BELEZA PÓS MATERNIDADE:

BELEZA PÓS MATERNIDADE:
Avalie esse artigo

 

A gravidez não é uma tarefa fácil. Há muitas mudanças com o corpo da mamãe durante e depois, e por isso, há a necessidade de cuidados especiais após a chegada do bebê. Temos de estar bem conosco para podermos oferecer ainda mais carinho na recepção da criança, certo? Algumas mulheres conseguem retomar a forma de seus corpos mais facilmente que outras, mas para algumas mamães, essa tarefa é mais difícil do que parece.

Durante o primeiro ano do seu filho, seu organismo ainda vai estar sofrendo a influência dos efeitos da gravidez, principalmente no que se refere à barriga. E não é para menos. O seu útero cresceu para acomodar o feto, passando do tamanho de uma laranja para o de uma melancia ao final dos nove meses.

Ver também: Atenção com os cosméticos infantis

Os músculos abdominais se afastaram e a pele esticou ao máximo para se ajustar ao órgão.

Se nesse período você não praticou exercícios físicos, engordou além do esperado ou não manteve a pele bem hidratada, é bem possível que os reflexos dos danos estejam ainda mais evidentes. Mas não é preciso entrar em desespero.

Seu corpo terá um longo caminho para voltar ao normal e esse não é o momento para exercícios pesados, dietas radicais e, principalmente, cobranças. Afinal, você está se adaptando a uma nova rotina e amamentando, o que limita uma série de intervenções.

Não é hora de fazer nada radical com os seios, por exemplo, que chegam a triplicar de tamanho na gestação. Mas vale usar sutiãs com boa sustentação e hidratar a pele com produtos para a região, desde que indicados para amamentação.

Já com relação às manchas, que aparecem em até 80% das gestantes, é possível lançar mão de alguns tratamentos para acelerar sua regressão.

Provocadas pela elevação de hormônios que agem na formação da melanina, pigmento que dá cor à pele, elas surgem no primeiro trimestre e se acentuam nos últimos meses, especialmente no nariz e nas bochechas. Axilas, abdômen e aréolas mamárias também podem escurecer. Tenha cuidado redobrado com o sol e use FPS acima de 50.

O ato de tornar-se mãe impacta a vida de diferentes formas, tanto físicas quanto emocionais. E mesmo diante de tantas novidades boas, as alterações do pós-parto no corpo são um pesadelo para muitas mães, afetando a autoestima e até impedindo que elas aproveitem as delícias de dar a luz a um bebê.

CUIDADOS PÓS PARTO:

Tratamentos estéticos radicais e cirurgias plásticas não são indicados. Isso porque o organismo feminino leva, no mínimo, dez meses para se recuperar das alterações típicas da gravidez. No entanto, alguns procedimentos mais leves podem entrar em cena.

A Drenagem linfática, por exemplo, é uma massagem que ajuda a expulsar o excesso de líquido do corpo, fazendo com que ele seja expelido pelo sistema urinário, diminuindo o inchaço.

Na Massagem modeladora, o especialista pressiona pontos de acúmulo de gordura, facilitando sua eliminação. A técnica costuma ser associada à drenagem linfática.

A Radiofrequência trata-se de um aparelho que quebra a gordura, sendo eliminada pela urina. O método também estimula a produção de colágeno, que é uma proteína que aumenta a firmeza da pele.

Os Raios infravermelhos é uma tecnologia que ajuda a combater a flacidez, já que promove um aumento na produção e na contração das fibras de sustentação da pele. O tratamento pode ser associado à radiofrequência.

Manter uma alimentação balanceada, sem dietas rigorosas – pois a escassez de alimentos influencia na quantidade e na qualidade do seu leite – é fundamental para auxiliar o seu corpo à voltar ao normal.

Aliás, a melhor forma de emagrecer nessa fase é dar de mamar, pois o aleitamento exclusivo aumenta o gasto energético em aproximadamente 600 calorias diárias. A cinta modeladora pode ser utilizada, mas não é um consenso entre os profissionais da área, já que alguns acreditam que ela ajuda o abdômen a voltar à forma.

O acessório, porém, não pode ser colocado antes da retirada dos pontos, em caso de cesárea, nem estar apertado demais, o que afeta a cicatrização.  Você também pode aplicar cremes indicados para melhorar a firmeza da pele, mas apenas aqueles que são indicados para o pós-parto.

SEIOS:

Nesse momento, pouca coisa pode ser feita, pois as mamas ainda estão bem volumosas e grande parte dos cremes e dos tratamentos estéticos pode comprometer o aleitamento. O Led vermelho estimula a produção de colágeno, melhorando a flacidez.

Use um sutiã bem reforçado para oferecer sustentação aos seios. Dormir com a peça diminui o desconforto provocado pelo excesso de volume e pode ajudar a impedir a queda. Hidrate a pele da região, mas só use cremes específicos para a fase de amamentação. Se necessário, use uma bomba para retirar o excesso de leite e evitar que os seios fiquem cheios por muito tempo.

MANCHAS:

Elas costumam desaparecer espontânea e gradativamente após o parto, mas alguns tratamentos aceleram o processo. Entretanto, durante a amamentação, a maioria das substâncias clareadoras é proibida.

Procedimentos menos agressivos podem ser feitos, mas muitos médicos preferem esperar, pois existe o risco de efeito rebote, ou seja, as manchas podem voltar depois de um tempo, mais intensas. Consulte sempre um dermatologista.

Peeling leve: a indicação depende do tipo de mancha e de pele da paciente, o que faz variar bastante o preço.

Clareadores: há opções que podem ser usadas durante a amamentação. São à base de matérias-primas naturais, como flor de margarida, e ricas em antioxidantes, como o citrolumine, que desaceleram a formação da melanina. O ativo é encontrado em fórmulas manipuladas e o preço varia muito.

CUIDADOS DE DENTRO PARA FORA:

Tratamentos estéticos oferecem ótimos resultados com profissionais bem capacitados e boas ferramentas de trabalho. Porém, antes de procurar cuidados externos, é preciso que a mamãe esteja bem por dentro.

Afinal, a chegada do bebê pode trazer uma série de novas atribuições e requer tempo para adaptação de toda a família. Por isso, reunimos duas dicas preciosas para aliar aos seus cuidados diários de beleza, gerando bem-estar para o corpo e a mente!

Meditação: Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) atestou que a meditação ajuda a reduzir os níveis de ansiedade e estresse nas grávidas. Para as mamães que já passaram pelo parto, os benefícios são semelhantes.

Escolha um local tranquilo, diminua o ritmo de seus pensamentos e inicie suas sessões com uma meta de 10 minutos de meditação. Concentre-se em sua respiração, inspirando e aspirando o ar lentamente e preenchendo os pulmões. Aplicativos como o Headspace e o Medita ajudam na tarefa.

Alimentação saudável: Especialmente para as mamães de primeira viagem, fica difícil não atacar doces e fast-foods nos momentos mais estressantes, como quando o bebê chora continuamente.

Porém, uma mulher que está em período de amamentação precisa manter uma dieta repleta de cereais, grãos, verduras, frutas e alimentos que contenham cálcio, ferro e proteínas. Por isso, enriqueça sua dieta com folhas escuras, lentilhas, tofu, aveia, quinoa, massas integrais e carne branca.

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: