Base que trata acne

Base que trata acne
Avalie esse artigo

As espinhas são talvez o problema mais temido das mulheres em relação à pele do rosto. Elas podem surgir por diversos motivos como: gravidez, má limpeza da pele e resquícios de maquiagem, adolescência, pele extremamente oleosa, problemas hormonais e dermatológicos etc.

Há até um tipo de acne chamada acne cosmética, cujo aparecimento é normalmente pelo excesso de cremes faciais, maquiagem e até condicionadores de cabelo que ficam impregnados na pele ou então também com a utilização de produtos de má qualidade. Estes produtos normalmente possuem muitos óleos deixando a pele muito oleosa, e acarretando as acnes.

Graças à indústria cosmética atual, muitos produtos, ao invés de prejudicar a sua pele, podem até ajudá-la, é só você se atentar ao rótulo dos produtos. Se a sua pele é oleosa, por exemplo, prefira produtos livres de óleos (oil-free).

Ver também: Como cuidar das olheiras escuras com maquiagem

Escolha os que são feitos à base de água, e impedirão ou minimizarão o aparecimento de cravos e espinhas. No caso das makes à base de água, elas põem ser um pouco mais caras, talvez precise de um investimento um pouco maior mas nada muito exagerado também, e os benefícios trazidos à sua pele compensam.

O mais comum é que a acne apareça principalmente na zona T (testa, nariz e queixo), que é onde a oleosidade é mais intensa no rosto. O ideal é encontrar uma base com o acabamento mais sequinho e com efeitomatte, sem nenhuma luminosidade, pois assim o brilho da pele será controlado e a oleosidade também.

As bases com estas fórmulas costumam a ter cobertura de média a alta e controlam a produção de oleosidade pela pele de 8 a 12 horas. E como não possui nenhuma luminosidade, não vão evidenciar nenhum defeitinho e relevo no rosto.

Base líquida com micropartículas em pó

Outra dica boa é escolher as bases de consistência líquida e utilizar menos o pó compacto. Por mais que seja um produto muitas vezes indispensável, em excesso ele pode acabar realças as linhas mais finas e a acne.

Existem bases de consistência líquida que possuem micropartículas de pó, que deixam a pele com aquele toque aveludado, tão sonhado pelas mulheres de pele mista e oleosa. Porém, se você não abre mão do pó, procure passa-lo após o corretivo e base somente nas áreas mais oleosas e abaixo dos olhos.

Evite as bases que sejam a base de óleo ou álcool

Principalmente quem está em tratamento para combater a acne deve fugir de produtos à base óleo e álcool. No caso do álcool, ele pode irrita a pele e no caso do óleo, por ser mais denso, entupir os poros.

Prefira produtos que contenham a denominação “oil-free” ou efeito matte, eles não afetarão o tratamento contra a acne, que normalmente é feito com ácidos. Os produtos “não-comedogênicos” também são indicados para estes casos pois evitam o surgimento de cravos e espinhas.

Aplicação da base

Limpeza a hidratação: não é possível maquiar a pele cheia de impurezas, ainda mais quem tem a tendência ao aparecimento de acne. Portanto, lave o rosto com um sabonete específico para peles acneicas que normalmente são em gel. Hidrate o rosto com um creme próprio para peles oleosas e que tenha um acabamento mais sequinho.

Utilize um pincel ou esponja: evite aplicar a base ou qualquer outro produto com os dedos, em peles oleosas o calor das mãos pode agravar ainda mais a oleosidade e transferir impurezas para o rosto. Prefira um pincel duo fibra ou uma esponja de maquiagem própria. Comece a aplicação do nariz para as laterais do rosto, dando mais atenção à zona T.

Reaplicação nas áreas com acne: reaplique o produto nas áreas que tenham acne para amenizar o aspecto avermelhado da região. Neste caso, prefira a esponja e aplique dando leves batidinhas, assim o efeito ficará muito mais natural e não criará um contraste de cor com o resto da make.

Maquiagem para o dia a dia

O ideal é iniciar limpando a pele. Procure sabonetes próprios para o seu tipo de pele ou para ajudar na diminuição da acne, e lave o seu rosto diariamente com ele. Após este processo, aplique um tônico facial para retirar todo o excesso de oleosidade do rosto.

Aplique um filtro solar de acordo com a sua pele, este deve ser aplicado diariamente. Utilize um hidratante de acordo com o seu tipo de pele e um Primer.

O Primer é o primeiro passo da maquiagem após a limpeza, e é tão importante nesta make pois, ajuda a fechar os poros, que estão mais abertos por conta principalmente dos cravos, disfarça a vermelhidão da pele causada pelas espinhas e ainda mantém a maquiagem por mais tempo na pele.

O BB cream também é uma boa pedida, ele é um produto multiuso, pode atuar como base e também hidratante, para um visual mais elaborado e que surgiu de um última hora, aposte nele.

O melhor corretivo para esconder espinhas e cravos é o tipo em bastão. Portanto, invista nele. Após a limpeza, aplique o corretivo nas áreas afetadas e de leves batidinhas com os dedos para uniformizar o produto com a pele. Após o corretivo, aplique uma base, de preferência que seja oil-free e de textura fininha para ficar bem natural. A aplicação da base pode ser feita com esponjas, pincel específico ou até com os dedos. Somente garanta que a aplicação seja bem uniforme e homogênea.

As sobrancelhas também merecem atenção. Retire o excesso de pelos e utilize um lápis específico para as sobrancelhas, de preferência marrom, e preencha as falhas. Cuidado para não marcar demais e ficar artificial.

O rímel ou máscara de cílios podem ser utilizados. Escolha entre o incolor, marrom ou preto, apesar de o marrom e o incolor serem mais adequados para este tipo de look do dia a dia.

O lápis de olho, normalmente marrom ou preto, também estão liberados. Aplique bem rente aos cílios superiores e inferiores. Uma boa dica também é aplicar um lápis de olho branco ou bege abaixo da linha d’água para aumentar e iluminar os olhos.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: