estará garantindo que não ficará remoendo velhas memórias e conversas. A maneira mais fácil de se manter ocupada é encontrando um novo hobby, afinal existem milhares de coisas que você pode escolher por aí.

Por exemplo, você pode fazer aulas de dança, pintura, desenho, escrita, colecione selos, fotografias – os hobbies tradicionais; ou faça algo fora do comum, como aprender uma nova arte, como tricotar, costurar ou então faça alguma aventura que aumente a adrenalina em seu corpo, como por exemplo rafting, esportes radicais, paragliding, pular de paraquedas ou qualquer esporte que goste de praticar, como golfe, tênis, etc.

Dessa forma você ficará meio que em paz consigo mesma e com tudo ao seu redor. Além disso, você pode também adotar um animal, ou começar a cuidar de uma planta, sempre coisas que possam te distrair dos momentos de lembranças.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: