Como fazer pele iluminada e bocão

Como fazer pele iluminada e bocão
Avalie esse artigo

Pele bem iluminada e boca destacada. Sem duvida são as principais tendências da ultima temporada. E não é pra menos, essa combinação combina com qualquer mulher – qualquer – mesmo. Só saber o tom de iluminador certo e seu batom intenso preferido e feito. Você já está pronta pra todas as ocasiões, desde um evento chique até um compromisso no meio da tarde.

O primeiro passo para fazer uma pele bem iluminada é escolher um bom iluminador. Eles estão no mercado nas mais diversas texturas e tons diferentes, para descobrir o ideal pra você, preste atenção nas dicas:

Ver também: Como aplicar máscara de cílios inferiores sem borrar

Pele Clara:

Para os tons claros o ideal é uma tonalidade suave, para que a pele fique com o efeito iluminado sem ficar pesada. Pele com o fundo rosada pode optar por tons perolados com notas rosé que não seja mais claro e nem mais escuro que seu tom. (IluminadorSoft andGentle da MAC: R$ 150,00; Intense Iluminador Líquido Olhos e Rosto Glammda Boticário: R$ 30,00).

Pele Amarela:

Peles com o fundo mais amarelado podem optar por iluminadores beges ou pêssego, também respeitando o tom de pele. (Iluminador Extra Dimension Skinfinish cor Show Gold da MAC: R$ 150,00 Pó Compacto Iluminador HD Ultra Fino Médio 16 da Tracta: R$: 30,00).

Pele Oliva (média): Para as peles que possuem um bronzeado natural, a melhor escolha é um iluminador que puxe para o dourado e um rosa antigo. (Pó Iluminador Marmorizado da Natura Aquarela: R$: 27,00; Pó Iluminador da Dailus cor 02: R$ 17,00).

Pele Negra:

O tom ideal para iluminador em pele negra é alguma cor que puxe para o bronze ou um dourado mais escuro (Iluminador na cor Gold Deposit da MAC: R$ 150,00; Iluminador Belle Angel na cor 03: R$ 10,00).

O iluminador também aparece em diferentes texturas que dependendo do efeito desejado e do seu tipo de pele uma se torna mais eficaz que a outra. Preste atenção nas dicas, pois a escolha da textura certa influencia na durabilidade, intensidade e acabamento.

:

O iluminador em pó é o mais encontrado no mercado. Podemos compará-lo grosseiramente com um blush. Mas o iluminador possui ainda mais brilho na sua composição. Essa textura tem ótima pigmentação bastante variedade de cores e ótima durabilidade. Indicado para todos os tipos de pele, o iluminador em pó não tem erro.

Cremosa:

Outra textura bem utilizada o iluminador cremos tem a vantagem de ser o mais prático de aplicar. Geralmente a aplicação com os dedos é suficiente para uma pele iluminada. Além disso, os iluminadores cremosos em forma de bastão são ainda mais fáceis, você pode aplicar direto da embalagem nos pontos que deseja iluminar.

Líquida:

A textura líquida também tem a vantagem de ter uma aplicação fácil, feita também com o próprio pincel da embalagem. O produto rende bastante então cuidado na hora de aplicar, use bem pouco. Essa textura fica suave na pele e possui um ótimo efeito e de boa durabilidade. Deve ser evitado em quem tem uma pele muito oleosa porque pode acentuar ainda mais a oleosidade.

Escolhido o iluminador ideal para sua pele é hora de começar a acentuar todos os pontos altos do rosto. Mesmo uma pele iluminada pode ter a sua versão mais discreta ou um efeito mais glamouroso. Tudo depende das áreas que você vai iluminar e controlar a quantidade de produto.

O passo final de toda a maquiagem é iluminar. É necessário separar um tempo e fazer essa etapa com bastante calma, pra ficar um efeito natural na pele e não aquela marcação nítida de brilho. Quem quiser um efeito mais discreto pode iluminar a linha centram do rosto: testa, nariz e queixo.

Para um iluminado completo ilumine também testa, queixo e nariz e acrescente o iluminador abaixo das sobrancelhas, na parte interna do olho, no ossinho da maça do rosto, o arco do cupido, os cantos do lábio inferior – para realçar o batom – e têmporas.

Parece exagero mas uma aplicação com textura e tom certo, além de paciência para espalhar bem e não deixar o produto concentrado em nenhuma dessas áreas é o segredo para uma pele sofisticada, natural e com um aspecto saudável.

Nada melhor que uma boca bem poderosa pra combinar com um iluminado bem feito. Para um bocão, a escolha da textura do batom também é indispensável. O batom matte, sucesso nos últimos tempos tem um acabamento opaco bonito e uma durabilidade incrível.

Mas não funciona muito bem em lábios muito ressecados. Se você quiser usar um batom batte e tiver com a boca um pouco rachada, invista em uma esfoliação com produtos específicos para os lábios e uma boa hidratação.

Batons cremosos, com a textura parecida com a de um hidratante voltou com tudo e é uma ótima saída para quem tem lábios ressecados e para o inverno, quando a boca – e pele – tende a ficar ressecada. Outra tendência que voltou com tudo é vinda diretamente dos anos 80.

O efeito envernizado, laqueado ou molhado tem aparecido constantemente nos principais desfiles e editoriais de moda. Caso você não tenha um batom com esse efeito, pode cria-lo passando um gloss transparente por cima do batom escolhido.

Depois de decidir o acabamento, escolha uma cor de batom bem poderosa para combinar com a pele iluminada. O segredo na hora de aplicar é antes de tudo hidratar os lábios e passar base e corretivo na boca. Os produtos vão ajudar a ‘segurar’ o batom nos lábios aumentando a durabilidade e evitando que saia caso você beba ou coma algo.

Depois de aplicar a base e corretivo, se possível utilize um lápis do tom do batom escondido. Faça o contorno dos lábios e aplique também no centro. O lápis além de ajudar a fixar ainda mais, potencializa a cor do batom.

Com o auxilio de um pincel, para um acabamento perfeito, passe o batom de sua preferencia. Depois de aplicar o batom com o pincel, passe agora direto da bala, pra uma cor mais intensa. Retire o excesso com um papel, aplique um pouco de pó compacto – apenas encostando, sem esfregar – e finalize com mais uma camada de batom.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: