Como Enfrentar uma Traição

Como Enfrentar uma Traição
Avalie esse artigo

  • Está descobrindo uma traição ao final de um casal?
  • Como enfrentar uma traição?
  • Você pode perdoar?

O sentimento de fracasso que assalta uma pessoa após uma traição não permite a recuperação imediata. Como enfrentar uma traição? Temos que começar do zero, reconstruir tudo. Porque é assim que você se sente quando é enganado: em pedaços. E por mais que tentássemos nos preparar e ouvir os alarmes, o evento de repente nos pega.

Você não sabe como se defender… Depois de uma queda, no entanto, você só tem que se levantar! É uma lei natural. A extensão do dano sofrido dependerá da profundidade do vínculo e de quanto o sentimento afetivo teve a chance de se tornar amor. Quanto mais você estiver investido na outra pessoa, mais se sentirá magoado!

É uma ferida aberta, você se esforça para entender como a pessoa que amava pode te machucar assim. Qual comportamento deve ser assumido em relação ao traidor? O importante é não parar no rancor. O perdão não é de forma alguma um sinal de fraqueza ou fragilidade. Perdoar uma tradição ou não significa justificar, pode servir para salvar um amor ou destruí-lo completamente. A raiva e o ressentimento produzem desconfiança em si mesmos e no mundo. A vingança não paga …

A estrada sobre como enfrentar uma traição é abrir a porta para o diálogo!  É a maneira mais difícil de fugir, mas, sem dúvida, é um sinal de maturidade. Você percebe que pode estar errado e que, em como lidar com uma traição, pode ser mais forte do que qualquer derrapar. Aceitar a ideia de perdão oferece a possibilidade de recuperar um relacionamento prejudicado pela infidelidade. Graças à comparação, graças às palavras que podem esclarecer o que a traição manteve oculta.

Por que você não exclui a possibilidade de salvar uma história? Se, apesar do perdão, o relacionamento não durar, isso significa que a traição não terá sido “terapêutica”, mas “decisiva”: e, portanto, só permanecerá para superar um amor acabado.

A maneira de encarar uma traição é desabafar, deixar os sentimentos abalados se acalmarem e esclarecerem. Somente depois que o traição" rel="nofollow" target="_self" >traído e o traidor forem expressos mutuamente, pode-se chegar a um acordo racional.

A capacidade de ouvir, neste caso, é essencial se você quiser enfrentar uma traição. Entender as motivações que impulsionaram o parceiro. Depois que a dor diminuir um pouco, fale sobre isso e tome a decisão certa. Você escolhe continuar o relacionamento e reforçar a confiança perdida, juntos rever os erros e desmascarar o engano bobo.

Como enfrentar uma traição será uma lição de vida da qual você surgirá reforçada e preparada para reiniciar um relacionamento amoroso que parecia perdido. Mas como pode o seu ego ferido ser capaz de conceder perdão, se apenas o seu ego tem sido alvo de um gesto tão vil? Primeiro de tudo, você deve se reconhecer no papel de traição" rel="nofollow" target="_self" >traído de maneira construtiva. Embora a dor seja grande, embora o orgulho tenha sido aniquilado, é a razão que deve prevalecer sobre a raiva sentida.

Quais são os primeiros sinais do fim de um relacionamento

Talvez você esteja se perguntando “quais são os primeiros sinais do fim de um relacionamento?”. Vamos ver quais são os primeiros sinais de alarme. Depois de organizar uma viagem ou um simples derrame para encontrar alguns amigos. No final, ele diz: “Você sabe que eu não sinto vontade de vir”. O que você poderia dizer entre as linhas é que com você nessa situação você não está à vontade e que, portanto, poderia marcar o início do fim de um relacionamento. De repente, ele começa a tratá-lo estranhamente.

Se antes o que você fez foi bem visto a partir de agora é uma boa desculpa para se dar e acusá-lo para cada banimento trivial. Você pode até mesmo desrespeitar você de amigos ou parentes. Nesse ponto, é certo que você decida o fim de um relacionamento.

É normal encontrar desculpas quando as coisas começam a tomar um caminho diferente do que você sonhou. É normal pensar que é apenas o momento e que tudo vai se estabelecer.
Você vai até ser acusado de ter um comportamento que pode ter incomodado seu parceiro, ao invés de admitir que algo está errado entre você.

O hábito então a empurra constantemente para adiar, por medo de arruinar o relacionamento, esclarecimentos de sentimentos vivenciados com o parceiro e acabará por levá-lo ao final de um relacionamento. Talvez o sinal mais óbvio de alarme possa ser encontrado quando, depois de meses ou anos de bela compreensão sexual, Ele diz que “não me sinto como esta noite”, afastando-se do outro lado. É evidente que algo dentro o impede de se juntar a você. E é algo muito profundo que deve ser esclarecido imediatamente e não suportado.

Um ditado diz: “nunca durma com o diabo”

O sono é um momento importante e delicado da nossa vida. E antes de passar oito horas lado a lado com alguém com quem você se sente desconfortável, isso pode arruinar um momento que irá regenerá-lo. O fim de um relacionamento nesse momento é óbvio e você não poderá mais remediar eventos que você sente que não tem mais controle.

O mais provável é que isso aconteça, como ter uma bola aos seus pés, porque você já havia organizado para uma determinada data um evento específico, como um concerto ou até mesmo uma viagem. Quando há crianças, torna-se ainda mais difícil, por um lado, proteger aqueles que não são culpados pelo que acontece.

De qualquer forma, de qualquer maneira que o fim de um relacionamento é decretado, você terá que lidar com suas emoções, sentimentos e humores, e o uso de ferramentas ou pessoas que o apoiam torna-se indispensável. Você encontrará muitos recursos úteis neste guia e conseguirá tirar boas coisas de suas relações, sejam atuais ou futuras.

Quem sabe também, ajude para que você entenda as coisas de seus relacionamentos passados, facilitando assim, um auto trabalho de si mesma para o que ainda há de vir pela frente.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: