Como esquecer um amor que marcou sua vida

Como esquecer um amor que marcou sua vida
Avalie esse artigo

Quando alguém cruza a nossa vida e por algum motivo sai dela, ficamos revendo todos os momentos como um filme que mostra os melhores ou os piores momentos.

Nossa memória pode ser traiçoeira. E quando não conseguimos nos livrar de determinados pensamentos, parece que fica impossível seguir em frente. Pode ser difícil, mas será que dá pra esquecer de vez?

Quantos sonhos vividos sozinhos, uma pessoa que ama e não é correspondida deve ter tido durante essa fase, onde se entregou cegamente e loucamente ao nada e a ninguém, apenas aos seus devaneios!

Talvez seja mais difícil que esquecer um que correspondeu a tudo que você ansiava e esperava, pelo fato dele ter sido vivido apenas por você, sua mente e seu coração.

Eu fico me perguntando se essa é mesmo a melhor opção. Esquecer é um verbo tão forte e permanente que não sei se seria a escolha certa. “Ah, mas a pessoa só me fez sofrer”, você dirá.

Não estou questionando esse tipo de coisa. E por mais que a pessoa só tenha lhe proporcionado maus momentos, acredito que até nessas horas a gente consegue extrair algo de bom. Posso mudar o verbo pra superar?

Ver também: Sinais de que ele não está afim de você – parta para outra conquista

É possível esquecer quando se ama?

A resposta mais coerente seria não, mas em se tratando de um sentimento cultivado só por um lado, vai depender muito de você esquecer ou não.

Se você quiser, nada é impossível, basta tentar e ser firme em sua tentativa. Afinal, você não estava mesmo feliz, pois só você investia, a outra pessoa nem via você à sua frente.

Nem é tão difícil como parece

Por ser um sentimento não compartilhado, não haver nem sequer um relacionamento, torna – se mais fácil esquecer esse amor.

Busque outro para colocar em seu lugar e evite que seu coração e sua mente fiquem vazios. Realmente é difícil não ter alguém ocupando nossa mente e vivermos vazios de emoções.

Fuja da solidão

Procure não ficar sozinha (o) pra evitar alimentar sonhos que poderiam ter acontecidos e não aconteceram, não ficar imaginando como seria o que não foi, enfim, essas coisas que acabam só atrasando nosso desenvolvimento na busca daquilo que queremos esquecer.

Dar tempo ao tempo

Não é justo sofrermos por quem nos ama, imagine sofrer por alguém que não nos quer. E outra, ninguém escolhe de quem gostar.

Não há raciocínio logico para o sentimento e, sendo assim, nem tem como cobrar algo de alguém. Dê um tempo pra você por os pensamentos em dia e agir, sabendo que está fazendo o melhor para si.

Busque por outros amores

Já que esse não corresponde mesmo ao que você sente por ele, corra à procura de alguém que irá lhe dar aquilo que você merece. Não vale a pena passar a vida se alimentando de esperanças por algo que talvez nunca vá acontecer.

Quem sabe, ao relacionar-se com outra pessoa, você acabe até descobrindo que nem era tanto afeto assim o que nutria por essa que nem lhe notava. Enganamo-nos muitas vezes com nossos próprios sentimentos e acabamos sofrendo por algo que nem tinha tanto valor. Quem sabe não era apenas uma fixação por alguém a quem você queria muito e não pode ter?

E desde quando superar é fácil?

Não, não é nada fácil. Quando nos deparamos com uma pessoa realmente especial e que com certeza marcará nossa vida, desejamos internamente que sejamos felizes pra sempre com ela.

Acontece que nem toda história de amor é um conto de fadas. Ou nem precisa estar relacionada com o amor, pode ser uma grande amizade, por exemplo.

A partir do momento que essa pessoa nos decepciona, nos faz sofrer, nos humilha e faz todo o tipo de coisa pra nos prejudicar, vai tudo pro saco.

O ser humano não é dos melhores pra lidar com a perda. Sofremos, tentamos achar um culpado, culpamos o outro, vem aquele sentimento de vingança, planejamos mil e um planos para nos vingar da pessoa, queremos vê-la sofrer.

Parece aquela coisa de novela quando a mocinha encurralada a vilã e faz ela comer no prato que cuspiu. Acontece que esses sentimentos não levam a nada, apesar deles serem normais.

Superar algo de ruim que nos aconteceu leva um tempo, mas não é impossível. Pessoas que marcaram nossa vida não são esquecidas. São lembradas com carinho ou com saudade, já que é preciso aprender a perdoar o outro.

As lembranças e o passado

Todo mundo deve ter uma parte do seu passado que desejaria esquecer. E isso também não é possível. Mas sabe do que mais? Ainda bem. Porque o passado que tivemos é quase sempre o responsável pelo nosso ser no presente.

Somos o que somos devido às muitas histórias, situações e experiências que tivemos lá trás. Vai chegar uma hora que você irá olhar pra trás e perceber que foi melhor assim.

Uma forma de deixar esse processo mais fácil é começar a prestar atenção nas pequenas alegrias e nas pessoas que estão a sua volta. Lembre-se o quão efêmera e rápida a vida pode ser, e não há tempo a perder com pessoas que em nada lhe acrescentarão.

Se você conseguir perdoar a pessoa, ótimo. Só a partir daí é que você vai voltar a enxergar que o mundo não parou de girar pra prestar atenção na sua história.

Pode ser meio cinza no começo, mas depois fica tudo colorido novamente. Talvez mudar o visual ajude. Talvez sair com os amigos faça com que fique mais fácil.

Mas não há nada de errado em “curtir” o luto. Sentir-se triste e melancólico é normal. E depois que esse período passar, você tem um estalo e se lembra de que era feliz antes de tal pessoa passar por sua vida.

E você se lembra também que é preciso aprender a desapegar. Não somos donos de ninguém. Somos pessoas livres. E que vira e mexe, esbarramos em alguém e decidimos acompanhar a pessoa até determinado momento. Lembre-se de não esquecer. Ao invés disso, pratique a arte da superação.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: