Como conquistar a confiança em um relacionamento?

Como conquistar a confiança em um relacionamento?
Avalie esse artigo

Muitas mulheres dizem: “Bem, eu vou tentar neste relacionamento! Se não der certo, fazer o quê?!”. A prática, muito distante da teoria, é que cada relacionamento transforma, mexe com a gente e às vezes também nos rouba.

Sim! Rouba sua esperança, sua vontade de construir um futuro e sua confiança.Relacionamentos abusivos ou mal resolvidos destroem aos poucos quem você é e tiram pedaços importantes de você.

Não à toa, muitas mulheres terminam casamentos e ficam com o pensamento: “Nunca mais quero me casar!”. Isso aconteceu comigo. Eu sei do que estou falando. Isso acontece muito porque a experiência de ter uma vida a dois foi traumatizante.

Ver também: Como agradar seu parceiro apenas sendo sutil

A confiança é um sentimento. É a ação de quem se sente confiável e confiante, pois acredita no outro e nas ações corretas que ele terá diante das várias situações da vida. O problema é que muita gente não confia.

Ou porque não é uma ação natural da pessoa, pelos muitos traumas que carrega, ou por interpretar errado as ações do companheiro. E quando o caso é de desconfiança, o relacionamento passa de algo divertido a ser um problemão, né? Você fica estado de alerta o tempo todo porque se sente ameaçada, o que faz com que você tome decisões irracionais.

Mas como controlo meu ciúme?

A grande questão aqui é: para se relacionar é preciso confiar! Confiança é a alma do negócio. O pesquisador e psicólogo Thiago de Almeida, do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, chegou à conclusão que quanto mais o parceiro é ciumento, maiores as chances de ser traição" rel="nofollow" target="_self" >traído.

O pesquisador entrevistou 45 casais paulistanos heterossexuais, de diferentes idades e classes sociais, com pelo menos seis meses de relacionamento.

O pior aconteceu. E agora?

O problema não é só superar o erro da traição, mas confiar de novo. E se você já foi traição" rel="nofollow" target="_self" >traída, sabe do que estou falando. Confiar novamente em alguém, depois de se ver totalmente sem chão, é como dar um salto livre num abismo no qual você já se machucou uma vez.

Ainda que seja com outra pessoa.É uma decisão! E como todas as decisões da vida, precisam de responsabilidade. Você tem que lidar com o adeus ou com a nova chance. O que não dá é para continuar num relacionamento ressuscitando a situação nos piores momentos, sempre trazendo o assunto da traição quando brigam, sempre jogando um na cara do outro como ambos falharam.

Conversar, dialogar, refletir e debater. Não se canse de falar sobre como se sente ou do que precisa para sentir-se mais segura. Não falar também é dar brecha para que, lá na frente, esse sentimento de insegurança se torne algo incontrolável.

Essa mulher sente ciúmes? Com certeza! Mas esse sentimento natural passa quando ela se lembra que é comum ter interesse sexual pelo outro (incluindo por desconhecidos).

Porém, o motivo para manter um relacionamento vai além do prazer sexual. Um resumo, se você consegue perceber suas qualidades, busca seus sonhos e a felicidade, não há quem resista a isso.

Mas se transmite insegurança, arma barracos homéricos ou emburra e fica sem falar com o companheiro ao primeiro sinal de ameaça: você precisa mudar! Essa é a hora. É agora ou nunca. Ou você prefere ter mais um relacionamento roubando pedaços seus?

Observação: Estamos aqui falando de um ciúme comum, aquele sentimento interior de perda. Se o ciúme que você sente gera transtornos e alucinações, procure um profissional. Isso é patológico e não deve gerar culpa. Mas é importante tratar!

Dicas para construir confiança em um relacionamento

1.    Desejo de controle

Quando um parceiro quer controlar o outro e ter o domínio, é muito difícil ter um terreno igualitário e estabelecer a confiança no relacionamento. Se você não está contente no relacionamento e constantemente quer mudar seu parceiro e ditar os termos, este não é um ambiente propício para construir a confiança. Seu parceiro vai se retrair e se distanciar de você.

2. Desonestidade

Se você está sempre tentando esconder coisas de seu parceiro, mente por omissão ou apenas diz a ele o que pensa que ele quer ouvir, você não só está sendo desonesta com seu parceiro, mas não está sendo verdadeira consigo mesma.

Lembre-se de que se você está fazendo algo errado sobre o qual não pode falar com seu parceiro, o problema não é esconder, mas sim se você consegue conviver com isso. Seja lá o que fizer, tenha a coragem de suas convicções que nunca há necessidade para desonestidade.

3. Auto centrismo

Quando o foco está nas nossas necessidades e em nós mesmos, tendemos a fazer coisas que não ajudam o relacionamento e provavelmente podem causar uma rusga nele. Se você tiver motivos egoístas, isso erode a confiança que seu parceiro depositou em você e causa a perda da fé. Isso, por outro lado, prejudica o crescimento da relação e a faz estagnar.

Para construir a confiança no relacionamento, temos de superar estas barreiras e nos certificar que elas não funcionam como pedras no caminho. Além disso, é importante trabalhar essas dicas que melhoram e alicerçam a confiança de modo que ela funcione como uma força coesiva na relação.

4. Seja aberta

É vital em um relacionamento ser o mais aberta e honesta possível. Às vezes, os casais mentem um para o outro sob o pretexto de que machucarão o outro. Isso é algo sobre o qual eles precisam pensar quando estão sendo desonestos, e não na hora da revelação.

Se você pensar duas vezes sobre o que está fazendo e como isso machucará seu parceiro, se realmente se importar com ele, você não o fará. Se você está constantemente escondendo coisas e não é sincera, isso deteriora e inibe a confiança no relacionamento.

5. Comunicação

A comunicação está no centro – uma parte integral da construção da sustentação e confiança no relacionamento. A comunicação não envolve uma só pessoa falando – ou uma conversa superficial sobre tendências da moda e fofoca.

Uma comunicação envolve eficazmente ambos os parceiros contribuindo na conversa e ouvindo quando o outro fala. Ela envolve mostrar as cartas e dizer o que se pensa, falando sobre suas emoções e sentimentos mais profundos. Significa ser direto sobre suas necessidades e expectativas.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: