Como Sair De Um Relacionamento Tóxico: 10 Estratégias (IMPERDÍVEL)

Como Sair De Um Relacionamento Tóxico: 10 Estratégias (IMPERDÍVEL)
Avalie esse artigo

Saber sair de um relacionamento tóxico é necessário para evitar males maiores, evitar o prolongamento da situação e começar a viver uma nova vida de maior bem-estar. Quando nos apaixonamos, é comum idealizar a outra pessoa e ignorar detalhes ou situações que de outra forma não toleraríamos. Por essa razão, uma das principais características das relações tóxicas é que elas são difíceis de reconhecer por aqueles que sofrem com isso.

Habitualmente as pessoas de seu ambiente sim que estão conscientes de que essa relação não é saudável, do dano que causa na pessoa e do mal-estar que pouco a pouco está minando-a. Mas os membros do casal parecem não ter consciência dessa situação.

 Estratégias para sair de um relacionamento tóxico

1- Tome consciência do que acontece

O primeiro passo para terminar o relacionamento é tomar consciência do que acontece. Reconheça que existe um problema e que não estamos felizes neste relacionamento. Por mais que as pessoas ao seu redor conscientes dos danos causados ​​por esta relação e fazer conhecer a pessoa, até que ela não tem conhecimento e reconhecê-lo como tal, não vai dar qualquer passo fora da relação.

Do lado de fora é muito fácil detectá-lo, mas a pessoa que está no relacionamento tem uma série de fatores que o impedem de reconhecê-lo. Como, por exemplo, que apesar de tudo, ela está apaixonada pela outra pessoa, que ela continua esperando que a outra pessoa mude, ou que sua baixa autoestima a impeça de ter força suficiente para terminá-la.

2- Perder o medo das consequências

Uma vez que você esteja ciente do problema, o próximo passo é perder o medo das conseqüências que podem resultar da separação. Muitas vezes esse medo é o que mantém a pessoa nessa relação tóxica. Pode ser útil pensar que, embora possa haver consequências desagradáveis ​​ao sair do relacionamento, mantê-lo já está tendo essas conseqüências para nossa saúde e bem-estar.

3- Perder o medo da solidão

Outro medo que precisa ser perdido é o medo da solidão. Devemos descartar a idéia de que sozinhos ou sozinhos não saberemos administrar as dificuldades que surgem no dia a dia.

Durante muito tempo, a pessoa acredita que os ganhos são alcançados graças ao apoio do outro, mas logo percebe que eles são graças às suas capacidades, habilidades ou conhecimento, e apoiar outros para alcançar o progresso não é necessário.

4- Cortar por saúde

Uma vez que a decisão de terminar o relacionamento tenha sido feita, é melhor cortá-lo. Isso implica deixar de ter contato com a outra pessoa, não a procurar nas redes sociais para descobrir como sua vida está indo, nem para pedir pessoas comuns a ela.

Esse “período de desintoxicação” é necessário para recuperar a força e, acima de tudo, evitar o perigo de retornar ao relacionamento quando ele ainda não se recuperou o suficiente para não retornar com a pessoa que, na maioria dos casos, ainda quer.

5- Busca por suporte externo

Pedir ajuda de familiares e amigos é uma questão básica e fundamental. Eles nos ajudarão a superar o medo, a tristeza e a confusão que sentimos no momento de terminar o relacionamento.

Nos entes queridos, temos que nos apoiar para seguir em frente. Além de realizar atividades agradáveis ​​e de lazer, eles nos ajudarão a descansar fisicamente e mentalmente, porque durante esse período estaremos envolvidos em outras tarefas.

6- Aceite a penalidade

Embora tenhamos deixado o relacionamento conscientemente e também saibamos que tomar essa decisão é o melhor que poderíamos fazer, isso não impede de sentir pena e tristeza.

Às vezes tem havido muito tempo compartilhado com a outra pessoa e muitas esperanças e recursos investidos em fazer o relacionamento funcionar.  Portanto, o sentimento de tristeza é totalmente normal e, para ser capaz de superá-lo, você tem que aceitá-lo e passar por ele.

7- Concentre-se em si mesmo

É hora de repensar a si mesmo, porque por um longo tempo os desejos e pensamentos de outra pessoa foram colocados antes do seu. É necessário cuidar de si mesmo e fazer tudo o que foi deixado de lado durante esse tempo. Atividades de lazer, reconectar-se com velhos amigos, estudar o que você sempre quis, mas foi adiar, etc.

8- Autoestima do trabalho

Durante o tempo que durou o relacionamento, a autoconfiança foi minada e é essencial trabalhar para recuperá-la. À medida que a pessoa se recupera, ela se torna valiosa novamente, sem a aprovação ou aceitação da outra.

9- Aprenda a aproveitar a solidão novamente

Faça atividades que façam você se sentir bem e que possam ajudá-lo a aproveitar a solidão. Por exemplo, leia um livro, assista a um filme que faz você se sentir bem, visite um museu ou dê um passeio no parque.

10- Pratique técnicas de relaxamento

É possível que depois de dar o passo de deixar o relacionamento, você sinta momentos de nervosismo ou ansiedade. Praticar técnicas de respiração e relaxamento pode ajudá-lo a reduzir o grau de ativação emocional e a melhorar seu bem-estar físico e mental.

Por que mantemos um relacionamento tóxico

baixa autoestima. A pessoa que esteve imersa em tal relação por algum tempo parou de se preocupar consigo mesma, parou de cuidar de si mesma e está pensando em suas necessidades para colocar as da outra antes dela. Ele acredita que sem a outra pessoa ele não é ninguém, que ele precisa ser alguém importante.

Eles esperam que o casal possa mudar. A outra pessoa é justificada, dizendo que teve uma infância difícil, ou que está passando por um momento ruim para se convencer de que pode mudar graças ao seu apoio.

Medo da solidão. Em muitas ocasiões, a etapa de terminar o relacionamento não é tomada porque a pessoa sente que não pode fazer nada por si mesma.

Medo das consequências. Às vezes o relacionamento não é terminado porque a outra pessoa ameaça se machucar ou se machucar.

O sentimento de culpa. Outro fator característico que impede o término do relacionamento é o sentimento de culpa.

Dependência. Em alguns casos, essa dependência não é apenas emocional, mas também econômica. Se o relacionamento terminar, você pode não ter uma renda ou um lugar para morar.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: