Como Reagir quando se está Apaixonada

Como Reagir quando se está Apaixonada
Avalie esse artigo

Não há dúvida de que o amor é um dos sentimentos humanos mais intensos: transcende, questiona e às vezes até nos tortura. O ditado nos diz “quando amamos, sabemos”, mas às vezes não é tão fácil ver a si mesma no amor.

Às vezes, não queremos reconhecer que estamos amando, outras vezes não sabemos reconhecer se, de fato, o que sentimos, é amor ou se é apenas uma paixão temporária, uma atração física. Aqui, vamos te mostrar se você realmente está amando, e ainda vamos te ajudar a lidar com esse sentimento, visto que nem todas as pessoas conseguem fazer isso com naturalidade e espontaneidade, e por fim, acabam estragando as coisas.

O que é amor

Durante séculos, filósofos, poetas, psicólogos, mas também cientistas, tentaram ou ainda estão tentando definir o estado de amor e entender o que, por natureza, não pode ser fundamentado. Aqui está uma questão muito difícil.

Erich Fromm, um psicanalista norte-americano, diz que “O paradoxo do amor está no fato de que dois seres se tornam um e permanecem dois”. Nesse sentido, o amor seria antes de tudo um sentimento de fusão. Freud explica, além disso, que o encontro amoroso corresponde à convergência de dois elementos inconscientes entrando em ressonância.

Cada um de nós está procurando o amor, ideal e idealizado, do vínculo com a mãe. O ente querido, assim, devolve o indivíduo à imagem inconsciente do pai. O espaço do amor, portanto, não é nem real nem totalmente fantasiado, está localizado no centro, em um espaço que os psicólogos chamam de intermediário.

O amor é uma mistura inebriante de sentimentos, uma confusão intensa dentro de cada um. No começo tudo é maravilhoso, achamos essa mistura a melhor sensação do mundo, mas depois de um tempo as coisas voltam a seu lugar, recuperamos nossa consciência e então devemos encarar a realidade, e ela nem sempre é fácil.

Sinais físicos

O sentimento de amor é refletido no foco de atenção, nada mais importa, mas também em pensamentos intrusivos, como “Eu penso nele o tempo todo”. A descarga hormonal produz um estado de exaltação e grande energia, uma sensação de bem-estar invade os amantes. É exatamente essa sensação que acaba por nos deixar, de certa forma, inconscientes.

O amor é caracterizado por uma atividade exagerada do corpo: distúrbio do sono, excitação sexual e intelectual, palpitações cardíacas, tremores, ansiedade, etc. Também resulta em uma forte dependência entre os dois parceiros que não querem e não podem se separar sob pena de sofrer falta e tristeza.

A ausência do outro é às vezes tão insuportável que leva a pôr-se em perigo para alcançar o amante ou pôr fim à dor causada pela separação. O amor seria comparável a um poderoso elixir, mas também uma droga que não pode prescindir.

Amor à primeira vista ou amor construído

A história do encontro amoroso representa um grande clássico de escritos literários como conversas entre amigos. De fato, ocupa um lugar importante no imaginário coletivo. Todo mundo espera que o amor seja ideal, mágico, perfeito. O encontro seria uma revelação.

Isso significa que aqueles que preferem construir seu amor em uma sucessão de vínculos emocionais que evoluem ao longo do tempo, não conhecem o verdadeiro sentimento de amor? Não, claro, porque a mitos fantasiados são acrescentadas as dimensões sociais.

Dentro de alguns séculos, as normas para a formação do casal terão evoluído se as convenções dissessem que a reunião deve ser seguida por um tempo de ‘conhecimento do outro’ e de primeiros beijos e gestos do concurso antes de considerar o ato sexual, normas sociais contemporâneas estão longe disso. Hoje, o ato sexual acompanha rapidamente a reunião e, se os parceiros realmente gostarem, decidem se conhecer melhor. Assim, a multiplicação de parceiros sexuais e breves aventuras representa uma transformação significativa nos relacionamentos amorosos nos últimos trinta anos.

Hoje, o desenvolvimento da Internet está transformando modelos relacionais. A distância impedindo o contato físico, afinidades são formadas em torno de diálogos, desejos e interesses comuns, sendo o ato sexual relegado a segundo plano.

Quando a paixão se desvanece

Nos primeiros estágios do amor, segue-se um estágio em que os sinais de paixão diminuem gradualmente, a imagem idealizada desmorona, a fixação no outro desaparece, deixando que todos encontrem seus centros de interesse e devolvam um lugar para os outros em sua vida. Viver este momento significa o desaparecimento do amor? Não obviamente, mas é essencial na construção de um relacionamento duradouro, porque corresponde ao retorno dos “amantes” a realidade.

O conceito de compromisso é inserido no casal, pois cada um encontra sua capacidade de raciocinar e, portanto, de fazer escolhas: o primeiro será optar por amar o parceiro e, assim, continuar o relacionamento, ou, inversamente, para recuperar sua independência para reviver, talvez, as alegrias do nascimento do amor.

Enfim, amar não é fácil. Tudo começa de uma forma tão intensa que muitas vezes somos incapazes de agir conscientemente. Somente depois de algum tempo nós podemos, enfim, entender nossos sentimentos, nossa relação com a pessoa, e ver se o sentimento em questão, é de verdade, o amor.

Muitas pessoas acabam por se confundir, e antes mesmo de chegar esse momento elas decidem por firmar compromissos, casar, morar junto e até formar família. E então, acontece que, depois de um tempo, as pessoas caem em si e percebem que não há mais motivos para estarem juntos, que aquele amor todo que parecia existir era apenas uma paixão temporária. E é aí que as pessoas acabam ficando juntas por apego, e se entregam a relações infelizes.

Aproveite o melhor estágio de um relacionamento, que é a paixão ardente, mas espere que esse momento passe para então poder tomar qualquer decisão por seu casal. Essa é a decisão mais segura que você pode tomar, tanto por você, quanto por seu companheiro.

Se realmente for amor, vocês terão todo o resto da vida de vocês para firmar compromisso e ser feliz, formar sua família. Mas se não for, ambos tem a chance de procurar outro relacionamento, sem se magoar, se ferir, se decepcionar, achando que haviam encontrado finalmente o seu grande amor.

Livro para Conquistar um Homem:

Pesquisamos na internet e descobrimos alguns Livros para Conquistar um Homem.

Após pesquisar tudo sobre Frases da Conquista, verificar a procedência e qualidade. Também verificamos o que tinha menos reclamações no Reclame Aqui e o que tem mais depoimentos mostrando resultados reais da eficácia.

O melhor Livro que ensina como Conquistar um Homem foi o Frases da Conquista.

Frases da Conquista Funciona?

Frases da Conquista é um Livro com técnicas simples de hipinose e comportamento humano. É um livro best-seller, segundo a autora mais de 130mil cópias vendidas até 2017. Um livro que já está sendo aplicado e tranformando a vida de mulheres que não sabiam como lidar com os homens.

A ÓTIMA NOTÍCIA é que está disponível a venda para todo Brasil pela Internet no site http://thaisortins.com.br

Depoimento e avaliações do Frases da Conquista:

No site oficial você encontra tudo como funciona o Frases da Conquista, aqui tem um depoimento de uma das leitoras do livro

Onde Comprar Frases da Conquista:

O Frases da Conquista é vendido SOMENTE no site oficial
Cuidado: tem falsificadores que se aproveitam do sucesso do Frases da Conquista para ganhar dinheiro ilegalmente vendendo o Frases da Conquista, não caia nessa armadilha, sempre compre no site oficial: http://thaisortins.com.br/. Qualquer outro site, inclusive mercado livre e outros vendem produtos falsificados e podem acabar te fazendo mau à saúde.

DESCONTO EXCLUSIVO do Frases da Conquista para leitores do blog:

CLIQUE AQUI PARA GARANTIR O DESCONTO:
Conseguimos um desconto exclusivo por algumas horas para nossos leitores,
ATENÇÃO: Esse desconto encerra em: 05:31 minutos!
Saiba Mais
CLIQUE AQUI PARA GARANTIR O DESCONTO »
Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: