COMO CUIDAR DOS LÁBIOS RESSECADOS OU RACHADOS NO INVERNO

COMO CUIDAR DOS LÁBIOS RESSECADOS OU RACHADOS NO INVERNO
Avalie esse artigo

 

O frio pode ter mal começado, mas várias partes do nosso corpo já estão sentindo – e até demais – as consequências das temperaturas mais baixas. Começando pelos lábios, que é o mais afetado de todos, principalmente pelo ressecamento e as famosas ‘rachaduras’.

Durante o inverno, nossa pele desidrata – isso é um fato. Com a baixa temperatura, os ventos e a umidade, as células responsáveis pela produção de gordura diminuem suas atividades e a pele se torna mais seca.

Com os banhos quentes e pela alta incidência de raios UV (já que a maioria de nós não utiliza filtro solar em dias frios/nublados/chuvosos), a nossa pele sofre muito mais nessa estação, trazendo descamações, realçando as marcas de expressão pela perda de elasticidade da pele e rachaduras, principalmente nos lábios.

Ver também: Como criar esmalte exclusivo com sombra de maquiagem

 

Por muito tempo, não demos a devida importância aos nossos lábios. Era – e ainda é – muito comum encontrar pessoas com os lábios queimados, escamando, rachados ou feridos por causa do inverno.

E isso acontece por que nossos lábios são uma zona de transição entre a nossa pele e a mucosa labial e possuem uma epiderme com uma camada de queratina mais fina que a do rosto, permitindo assim, mostrar a derme vascularizada, responsável por sua cor avermelhada.

Por não possuírem glândulas sebáceas e sudoríparas, possuem uma baixa proteção à perda de água e por isso, durante o inverno, nossos lábios acabam sofrendo as consequências da variação climática mais que as outras partes do corpo, por que ‘roubam’ sua hidratação natural, fazendo-os descamar (soltar pelinhas), rachar e ressecar já que ficam expostos o tempo todo.

COMO EVITAR

Muita gente acredita que ‘passar saliva nos lábios’ ajuda na hidratação, mas não é verdade. Na verdade, esse hábito acaba piorando a situação no inverno e nos dias de baixa temperatura, por que remove a camada natural de proteção dos nossos lábios, promovendo ainda mais a desidratação e provocando o ressecamento e as rachaduras.

A exposição aos raios UV é outra causa das rachaduras labiais. Eles danificam a pele, podendo causar queimaduras e descamação, assim como em outras regiões do corpo. A descamação continua até que todas as células danificadas sejam trocadas pelas novas e, uma vez que a pele dos lábios foi danificada, não importa o motivo, a flexibilidade dos lábios diminui por causa da perda da umidade natural e isso faz com que os lábios rachem.

Hidratar bem os lábios é essencial para evitar esses problemas. Já existem no mercado hidratantes e protetores solar próprios para os lábios. Produtos que contenham ativos como o pantenol (que possui ação regeneradora, cicatrizante e hidratante), ceramidas (hidratante), manteiga de karité (hidratante), vitamina E (ação reparadora) e silicones ( como o dimeticone, que formam uma espécie de barreira protetora na mucosa labial), são ideais para manter a pele dos seus lábios sempre hidratadas e protegidas.

Outras causas para a desidratação dos lábios nessa estação são o ar condicionado, o frio e o vento, que atingem em cheio o rosto. Durante as baixas temperaturas, a obstrução nasal também pode contribuir grandemente para a desidratação dos lábios, já que somos obrigados a respirar predominantemente pela boca.

CUIDADOS DIÁRIOS

Usar protetores labiais, hidratantes ou balms labiais durante todo o dia mantém a umidade da mucosa labial e evitam o ressecamento. É importante que seja feita a reaplicação do produto sempre que você comer ou beber algo, ou escovar os dentes.

Você pode utilizar o protetor/hidratante e passar o batom por cima, mas a maioria dos batons já produzidos – se não todos – já possuem ação hidratante e FPS. Vale ressaltar que quanto mais escuro o batom é, mais metais pesados eles possuem (como o mercúrio) e isso prejudica ainda mais a pele dos lábios.

Evitar os batons efeito matte! Para esse efeito, esses batons precisam ‘secar’ nos lábios, o que, naturalmente, contribui para o ressecamento. Se você gostar muito da cor do seu batom matte, a dica é passar primeiro um lip balm embaixo, e por cima, o batom, pois assim os seus lábios estarão protegidos.

Utilizar hidratação noturna, principalmente com vitaminas B e E, é importante para recuperar a umidade da mucosa, mantendo-a bonita e saudável.

MAS, SE O ESTRAGO JÁ ESTIVER FEITO…

Evite passar a língua nos lábios para ‘umedecer’ com a saliva os lábios ressecados. Mesmo que esse hábito possua uma sensação de alívio, esse efeito é absolutamente fugaz e pode piorar ainda mais o quadro.

Tudo isso por que o Ph da saliva é mais ácido que o da mucosa labial, contribuindo para a perda da hidratação natural. Além disso, algumas enzimas presentes na saliva podem favorecer o aparecimento de inflamações locais.

É muito importante que você não arranque as pontinhas da pele que descama dos lábios. É muito comum que nos peguemos puxando-as com os dentes, mas é um hábito perigoso, já que isso pode provocar feridas que se tornam portas de entradas para lesões e infecções ou doenças, como a herpes.

Beber bastante líquido mantém o corpo hidratado de dentro pra fora, ajudando a mucosa labial a recuperar sua hidratação natural. Durante o tratamento das rachaduras, evite lavar o rosto ou escovar os dentes com água quente, para não agravar o ressecamento.

Tomar bebidas muito quentes durante o inverno também pode ser prejudicial, já que ‘queimar os lábios’ contribui para as rachaduras. E mesmo que o frio prevaleça, nunca se esqueça do protetor solar nos lábios, inclusive.

O QUE VOCÊ PODE USAR:

Lip balm: É um hidratante labial que atua mais prevenindo o ressecamento e, logo na primeira aplicação, já promove uma melhora. Costuma ter em sua fórmula substâncias como manteiga hidratante, colágeno, oxidantes, vitamina E e óleos. Existem opções com cor e incolor.

Gloss: É mais para dar brilho do que para hidratar. Cria um filme protetor nos lábios que impede a evaporação da água, comum no inverno devido à queda da umidade do ar.

Vaselina: É uma substância que também ajuda a hidratar e pode ser usada sozinha ou associada a outros ativos hidratantes. Assim como o gloss, também gera uma película protetora. Pomada Cicatrizante: Só deve ser utilizada quando a pele dos lábios estiver ferida, com fissuras ou rachaduras.

Se os lábios já estiverem muito danificados, as recomendações são outras, já que o correto é utilizar somente o hidratante labial que seja reestruturador. Se surgir alguma infecção decorrente da rachadura, a pessoa precisa consultar um dermatologista para que seja receitada uma pomada cicatrizante adequada e/ou um corticoide tópico, com a forma de uso determinada pelo médico.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: