Como esquecer um amor verdadeiro que você não conseguiu reconquistar

Como esquecer um amor verdadeiro que você não conseguiu reconquistar
Avalie esse artigo

Um amor verdadeiro a gente consegue reconhecer: o casal está sempre em sintonia e mesmo quando acontecem as brigas, ambos sabem que o amor entre eles é maior que tudo. No entanto a vida nos dá uma rasteira e o homem da sua vida foi embora, levando a relação que tinha tudo para ser eterna.

Esquecer um amor verdadeiro é o primeiro passo para poder seguir em frente e voltar a sorrir. Quem acabou recentemente um namoro ou até casamento e está se sentindo sem rumo, não deixe de conferir os cinco passos para dar a volta por cima.

Ver também: Supere o fim e esqueça seu ex de uma vez por todas!

Porque não deu certo?

Esta é a primeira pergunta que fazemos quando o relacionamento vai por água abaixo. Quando um namoro ou casamento termina isso não significa que foi algo do nada, provavelmente os problemas foram se acumulando ao longo dos anos (ou meses) e estouraram quando ambos já não aguentavam tanta pressão.

Os motivos podem ser inúmeros e vão desde desentendimentos constantes (que tem muito a ver com falta de diálogo) até traição. No meio deste bolo todo também há casais que se separam não por vontade própria e, sim, por causa dos percalços da vida, como a falta de compreensão da família que fazia tudo para que eles terminassem ou a distância.

É sempre muito difícil analisar uma relação, afinal quando estamos dentro dela não conseguimos ter uma análise clara devido aos sentimentos envolvidos. Mas você pode ter esta visão conversando com alguém próximo de vocês.

O que esta pessoa achava de vocês? É claro que nem tudo mundo compreende o que se passa entre o casal, mas é sempre interessante ver a análise que os outros faziam de vocês.

Procure voltar ao passado e entender como a dinâmica entre vocês mudou durante a relação

  • Como era o namoro no início?
  • Você deixou de fazer algo por causa dele?
  • A sua personalidade mudou muito?

Quando gostamos de alguém é normal nos influenciarmos por essa pessoa, pois aprendemos muitas coisas novas e descobrimos outro exemplo de família. No entanto, tem gente que vira outra pessoa e passa a esquecer quem é.

Como a mudança não gera conflitos iniciais, o casal não percebe que ambos estão entrando em um espiral de fusão de personalidades. Vocês viram um só e ficam sem aquele charme inicial que tanto atraiu o outro.

Nem sempre queremos minar uma relação e até por isso nos modificamos para encaixar as personalidades, mas infelizmente isso é um sinal de perigo e a relação começa a perder o seu encanto.

O casal feliz começa a não ter mais uma vida sexual ativa, as conversas vão se findando (como o pensamento é parecido, não há o que discutir ou conversar), e cada um se sente perdido.

O fim do namoro acontece porque um já não enxerga o outro da mesma forma e vocês viraram estranhos. Outro fator é o ciúmes. No início do namoro sempre queremos esconder algumas falhas nossas e o ciúmes não aparece tão forte, mas depois de alguns meses você começa a demonstrar toda a sua insegurança.

A princípio parece um sinal do seu amor, mas quando a liberdade do outro é privada, não há quem agüente viver, por mais que se ame, com uma pessoa que não consegue lidar com a sua própria baixa auto-estima e falta de amor próprio.

De quem é a culpa?

Não adianta colocar culpa em um ou no outro, e eu não quero que você pense que você foi a responsável pelo fim do relacionamento. Mas é importante sempre analisarmos o nosso comportamento e não jogarmos todas as nossas frustrações nas costas do parceiro.

Muita gente acha que não podemos ter falhas, mas todo ser humano tem e nós precisamos conhecê-las para podermos mudar. Tente analisar o namoro sem egocentrismo, cada um teve a sua parte no fim do relacionamento.

Cinco passos para dar a volta por cima

Para dar a volta por cima é preciso coragem e atitude e também é necessário esclarecer com o seu ex o que minou a relação. Procure colocar tudo em panos limpos (sem brigas) para começar a seguir adiante.

  1. O primeiro passo é perdoe-se.

Não coloque um fardo tão grande nas suas costas achando que você foi a responsável por destruir um belo amor.

  1. Volte a ser quem você era e redescubra o que você gostava e os lugares onde frequentava.

  2. Retome contatos.

Muitas mulheres deixam as amizades de lado para priorizar o namoro (quem nunca ouviu aquela máxima: “começou a namorar e esqueceu-se das amigas!”), por mais que elas reclamem que você só voltou porque está sozinha, peça compreensão e se elas se afastarem, isso significa que você precisa avaliar quem é sua amiga.

  1. Depois de conversar com ele, não veja o ex por um tempo, até você se sentir forte e não colocar em cima dele toda a sua insegurança e carência.

  2. Dê um tempo para os seus sentimentos. Viva cada emoção e não se prive se após pouco tempo você sentir que já esqueceu o seu amor.

Passos simples para esquecer

Basicamente começamos a relação de dicas, com uma que é a mais contraria de todas. Saiba que você jamais esquecerá um amor ou alguém que marcou a sua vida.

O que te garanto que você será capaz de fazer após ler este artigo é pensar menos na pessoa. Você deixará de dar prioridades a ela. Assim a presença dela em sua mente será bem menor comparando-se com o ontem ou com o hoje.

Passo 1. O primeiro passo, para remover alguém de seu pensamento ou até mesmo de sua vida, é exatamente assumir a realidade e entender que nada nessa vida é eterno. Por mais lindo, romântico, envolvente que tenha sido tudo nessa vida tem duas lacunas a do SIM e a do NÂO. Lacunas essa que você deve enfrentar com maturidade e determinação.

Passo 2. No passo dois, sugiro que você após ter assumido a realidade, recomponha-se fazendo um planejamento em longo prazo. Para isso é preciso que você assuma uma postura diferenciada do passado, no qual você vivia com este alguém. Postura essa que deve ser regada a novos pensamentos, novas amizade, novos elos. Enfim trace seus desejos em formatos de lista.

Passo 3. No terceiro passo para esquecer um grande amor, devemos pensar que não será tão simples assim. Algum momento, experiências, musica e brincadeiras tudo isso fará falta, uma carência cruel que fará com que você sinta-se ainda mais necessitado do carinho e da atenção da pessoa para você.

Para evitar esse tipo de dependência emocional é de extrema importância que você, leve tudo na naturalidade, nada deve ser visto como necessidade. Uma das lições que aprendemos ao perder um grande amor é exatamente a de se recompor e ter em mente que ele/ela não era único, que a vida não gira em torno dela e sim de você.

Passo 4. O quarto passo para esquecer um grande amor é agir. Isso mesmo, as pessoas erram quando pensam que devem ficar em casa, ao invés de sair com amigos, conhecer novas pessoas. O recomeço deve ser já, afinal quanto mais tempo você passa longe de pessoas que te fazem bem, você sofre ainda mais.

Portanto o recomendado é que você saia sim, faça novas amizades, curta com os amigos verdadeiros. Mas isso não quer dizer que você deve já de cara sair em busca de outro amor para curar o antigo.

Esse é um dos principais motivos quais fizeram com que você chegasse a esse texto, buscando por dicas de como esquecer um grande amor.

Passo 5. O quinto passo é o mais eficiente, porém o menos executado. Pessoas que querem mesmo livrar-se de um grande amor devem aprender consigo mesma, que você não depende sempre de outra pessoa para ser feliz emocionalmente.

Uma atitude simples que pode te garantir a independência do amor de outra pessoa é a de ficar um tempo só, isso mesmo. Um curto período sozinha ou sozinho, apenas com os amigos, conhecendo novas pessoas fará com que você adapte-se a realidade, assim começará a dominar a arte de ser feliz sem depender de outra pessoa.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: