Aprenda o movimento certo para aplicar Base, pó e Corretivo

Aprenda o movimento certo para aplicar Base, pó e Corretivo
Avalie esse artigo

Usar produtos excelentes e mesmo assim não conseguir uma pele impecável é mais comum do que parece. O problema pode estar na aplicação, já que mesmo os melhores itens de maquiagem do mundo precisam ser usados da forma correta para fazer efeito. Aprenda a  desvendar passo a passo os mistérios de cosméticos como corretivo, base e pó para todo mundo acertar na hora da make: anote as dicas!

Corretivos devem ir de dentro para fora com pincel e de baixo para cima com os dedos

A forma certa de aplicar o corretivo depende do tipo de produto e do nível de pigmentação da olheira. O pincel arrastado de dentro para fora só deve ser usado com corretivos líquidos e ainda assim apenas para iluminar a área. Quem tem olheiras mais fortes deve usar o pincel com movimentos que depositem o produto na região, ou seja, que pressionem a área levemente – nessa hora não importa muito a direção que ele vai ser passado.

Veja também: Cuidados com a pele oleosa

Mulheres que usam corretivos em bastão ou creme podem recorrer aos dedos para uma melhor aplicação: é minha forma preferida de passar o produto. Deposite o cosmético da parte mais baixa da olheira para cima – assim não vai haver acúmulo perto dos olhos.

Com a ponta dos dedos dê leves batidinhas para que o pigmento fixe bem na região e cubra totalmente a parte escura. Essa finalização vale até mesmo para dar um melhor acabamento à versão líquida depois de ter espalhado com o pincel.

Movimento correto para passar corretivo com pincel

 Para conseguir um acabamento natural na make, a dica principal é não aplicar o corretivo apenas na região logo abaixo dos olhos, como a maioria pensa ser a maneira correta. Concentrar o produto apenas nessa área pode causar um efeito contrário e criar a chamada olheira invertida. Por isso, tenha o cuidado de espalhá-lo, também, entre as maçãs do rosto e o nariz.

Para não errar o movimento, o segredo é recorrer a um truque simples e infalível: aplicar o corretivo criando riscas em forma de triângulo. Com a ajuda de um pincel, comece pela parte das olheiras e crie a forma geométrica seguindo a mesma direção das setas destacadas na imagem; em seguida, preencha o meio do triângulo com o restante do produto, espalhando bem para que a cobertura fique o mais natural possível.

Corretivo deve sempre ser aplicado após a base

Outro detalhe importante para garantir uma cobertura perfeita é aplicar o corretivo na ordem certa: ao contrário do que algumas pessoas fazem, o correto é usá-lo somente depois da base – tanto na parte das olheiras quanto nas demais imperfeições do rosto.

Para fazer o triângulo e cobrir o arroxeado ao redor dos olhos, a dica para não errar é aplicar o produto com um pincel mais gordinho, repetindo os movimentos: já para disfarçar as espinhas e manchinhas com sucesso.

O ideal é depositar o corretivo na área – com a pontinha dos dedos ou com a ajuda de um pincel -, e ir dando leves batidinhas até que ele se misture por completo com a base, ao invés de simplesmente espalhá-lo na pele. Depois, para uma cobertura duradoura e um acabamento mais natural, é só finalizar a maquiagem aplicando um pouco de pó e pronto!

Base e BB cream seguem de dentro para fora ou em movimentos circulares

Com esse tipo de produto o cuidado é não deixar que ele acumule em algumas áreas e acabe manchando a pele. Para o problema não acontecer, o expert ensina que o cosmético deve ser aplicado sempre de dentro para fora do rosto: essa é uma forma de evitar erros.

Se o produto for muito para o rosto e você começar de fora para dentro, quando chegar a área do nariz não vai haver como retirar o excesso.O jogo só vira quando entra em cena o pincel duo fiber: como ele espalha bem a base, a aplicação pode ser feita com movimentos circulares e ai sim não importa por onde começar.

Movimento para base com pincel

Além de escolher a ferramenta mais adequada, o gesto usado para passar o produto também é determinante para o resultado. Você sabe qual é o movimento que deve fazer com o pincel para garantir um acabamento de base impecável?

Movimento de dentro para fora é o mais indicado para conquistar uma pele perfeita

O primeiro passo para uma maquiagem impecável é a base, e só ela consegue dar ao rosto aquele ar aveludado e saudável de uma pele livre de imperfeições. No entanto, aplicar o produto de maneira errada pode arruinar o efeito pretendido e, por isso, existe uma técnica que nunca falha.

Comece por aplicar a sua base no centro do rosto, nas laterais do nariz, e vá espalhando o produto para fora até cobrir toda a face. É aqui que se concentra a maior parte das imperfeições, como olheiras, vermelhidão e manchas, e ao começar a aplicar a base nessa região garante que receba mais produto e como consequência, maior cobertura.

Pincel duo-fiber confere um acabamento mais natural 

Tanto os dedos quanto a esponja são ótimas opções para espalhar a base no rosto, mas para um acabamento profissional, nada como um bom pincel. Existem inúmeros tipos de pincel próprios para base no mercado, mas para um acabamento supernatural, como se não estivesse usando nada, o duo-fiber – aquele que tem dois tipos de cerdas, geralmente umas escuras e outras brancas – é o mais indicado.

Além de começar a aplicar a sua base do centro do rosto para fora, cobrindo bochechas, testa e queixo bem como a região central, uma outra dica é usar movimentos circulares pequenos à medida que vai espalhando o produto, para garantir que este se funde com a sua pele e fica praticamente invisível.

Finalize com um pouco de pó compacto na zona “T”

Para garantir uma pele realmente perfeita, sele o efeito da base com um pouco de pó compacto. O ideal é aplicar o produto apenas nas regiões mais oleosas do rosto, como a zona “T” – testa, laterais do nariz e queixo – para evitar o temido efeito “pancake”.

Escolha um tom bem próximo ao da sua base e aplique o produto com um pincel fofo. Na região abaixo do olhos, para evitar o ar cansado que vai aparecendo ao longo do dia, aplique uma camada bem fina com uma esponja, pressionando levemente em toda a área.

Pó não exige uma trajetória correta de aplicação

Para entender a melhor forma de aplicar o pó, o maquiador orienta que é preciso entender a função do produto: “ele serve como um finalizador e não para cobertura”, comenta.

Dito isso o profissional revela que nessa parte da make não há direção certa de aplicação, apenas algumas adequações a cada tipo de produto: quando o pó é mineral ele pode ser aplicado a partir de qualquer parte do rosto, mas sempre em movimentos circulares com um pincel bem gordo para não acumular.

Já no caso dos pós comuns, a única ressalva está na área dos olhos: por causa do corretivo que vem antes, há uma chance de acumular produto nessa área e destacar mais linhas de expressão e bolsas. Para evitar o problema, o expert ensina a aplicar primeiro no rosto todo e com o que sobrar no pincel fazer um leve movimento de dentro para fora nessa região.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: