Como evitar errinhos nada básicos na maquiagem

Como evitar errinhos nada básicos na maquiagem
Avalie esse artigo

 

Se você está começando agora no universo da maquiagem ou precisa aprender a se maquiar para um determinado evento, é importante saber que o erro é lugar comum nass primeiras tentativas de fazer uma produção.

Às vezes não temos todos os itens e fazemos algumas substituições que não dão muito certo; não conhecemos muito bem a forma de se usar um produto; não sabemos a técnica para conseguir determinado efeito; nos falta prática; escolhemos os tons errados de blush e base etc.

Podemos listar diversos motivos para uma produção dar errado, mas vamos focar em te mostrar quais são os erros mais comum e como fugir deles.Esses erros muito comuns não acontecem apenas com nós, meros mortais.

Muitas celebridades já apareceram com maquiagens de gosto duvidoso, em tonalidades erradas, cores que não favoreceram e produtos mal aplicados que deixaram o visual over, contrariando a proposta de uma boa maquiagem.

Ver também: COMO ESCOLHER O MELHOR PINCEL PARA APLICAR BASE

A mensagem aqui é: não desista na primeira tentativa ou primeiro erro

Dica valiosa: treine bastante e tire fotos de você com suas maquiagens em diferentes ambientes, assim fica fácil prever o resultado. Mesmo antes de sair, vale lançar mão dessa técnica para evitar registrar essa gafe!

Vale a pena acompanhar as dicas a seguir, dadas por maquiadores profissionais, para que você acerte de primeira na sua produção – ou erre o menos possível!

Em primeiro lugar devemos deixar claro que cada mulher deve buscar encontrar o que considera que fica melhor em nela própria, destacando os pontos fortes e sendo fiel ao seu estilo. Seguir a risca as tendências e tutoriais não são garantias de que você acertará no look.

Agora vamos aos erros mais listados e considerados básicos:

#1. Pular etapas fundamentais:

é muito comum pelo desconhecimento ou pressa que as meninas pulem a etapa de preparação da pele, como limpar, tonificar e hidratar. Porém o maior erro é não utilizar um bom primer antes de aplicar a base. O uso do primer deixa a pele hidratada e suavizada para receber os demais produtos, além de garantir que a maquiagem tenha uma maior durabilidade.

#2. Aplicar pouca base:

Na hora de aplicar a base não dá pra ficar de miserinha, hein. Não poupe demais na quantidade a ser aplicada, pois dessa forma você garante que todas as áreas do rosto serão cobertas, assim como o pescoço para evitar o efeito marcação, a área dos olhos e pálpebras, e na boca para que na aplicação do batom ele fique o mais fiel possível.

#3. Negligenciar sobrancelhas:

cada vez mais essas companheiras ganham atenção. Seja para modelas a sobrancelha perfeita, seja para deixar mais natural é preciso penteá-las e preenchê-las caso haja falhas, se for a proposta da maquiagem vale delineá-la e preencher com sombras.

Um erro clássico que deve ser evitado a todo curso é não retirar o excesso de base e pó que fica acumulado nessa região. Para remover esse excesso basta passar sobre os pelos cotonete molhado no demaquilante.

#4. Corrigir as sobrancelhas com lápis de olho (marrom ou preto):

Utilizar lápis de olho para corrigir as sobrancelhas irá deixá-las com um aspecto muito marcado e artificial. A saída para corrigir falhas, pentear e delimitar o molde das mesmas, vale apostar em lápis especiais para sobrancelha, em sombras opacas aplicando com um pincel chanfrado.

Existem também as soluções especiais para valorizar as sobrancelhas e kits de sombra para preencher a área e para modelar o formato. Uma forma mais caseira é a misturinha que pode ser feita entre rímel transparente e sombras próximas à coloração da região.

#5. Corretivo no tom errado:

Existem dois erros comuns quanto ao corretivo e o primeiro diz respeito à quantidade de produto aplicada na região e o segundo é relativo a cor do produto. Esse combo pode acarretar em um erro comum chamado de “panda invertido”, onde o contorno dos olhos fica branco e consequentemente mais claro que o resto da maquiagem do rosto.

Portanto escolher texturas que fiquem mais natural ao serem aplicadas e buscar tons de corretivos próximos ao de sua base e usar os corretivos coloridos que neutralizam as manchas da pele.

#6. Base no tom errado:

A escolha da base é crucial para a maquiagem; utilize a base no tom errado e todo seu trabalho irá por água abaixo. Se você não tem certeza sobre qual o seu tom de base ideal, você pode testar diferentes tons aplicando um pouco no queixo e veja à luz natural qual a base com o tom mais próximo de sua pele e que deixa o efeito mais natural possível.

Pode acontecer de para atingir o seu tom exato de pele será necessário usar uma combinação de diferentes tons de base. Existem também as lojas onde a vendedora é treinada para te ajudar a descobrir a sua base, vale uma visita para entender mais como sua pele funciona.

#7. Iluminador e bronzer em excesso:

O bronzer e iluminador não deve ser aplicado em todo o rosto, mas em pontos estratégicos como testa, têmporas, nariz e um pouco no queixo e pescoço. Caso você vá usar o bronzer como blush, é preciso usar o produto com cuidado evitando excessos e esfumando bem a área para que não fique muito marcado.

Já o iluminador, embora tenha também uma receita de bolo para ser aplicado, é preciso lembrar que esses lugares não são fixos e ele deve ser aplicado nos locais onde você deseja destacar os pontos positivos.

#8. Delineador mal aplicado:

Esse item é polêmico e muito trabalhoso. É preciso muito treino para ter um traço firme e garantir um delineado perfeito. Um erro comum na aplicação do delineador está no ato de puxar a pálpebra para o lado para que a mesma fique esticada.

Ao fazer isso, você está delineando uma área diferente da que ficará exposta e as chances do resultador ser torto e com espessuras diferentes é bem grande. O ideal é fazer o delineado sem mexer na pálpebra.

Outro erro comum é na hora de fazer o tão querido “olho gatinho”: espessura diferente, comprimentos diferentes, gatinho para lados diferentes, enfim uma infinidade de possibilidades de erro. Embora exista o macete da fita crepe no canto externo dos olhos para garantir maior precisão no desenho.

É preciso muita paciência e prática para passar a fazer naturalmente, portanto abra o youtube e vá para frente do espelho treinar. Vale considerar também os diferentes tipos de delineadores: tipo caneta, em gel, em pó, com ponta de pincel, mais molhados, mais secos, estilo kajal etc.

#9. Batom matte em lábios rachados:

Os batons de textura matte ganhou espaço entre os queridinhos para as brasileiras desde que a M.A.C nos apresentou essa maravilha. De lá pra cá, muitas marcas lançaram suas versões matte em formas diversas como o batom líquido, os batons e bastão e os lápis batom.

Entre acabamentos também diversos e durabilidades, além de todas as opções já apresentadas existe uma unanimidade: para usar batom matte, a hidratação dos lábios deve estar em dia. Os lábios não podem estar secos e queremos evitar o aspecto de lábios craquelados ou com pele descamando, deixando o batom falhado e com uma aplicação que desvaloriza os lábios.

#10. Cílios com efeito “pata de aranha”:

Escolher o rímel queridinho é uma tarefa complicada e tudo depende do efeito que você deseja obter – cílios alongados, volumosos, separados, curvados. Além do rímel em si é preciso cuidar na aplicação das camadas, lembrando de pentear os cílios para evitar gruminhos.

O uso do curvex deve se restringir a cílios limpos, antes da aplicação do rímel. Caso você decida usar o curvex depois de uma camada de rímel é preciso cuidar, porque o efeito não costuma ser bonito e ainda há a hipótese de alguns fios quebrarem.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: