Como evitar o tédio no namoro?

Como evitar o tédio no namoro?
Avalie esse artigo

Relacionamentos são frágeis e todo mundo tem consciência disso. Há coisas ameaçantes em todos os lugares, e até mesmo naqueles relacionamentos considerados mais fortes, eles precisam ser monitorados e protegidos no decorrer dos dias. Infidelidade, familiares e dinheiro são alguns dos motivos que levam uma união ao fim.

Outra coisa que acontece com muita frequência é a monotonia da vida cotidiana, e com ela, o relacionamento muitas vezes cai em uma chatice, tédio.

Uma pesquisa com 3341 pessoas em relacionamentos ativos (1.418 homens e 1.923 mulheres) descobriu-se que vinte e cinco por cento do total de entrevistados estavam entediados e insatisfeitos com seus atuais relacionamentos. Além disso, outros vinte e cinco por cento disseram estar à beira de se chatearem amargamente.

Ver também: Como convence-lo a morar junto?

 O que é, de fato um namoro?

  • É a junção de duas pessoas que estão vivendo algo de origem amorosa. O estado emocional onde o ser humano acha que tudo é maravilhoso.
  • Relação sem compromisso legalmente definido pela lei, onde duas pessoas estão apaixonadas ou atraídas uma pela outra.
  • Fase da vida para se aprender a se adequar ao seu par e saber qual é a dele. Se não tiver mais jeito de sair fora, pode gerar uma união permanente, um casamento.

Pelo que se pode notar, não se define namoro em uma palavra somente. E muito provavelmente, em somente uma frase. O conceito de namoro muda e mudará pelo resto da existência da vida humana.

O que acaba assustando são as respostas para esta pergunta: “Como acabar com a monotonia no namoro?”. Essa pergunta pode gerar variadas respostas, das mais diversificadas origem e conteúdo.

O que acaba acontecendo é que as pessoas não sabem perguntar. Se soubessem, na própria pergunta encontrariam as respostas. Rotina é uma coisa, já o tédio é outra totalmente diferente.

A rotina é ocasionada por um conjunto de coisas como, práticas sistemáticas, tudo muito automático, etc. Essas são as coisas que adaptam o ser humano a certa função.

Tédio quando se faz presente em um namoro é ocasionado pelo desânimo, falta de estímulo seja ele amoroso ou sexual, falta de perspectiva de ambos, desinteresse pelo par e por tudo que envolve essa relação.

A pergunta real, deveria ser “Como finalizar o tédio que tomou conta do meu namoro?”. Bom, a partir do momento que a própria pessoa já reconhece o que está atrapalhando esse relacionamento, basta cada um descobrir o que está causando o tédio, não é?

Cada um pode sim saber, onde está o erro por que é algo instintivo. Não existem cálculos para mandar aquilo que está acontecendo dentro de cada um, pois todo indivíduo é graciosamente individual.

A falta de ajuste dentro de uma relação a dois, o que a torna tediosa, acontece porque um acaba não sentindo mais o mesmo prazer que antes tinha pelo outro.

Talvez a situação seja menos complicada quando o desinteresse é de ambas as partes. Em casos assim, como não há comprometimento, e ninguém veio ao mundo pra ficar se magoando, a separação é a única maneira.

Uma das melhores coisa em um namoro é que nenhuma das duas pessoas tem obrigação de ficar com o outro. Namoro é pra ganhar conhecimento, não é compromisso, não tem que assinar nenhuma apólice, não se rubrica contratos.

O que todos sempre procuram é estarem paz com o seu companheiro. Uma vez que nossa sociedade é monogâmica, criamos uma verdadeira missão ao longo do tempo para que este namoro seja algo que dure, que não seja apenas algo para suportar e sim, seja prazeroso e revitalizador para ambas as partes.

Num namoro, em que haja ou não o sexo, tem-se que ter o cautela para não trazermos a procrastinação para o dia-a-dia. Temos o costume de perder o foco na pessoa ou não dar mais a mesma importância a tudo aquilo que já se conquistou. Perde-se a graça que antes havia.

E o perigo mora logo aí, para os jovens. Não achem que vocês serão invencíveis, que se manterão lindos pro resto da vida, dinâmicos, capazes de qualquer parada, que não serão trocados jamais. Aliás, aí está a grande característica em comum entre uma pessoa idosa e um jovem: os dois se ajeitam para o que vem no futuro.

A diferença é que o jovem ainda vai viver a vida, e o idoso, pode vir a perder a vida. Cada conquista que você tem na sua vida deve ser guardada e agradecida.

No caso de ter encontrado um parceiro ideal, que seja capaz de compartilhar uma vida a dois, reflitam bem antes de tomarem uma atitude sem pensar, rompendo com algo que poderão não mais encontrar a frente.

Não quer que o seu relacionamento caia na monotonia? Confira algumas dicas para ser feliz na vida com seu par.

  1. Saibam olhar exatamente onde estão os pontos negativos que poderão estar induzindo ao tédio (não à rotina) e se são pontos que são capazes de passar por mudanças e melhorias. Ter maturidade numa relação é aprender manter o apreço. A coisa legal que ele fazia ontem pode ser extremamente sem graça hoje.
  1. A rotina é algo necessário. Uma rotina bem elaborada não atrapalha romance, nem desejo de tesão de ninguém. O que atrapalha um namoro a continuar, apesar da rotina, é a falta de conhecimento do casal e a falta de métodos de se manter acesa a famosa chama.
  1. Deixem de preguiça, crie um apreço pela vida! A juventude passa rápido demais, quando analisada com o tempo que cada vez mais o ser humano alcança as coisas. Vivemos (ou sobrevivemos) mais tempo em idade mais velha do que quando jovens.

Quando dizemos “viver”, é uma referência de que se precisa passar por todos os problemas e prazeres que a vida traz. Se quiserem ter um par para seguir essa jornada, aprendam, cada um ao seu modo, a “aguentar” o outro e a encontrar junto a ele, afeto, amor, carinho, alegria, etc.

  1. Não existem dicas ou técnicas para se trancar alguém ou deixar ele sempre apaixonado. Não existe formas de como esconder sentimentos. Vocês podem até manter pela vida toda um relacionamento amoroso (que até pode virar casamento), mas nunca irão ser plenos na vida se não tiverem como dar felicidade a quem está presente ao seu lado e se sentirem felizes só por isso.
Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: