Como fazer make clássica 

Como fazer make clássica 
Avalie esse artigo

A maquiagem passa por mudanças, novos produtos e tendências a todo o momento, hoje em dia somos bombardeados com tantas opções, estilos, texturas, moda, que é difícil se decidir na hora de pensar em alguma make poderosa e clássica. Ainda que adoremos as tendências, tem aquele dia que não queremos usar aquilo que está na moda e sim aquilo que nunca saiu da moda.

Parece estranho com tanta tecnologia e avanço, dizer que ainda existe uma maquiagem que é moda independente do tempo, ano do lugar onde você está. Mas existe sim e é exatamente a maquiagem que você pensou:

Tons opacos no olho, rímel e batom vermelho. Essas três junções dificilmente vão sair de moda. É o maior coringa que uma mulher pode ter na pastinha de inspiração. Combina com todas as mulheres, todos os tons de pele, todas as roupas e eventos.

Ver também: Como fazer cilios poderosos

As mulheres que marcaram época, eternizando o clássico da maquiagem, de moda e penteados que sempre voltam às tendências eram grandes atrizes de cinema. Sempre vistas com receio e de modo preconceituoso, sempre foram julgadas pelo trabalho e aparência impactante sempre com muita produção.

Enquanto as mulheres que ditavam mota e se tornavam ícones mundiais e atemporais de estilo, as mulheres de respeito não poderiam ‘pintar a cara’.

Desde os anos 20 nos deparamos com ícones que ditaram moda tanto na época em que viveram, quanto nas próximas e inclusive nas que estamos vivendo. A atriz Louise Brooks virou inspiração para muitas com se cabelo curto e franja reta, o aspecto geométrico virou febre no final dos anos 20.

Depois disso varias passaram e deixaram suas marcas

Greta Garbo trouxe a sobrancelha bem fina e arqueada e batom vermelho escuro nos anos 30. O penteado que até hoje vemos nas principais premiações de Hollywood, aquelas ondas pesadas, largas com o cabelo na lateral surgiu com a atriz de cinema Veronica Lake nos anos 40.

Marilyn Monroe é provavelmente o maior símbolo de glamour, poder, beleza, sex simbolde todos os tempos. Sua popularidade nos anos 50 continua até hoje e não há quem não se lembre de uma das cenas mais icônicas do cinema que é o vestido sendo levantado pela saída de ar no filme ‘O pecado mora ao lado’. O olho opaco, cílios marcados e batom vermelho que ela usava continuam sendo um dos maiores clássicos da maquiagem.

Tendo esses ícones da beleza como inspirações

A maquiagem clássica, atemporal e que pode ser usada em qualquer ocasião ou hora do dia é um olho opaco e bem discreto só destacando o côncavo, uma pele bem prepara sem o contorno carregado que virou moda desde o ano passado e um batom vermelho bem poderoso e, claro, muito rímel.

Pele:

para essa preparação de pele escolha uma base que não seja muito opaca e com acabamento bem seco no rosto. Como iluminaremos bem pouco, só os pontos principais do rosto, a base líquida vai deixar o rosto com o brilho natural que a gente quer com essa maquiagem.

Quem tiver a pele muito oleosa, pode usar a base em bastão que também tem um efeito mais natural e não acentua tanto a oleosidade quanto as bases líquidas com efeito hidratante.

Depois de passar a base, caso seja necessário use um corretivo embaixo dos olhos levando em direção às têmporas pra disfarçar as perfeições e iluminar aquela área sem ter que usar os iluminadores com brilho. Com um iluminador, acentue os principais pontos altos do rosto, testa, nariz e queixo. Ilumine também o canto interno dos olhos.

Olho:

Comece marcando o côncavo com uma sombra opaca marrom médio. Leve um pouco da sombra até o canto externo da pálpebra. Aplique uma sombra bege também opaca na pálpebra móvel. Com um pincel de esfumar, faça movimentos circulares e de vai e vem até a sombra marrom ficar bem suave e se misturar com a bege.

Finalize com várias camadas de rímel, aquele com a função de alongar e que deixam os fios bem separados é uma ótima opção para combinar com essa maquiagem. São as máscaras com aplicador mais curto, com cerdas pequenas e de borracha. Aplique 1 ou 2 camadas nos cílios inferiores.

Boca:

Como a boca é o destaque principal dessa maquiagem, vamos dar um pouco mais de atenção a essa etapa. Para fazer o batom durar mais é importante que sua boca esteja bem tratada e hidratada. Se houver a necessidade faça uma esfoliação para retirar as peles mortas, principalmente se for inverno.

Caso não tenha um esfoliante especifico para a boca, pode fazer uma mistura de açúcar com hidratante. Depois de hidratar a boca, passe base e corretivo nos lábios para que o batom dure mais e ‘cole’ na boca.

A escolha do tom ideal varia muito com o gosto de cada pessoa. O batom matte é recente no mercado fazendo com que a boca clássica seja aquela com a textura mais cremos, mas não é regra. O Ruby Woo da MAC (R$ 76,00), por exemplo, é um dos batons mais clássicos, o tom aberto e que combina com todos os tons de peles é um dos vermelhos mais bonitos presentes no mercado e possui o acabamento matte.

O tom vermelho vibrante é, sem duvida, o tom mais famoso e clássico. O tom mais aberto do batom L´Absolu Rouge Cream na cor Caprice da Lancôme (R$ 159,00) é um luxo puro, com textura cremosa e ótima durabilidade, vale o investimento.

Outra opção de vermelho para essa maquiagem clássica e com um preço em conta e boa qualidade é o SuperLustrousLipstick na cor Love ThatRed da Revlon (R$29,00). Escolha o batom que mais combina com a sua pele, que te agrade na cor e na textura.

Para aplicar o batom

Utilize um pincel para marcar o contorno dos lábios e depois no centro. Venha com a bala e passe o batom em toda a bola. Com um lenço ou pedaço de papel, tire o excesso do batom e aplique novamente em toda a boca, isso vai aumentar a durabilidade. Passe um pincel com corretivo nas bordas caso tenha borrado e pronto!

 

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: