Como lidar com o sentimento de culpa após cometer um erro no relacionamento?

Como lidar com o sentimento de culpa após cometer um erro no relacionamento?
Avalie esse artigo

Muitas mulheres sofrem por anos com o problema de como lidar com o sentimento de culpa. Algumas nem têm consciência do que está acontecendo e poucas tomam as medidas certas para resolver. Então me acompanhe até o final para saber se pode estar acontecendo com você e como resolver esse problema.

Como lidar com o sentimento de culpa, isso mesmo, o “sentimento de culpa” que está presente em vários momentos de nossas vidas. Já posso até te deixar aliviada, isso não acontece só com você e acontece com muito mais frequência do que você pensa. A diferença é que há mulheres que se afundam neste sentimento e outras não.

Você já deve ter falado para você mesma:

“Se eu não tivesse comprado aquele vestido preto isso não teria acontecido.”
“Se eu tivesse dado mais atenção para ele isso não teria acontecido.”
“Se eu tivesse filhos isso não teria acontecido.”
“Se eu tivesse organizado a casa isso não teria acontecido.”
“Se eu fizesse aquilo isso não teria acontecido isso.”

Ver Também: A química em um relacionamento: como saber se entre você e ele está rolando?

A culpa não é sempre ruim, já que o remorso ou arrependimento promove mudanças no comportamento e gera empatia. No entanto, quando este sentimento não é benéfico, ele gera uma tristeza e vergonha profunda, que pode se tornar algo cíclico. A mente ativa a preocupação, um enorme sentimento de remorso que, para muitas, parece um misto de náusea e um senso de arrependimento – tornando-se um processo muito doloroso. Já passou por isso? Ou já viu isso estampado no rosto de outra pessoa? Tenho certeza que sim.

É natural que muitas se sintam culpadas com bastante frequência, já aconteceu comigo e bem possivelmente já aconteceu com você. Há dois caminhos. Há o lado negativo, que acabamos de comentar e o outro lado que, apesar de ser contrário à crença comum, pode mostrar como lidar e enfrentar a vida. Então a culpa pode ser saudável, mas dependendo da dosagem também pode destrutiva.

O sentimento de culpa pode torná-la emocionalmente desequilibrada, transtornada e ainda pode destruir sua autoestima. Tudo isso pode gerar péssimos pensamentos que podem afetar praticamente todos os mecanismos físicos e mentais do seu corpo. Muitas vezes você muda até a maneira de falar ou agir e em algumas situações pode se tornar um terrível problema que assombra a sua vida e suga a sua energia.

Após um acontecimento significativamente assustador, vergonhoso, doloroso, um medo, um trauma, um grande erro ou o que quer que a tenha magoada, o cérebro automaticamente inicia uma ciclo repetitivo de pensamentos, em que você não consegue esquecer, fica remoendo de forma incontrolável. É importante ter cuidado com o que você diz para você mesma quando está com dificuldades. Você tem que ter uma conversa interna como se estivesse conversando com um amigo que está passando por problemas.

Você pode caminhar para frente ou permanecer no mesmo lugar de sempre. Só você pode mudar isso, viver uma vida mais plena e bem resolvida. Só que você tem que querer mudar. Só depende de você. Isso pode te dar mais força para sobreviver e vencer! Aquilo que você diz a si mesma de forma repetida fica enraizado na sua mente e pode ter efeitos enormes nas suas ações, fazendo de você uma pessoa melhor, mais consciente, mais inteligente e mais experiente evitando erros futuros.

O sentimento de culpa é um processo natural, mas você precisa se livrar dele

O sentimento de culpa é um processo natural. Todo mundo lida ou já lidou com ele em algum momento da vida. Para entender melhor o que isso quer dizer, “culpa” é o termo usado para sentimentos negativos que repetidamente sentimos após cometer algo considerado errado ou até mesmo quando esperamos algo de nós e não conseguimos. Por exemplo, você se formou em um curso e sempre esperou que iria conseguir o emprego dos sonhos. Porém, enquanto não chega ao cargo desejado, é necessário passar por funções que não gosta.

O sentimento de culpa aparece por você não estar fazendo o que realmente quer, por preencher um cargo que não a satisfaz. E então se pergunta: o que estou fazendo com minha vida? Por que não estou me fazendo feliz?
Geralmente, o sentimento de culpa começa pela vontade utópica de alcançar a perfeição.

No corpo, a culpa faz a mente ativar a preocupação. Ela revê as escolhas, ações ou resultados que envolvem esse sentimento. Nós experimentamos um sentimento de remorso que, às vezes, tem até consequências físicas, como náuseas, dores de estômago e de cabeça, tensão muscular, entre outras.

Outra situação que o sentimento de culpa aparece é quando você acha que deveria ter feito algo a respeito em alguma situação. Por exemplo: você trabalha há cinco anos em uma empresa e seu colega está no cargo há dez. Os dois são competentes, trabalham direito e fazem todas as tarefas solicitadas.

Porém, o chefe do departamento escolhe promover você ao invés do outro funcionário que está há mais tempo no local. É comum aparecer o sentimento de culpa neste caso. Muitas vezes a pessoa sente que está “roubando” um local que era do outro. Esquece-se que a conquista foi por puro desempenho profissional.

Por si só, o sentimento de culpa não é sempre algo ruim. O remorso promove mudanças no comportamento e sentimentos de empatia. Porém, quando essa culpa não é produtiva, gera um ciclo de tristeza e vergonha. Guardar o sentimento de culpa pode gerar depressão, medo, isolamento e outras alterações emocionais mais preocupantes.

Esse sentimento também gera consequências no dia-a-dia

A pessoa não sabe como lidar com sentimento de culpa e procura aliviá-lo com algumas atitudes. Entre elas: tratar mal quem está ao seu redor, reclamar de tudo, implicar, exagerar na comida, no álcool e até mesmo usar outras drogas. Carregar com você o sentimento de culpa não só atrapalha sua vida como, também, a de terceiros. Por isso você precisa saber como lidar com sentimento de culpa e a se livrar dele.

Como se livrar do sentimento de culpa pode mudar sua vida

O primeiro passo de como se livrar do sentimento de culpa é reconhecer que o ser humano não é perfeito, por isso estamos aptos a errar a qualquer momento. Depois, você precisa reconhecer seus erros. Às vezes nós estamos tão irritados com a situação que não paramos para pensar no que fizemos.

É importante entender, também, a diferença entre responsabilidade e culpa. O sentimento de culpa vem da ideia que as coisas precisam acontecer da forma que queremos e esperamos. Porém, a vida não é controlável. Já a responsabilidade é saber assumir suas atitudes, sejam elas boas ou ruins.

Para ajudar a como lidar com sentimento de culpa, é necessário ter consciência da origem dele. Pergunte-se: o que me fez sentir culpada? Faça uma lista com as respostas. Isso ajudará a compreender melhor os conflitos emocionais que começaram a partir desse sentimento.

Seja sincera com você mesma e não coloque no papel aquilo que não é da sua natureza controlar ou modificar. Por exemplo: você está em um relacionamento onde seu companheiro não a trata como esperado. Ele não liga quando você está doente, não pergunta como foi seu dia no trabalho e vocês não tem sonhos ou vontades parecidas. Colocar-se para baixo não irá resolver a situação. A culpa do seu companheiro não corresponder às suas expectativas não é sua. Não carregue peso nos ombros que não é seu.

Transformar o que sente em algo bom também pode ajudá-la a como lidar com sentimento de culpa. Peça desculpas àqueles que você tratou mal ou estavam envolvidos na situação que a fez sentir-se culpada. Fazer uma boa ação, por menor que seja, também pode ajudá-la nesse momento.

Além disso, se não conseguir lidar sozinha com esse sentimento, procure alguém para conversar. Pode ser alguém que você confie (amigos e familiares) ou até mesmo um profissional especialista, que irá ajudá-la a se livrar desse sentimento, entende-lo e escolher qual melhor atitude tomar.

Aprender a como lidar com sentimento de culpa pode transformar sua vida. É importante entender de onde vem esse sentimento e se auto perdoar, caso você tenha cometido algum erro. Procure não se colocar para baixo. Diga a si mesma palavras que aumentem sua autoestima, como: “eu sou boa, alegre e saudável”.

Ou até mesmo relembre conquistas: “tenho uma casa própria, o emprego dos sonhos e uma família que eu amo”. Todos nós erramos e é normal sentir culpa. Porém, não se deixe derrubar por ela. Entenda seus erros, tome atitudes para consertá-los, mas não deixe o sentimento de culpa prejudicar sua vida.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: