Como Começar uma Boa Convivência com o Parceiro

Como Começar uma Boa Convivência com o Parceiro
Avalie esse artigo

Quando você se apaixona, você quer gastar todo o seu tempo com a outra pessoa, seu parceiro se torna essencial como o oxigênio, você vive cada momento e cada momento dependendo do outro. Com o passar do tempo, seu eu se torna o companheiro da vida, com eles falamos de tudo, de perturbações, ansiedades, medos, celebramos vitórias, compartilhamos momentos felizes e alegres, nosso parceiro se torna quase um amigo, mas cuidado com um amigo cujo amor é amado e amado.

Quando a dependência do outro se torna exaustiva, quando se estabelece do ponto de vista do trabalho e quando se percebe, procede-se à coabitação com o outro. A coabitação resultante de um casamento ou de uma simples escolha envolve testar o  relacionamento do casal , sendo uma experiência nova e não simples. Mas existem algumas regras que podem favorecê-lo, vamos ver como começar uma boa convivência com o seu parceiro.

Ver também: Como celebrar o Dia dos Namorados com um novo parceiro

Não prevalecer sobre o outro é uma regra categórica, as escolhas são sempre tomadas em conjunto, devemos ouvir o outro, expressar seu ponto de vista e compromisso, de modo a agradar a ambos os lados. Não ver: satisfazer o outro, como um desafio perdido para si mesmo, porque satisfazer o parceiro em detrimento do próprio ego pode ser um estratagema útil, para ganhar outra questão.

Não compartilhe o trabalho doméstico com base no sexo, o homem cuida da manutenção, a mulher limpando a casa, o ALARME estamos no século XXI, a limpeza é feita tanto para a manutenção quanto para a manutenção. Desta forma, as tarefas domésticas não são muito estressantes, às vezes são vistas exclusivamente como uma prerrogativa das mulheres, mas este não é o caso, a mulher sempre limpando e cozinha fica cansada, fica estressada, fica irritada, sai. Nós não extinguimos a mulher, vamos ajudá-la e a harmonia da coabitação será salva.

Evitando os ruídos altos, é verdade que o grau de intimidade com o seu parceiro é tão forte que nada poderia estragar, mas a coabitação é outra história, a intimidade é formada com o tempo, então você deve proceder com calma e paciência.

Quanto às brigas, os casais brigam, brigam sempre e só por amor, uma regra importante a lembrar é que, se você argumentar abruptamente, nunca deixe o outro parceiro sozinho em casa durante a noite, é uma regra obrigatória, nunca deixe o outro para a noite em caso de brigas, isso eu acho que é óbvio, óbvio e fácil de adivinhar, deixar o outro e ir dormir como amigos ou voltar para casa de sua família e falta de RESPEITO para o outro. parceiro, que permanecerá doente, ele vai lembrar e sofrer.

Às vezes é preciso: como entender se ele precisa de um descanso

Numa relação sentimental, para entrar em sintonia com o parceiro, não devemos subestimar as exigências do outro. Mas você nem sempre é bom em falar. Dois indivíduos que se amam podem ter personagens semelhantes e se entenderem mesmo sem explicação.

Em outros casos, nos deparamos com pessoas de caráter oposto. Um deles não tem dificuldade em perguntar; enquanto o outro falha em externalizar as emoções. Normalmente, o homem tem medo de parecer vulnerável. A mulher ao lado dele notou mudanças na vida cotidiana. Talvez nosso menino precise de uma pausa, mas não podemos entender o que está acontecendo. Como superar os obstáculos iniciais?

Se o relacionamento durou anos e nesse meio tempo nos tornamos marido e mulher, as responsabilidades não são mais as do passado. Talvez ele se sinta pressionado porque queremos outro bebê. Mas ele não lida com o assunto abertamente porque tem medo de nos magoar. Ele nos ama e vemos que ele gosta de brincar com a nossa filha. Mas sabemos que ele está passando por um momento ruim no trabalho.

Não é um problema a ser subestimado, especialmente se não temos uma renda porque cuidamos do resto. Mas a harmonia familiar é quebrada se o diálogo estiver faltando. Uma das soluções é mostrar a ele que percebemos atitudes diferentes do habitual. Nós usamos as melhores qualidades da nossa personalidade. Se o amamos, tratamos o assunto com delicadeza. Alguns homens só contam os problemas quando sentem que a mulher sabe ouvir. Com bom senso e união tudo é superado. Mantemos a calma se a situação parece mais complicada do que imaginávamos.

Depois de conversar com ele, pode acontecer que nossas certezas falhem. Mesmo que seja uma coabitação iniciada recentemente ou um compromisso não oficial. Vamos dar uma pausa para estar conosco e entender os desejos de todos. Se existe amor há uma explicação para tudo e a solução para todo impedimento. O bloqueio acontece em casais heterossexuais e homossexuais.

Na base, pode haver conflitos não resolvidos consigo mesmo ou com as famílias. Se os parentes são o maior problema, porque eles não aprovam nosso sindicato, vamos mantê-los longe de nossa vida privada. Nós os tratamos com respeito se forem pais ou sogros. Mas nós não damos peso aos seus julgamentos, mesmo que nos machuquem. Mesmo com eles, discutimos abertamente as situações que nos interessam. Mas se não aprovarmos nossas escolhas, vamos esquecer.

Nota: Todos nós, não somente os homens, precisamos sim de algum espaço, precisamos descansar! Talvez, você o ame tanto a ponto de querer estar por perto a todo momento, mas saiba que essa é uma ideia devastadora para sua vida de casal. Os homens são conhecidos por praticar o efeito elástico e quando ele vive no mesmo teto que você, isso se torna mais complicado de acontecer para ele e pode fazer com que ele fique enjoado de estar em sua presença, mas não é por mal.

Se você ama seu parceiro, entenda que ele precisa sempre de algum espaço, seja sozinho ou até mesmo com os seus amigos e saiba que hora ou outra você também irá precisar, então não fique com medo caso algum dia ele chegue e venha te propor que precisa de um descanso. Ele não está cansado de você, literalmente, é apenas uma necessidade que todo ser humano possui.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: