Como reconquistar um amor de maneira natural (IMPERDÍVEL)

Como reconquistar um amor de maneira natural (IMPERDÍVEL)
Avalie esse artigo

Passada a fase da aproximação, em que colocamos todos os nossos esforços para cativar a pessoa desejada, vem a estabilidade no relacionamento. Porém, engana-se quem acha que tudo está garantido e não há mais motivos para continuar se dedicando.

Por mais que a gente tenha o anseio de sentir a tranquilidade de que o(a) namorado(a) ou marido(esposa) está ali para ficar, é preciso alimentar esse vínculo afetivo constantemente. E, mesmo assim, a relação ainda pode vir a acabar.

Você está passando por uma situação desse tipo e quer, a qualquer custo, reconquistar o(a) ex? Essa tarefa pode ser ainda mais complicada do que a primeira conquista. A boa notícia é que ela não é impossível.

Hoje, conversaremos sobre dicas de como seduzir seu amor novamente e de forma natural. Com a metodologia adequada, suas chances de fazer com que a pessoa se apaixone por você novamente são significativas. Quer ver só? Acompanhe a leitura!

 

Primeiramente, você tem certeza de que quer reatar?

 

Pare e pense: quais foram os reais motivos do rompimento? Faça um momento de reflexão e tenha certeza se vale ou não a pena reconquistar essa pessoa.

Se o motivo do fim foi alguma atitude errada que você teve, precisa estar ciente de que é imprescindível mudar sua postura. E se a razão foi algo errado que a outra pessoa fez, você tem certeza de que tem disposição suficiente para superar essa mágoa?

Perceba a importância de se conseguir superar e perdoar os erros cometidos, sejam seus ou do outro. Caso contrário, não tem como dar certo essa reaproximação.

Outra coisa fundamental é reavaliar esse vínculo perdido e ter a certeza de que a felicidade que ele promove é real. Voltar apenas por carência, costume com a presença da pessoa ou simplesmente por medo de ficar só é um erro.

Agora, se o motivo desse término foi algo banal e se você sente que ainda há chances de fazer dar certo: mãos à obra! Vale a pena consertar o que está estragado ao invés de jogar fora, certo?

 

O que você não deve fazer

 

Antes de partirmos para as dicas propriamente ditas, é preciso retomar alguns equívocos que todo mundo sabe como são maléficos, mas sempre corremos o risco de cometer.

Quando somos movidos somente pela emoção, podemos jogar nosso orgulho na lata do lixo e implorar pelo retorno: por favor, não faça isso! Valorize-se e aja com consciência.

Ao invés de focar apenas na reconquista do amor por outrem, não esqueça do seu amor próprio. Nada de mandar mensagens ou fazer ligações desesperadas. Na verdade, o mais recomendado é deixar a pessoa amada sem notícias suas por alguns dias. Afinal, ela também precisa reavaliar a própria postura e sentir sua falta.

Não aja por impulso, ciúme, raiva ou qualquer sentimento louco decorrente do afastamento. Qualquer deslize e todos os seus esforços podem ser postos em risco. Programe-se para não ter muito tempo ocioso, ocupando sua cabeça com outros assuntos também.

Lembre-se que no processo de reconquista podemos aprender com nossos erros e agir com mais maturidade e consciência do que anteriormente. Um passo de cada vez.

 

Iniciando a reaproximação

 

Passado o primeiro momento, chegou a hora de se reaproximar naturalmente e aos poucos. Se o seu amor ainda não tiver procurado por você, ele está ao menos curioso para saber a seu respeito. Você pode tomar a iniciativa. Todavia, faça esse movimento com sabedoria.

Duas formas são recomendadas, nesse caso. Uma, é contar com amigos em comum para promover uma situação em que se vejam “por acaso”. Uma festa, um programa ao ar livre no fim de semana, um passeio no shopping… qualquer atividade vale, desde que resulte em marcar um novo encontro a sós.

Outra maneira de criar essa reaproximação é entrar em contato diretamente com a pessoa. Use um pretexto inteligente. Ligue “sem querer” e diga que foi algo automático, desculpando-se. Observe como vai ser a reação.

Você também pode falar sobre algum filme, série, comidinha especial, algum assunto em comum que fez com que se lembrasse do relacionamento. Diga que ainda se importa e gostaria que soubesse disso. Convide para se encontrarem pessoalmente para um café.

Esse tipo de contato lhe permitirá medir a temperatura da situação. Além disso, lhe ajudará a tomar decisões quanto aos próximos passos.

 

Agora sim, veja como reconquistar seu amor de vez!

 

Hora do reencontro propriamente dito. Agora é o momento de aplicar algumas técnicas certeiras e apostar todas as fichas nos seus argumentos.

Preferencialmente, tenha algo diferente na sua aparência ou postura que atraia a outra pessoa. Ela precisa notar que a distância lhe fez bem. Não faça nada exagerado ou diferente da sua personalidade, apenas acentue algo que ele(a) gosta.

Ao conversar e colocar as cartas na mesa, lembre o seu amor de como você é. De como vocês eram juntos. Foque nos momentos felizes, sem frisar nas mágoas do passado.

Por mais que seja importante esclarecer os erros, não vale a pena usá-los como chantagem ou pretexto para provar que você é quem tem a razão. Isso afasta os outros ao invés de aproximar. Portanto, nada de cobranças.

Para ser natural, é preciso relembrar de como foi quando vocês se conheceram. Os assuntos que vocês têm em comum e gostam. Estabeleça uma dinâmica positiva, um ciclo virtuoso que leve a sorrisos e não à mais mágoas.

 

E se não der certo?

 

Por mais que tenhamos o desejo de controlar tudo, nem sempre é possível. Promover uma reaproximação com a pessoa amada vale a pena mas não é a garantia de que dará certo.

Ainda que você tenha sido sutil e natural, siga sua intuição caso perceba que a química está desconexa. Se os seus movimentos até aqui não tiverem dado certo, dê tempo ao tempo. Reavalie se ainda há como retomar o relacionamento como casal ou se, pelo menos por hora, é melhor manter apenas a amizade.

Manter o equilíbrio e encarar os fatos sem considerar nossas vontades apenas como caprichos é sempre a melhor pedida. Coloque suas energias no que realmente faz bem para você!

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: