Como se Comportar quando você Descobre uma Traição

Como se Comportar quando você Descobre uma Traição
Avalie esse artigo

A pior coisa que pode acontecer em um casal é descobrir uma  traição. Nós sabemos, pode haver altos e baixos, e entre esses baixos há traições. Infelizmente, as traições foram e estão sempre na agenda; na maioria das vezes, o instinto prevalece, a capacidade de perceber se essa atitude é certa ou errada. Por outro lado, a pessoa que demonstra sentimentos, tendo entendido que estava errada, sempre tem o sentimento de culpa e o desejo de refazer seus passos. Veja como se comportar quando você descobrir uma traição.

Você começa a entender desde o começo se essa pessoa está trapaceando ou se traiu; há brigas contínuas e não mais demonstram amor. Quando alguém descobre uma traição, a primeira ação pode ser gritar, chorar, em vez de manter a calma; esse tipo de atitude não ajuda o parceiro nem a si mesmo. Devemos tentar passar a raiva para dentro e depois pensar claramente.

As maneiras de descobrir uma traição são muitas e, certamente, aproveitar o parceiro com as “mãos na bolsa” é o pior de todos. Quando, ao invés disso, você tem tempo para descobrir, existem algumas atitudes que não gostamos mais, apenas para chegar à verdade, e então agir com clareza.

Ver também: Como Esquecer o Garoto dos Sonhos

A coisa a fazer é não fugir, não fuja com a cabeça cheia de perguntas, mas tente conversar e lidar com o problema com o seu parceiro. Além disso, reserve um tempo para desabafar e pensar em si mesmo (é sempre natural e admissível), pensar no que é melhor para você e, depois, com calma e lucidez, confrontar o parceiro que traiu. Nós devemos então falar com ele para entender como ele pode fazer tal coisa, sendo capaz de machucar seu parceiro, entendendo se é uma traição física ou mesmo sentimental.

Sinta-se depois do que ele tem a dizer, se ele se sentir magoado, se ele tentar se aproximar de você, se ele percebeu o que ele fez, se ele sente muito por tudo, se ele esperou pelo momento em que você descobriu que ele deixaria você definitivamente. O confronto é fundamental na vida de um casal. Muitas vezes se pergunta quem foi o amante, os anos, se ele trabalha, mas isso não importa; só se deve tentar entender o motivo do gesto realizado e se alguém ainda quer estar com ele.

A última coisa que resta a fazer é descobrir se a culpa é um pouco ‘da pessoa traição" rel="nofollow" target="_self" >traída, se talvez o ‘traidor’ tinha se sentiu negligenciada e falta de atenção, de acordo com, em seguida, se você estiver disposto a perdoar uma traição ou deixá-lo para ter sucesso em um futuro, para encontrar uma pessoa melhor.  Traição nunca acontece se uma pessoa realmente ama.

Como enfrentar uma pausa para reflexão

Durante a relação de amor, a pessoa dá tudo de si: oferece sua própria alegria, sua própria tristeza, seu próprio entendimento, mas também suas próprias fraquezas. É por isso que, não raro, um dos dois parceiros perde o desejo de lutar, perde a força para apoiar as bases sobre as quais o relacionamento foi construído.

As razões, claro, podem ser muitas: do fim da paixão a um novo amor, do desejo de individualidade ao tédio. Para realmente entender o que você sente, portanto, muitas vezes você confia na famosa pausa de reflexão.

A pausa para a reflexão é um distanciamento momentâneo do casal, que geralmente ocorre para entender os verdadeiros sentimentos que são sentidos pelo outro parceiro. Às vezes é uma desculpa simples para deixar o namorado sem cobrar muita responsabilidade; mas nos casais mais consolidados, a pausa para reflexão também pode salvar o relacionamento se, é claro, o amor verdadeiro subsistir.

Durante a pausa para reflexão, todos os contatos com os que saíram são interrompidos. Se seu parceiro lhe pediu uma pausa para reflexão, espere que ele se faça ouvir; deixe o espaço que você pediu, não o assedie com chamadas e mensagens, mas enquanto isso, reflita sobre as causas que levaram a isso e como você poderia compensar isso. Se, entretanto, esse período de impasse persistir com o tempo, ou seja, por várias semanas ou mesmo meses, não se esfregue com dores.

Neste caso, você deve interpretar as ações do parceiro como uma gentileza, como se ele quisesse lhe dizer com uma das formas menos dolorosas que existe entre você, infelizmente, acabou. Se alguma coisa acontecer, reaja! Vire a página, divirta-se com seus amigos e comece uma nova vida!

Como voltar depois de uma traição

traição, quando descoberto ou confessado, pode resultar em uma ruptura definitiva da relação de torque, ou, em alguns casos, é perdoado e o relatório começa novamente. Na verdade, a pessoa traição" rel="nofollow" target="_self" >traída se sente ofendida e humilhada e duvida que a outra pessoa realmente a ame. Você está se perguntando se é possível voltar depois de uma traição? É só quero isso.

Existem dois tipos de traições: há a traição improvisada, isto é, ocasional, sem envolvimento emocional, a escapatória usual para entender um ao outro. Eu aconselho nunca confessar e apagar todos os seus traços, obviamente, sem repetir o erro nunca mais, já que é realmente inútil minar uma história para um relacionamento físico de curta duração.

O ponto de partida é entender a motivação que levou à traição. Aquele que confessou a traição ou foi descoberto, não deve dar muitos detalhes do que aconteceu, nunca deve reconhecer as qualidades do amante; ele não deve fazer acusações contra a vítima de traição, ele vai se sentir culpado, e é absolutamente errado, porque o objetivo não é demolir o parceiro e exaltar o outro. Nunca voltem juntos para as crianças, seria um grande erro, voltamos a nos unir porque há um sentimento, senão as crianças também serão afetadas.

A parte fundamental é o diálogo: inicialmente é normal gritar, ameaçar, dizer coisas que não são pensadas com raiva e desapontamento, mas, uma vez terminada essa fase, devemos falar clara e calmamente sobre ela. Este é o momento mais difícil, na verdade a falta de comunicação e compartilhamento são muitas vezes a causa de muitas traições.

Se você não tem a serenidade certa, é melhor adiar o diálogo, porque isso poderia agravar ainda mais a situação, dizendo frases que poderiam prejudicar a recuperação do relacionamento para sempre. Aqueles que traíram devem falar primeiro, deixando claro que estão verdadeiramente arrependidos, que foram egoístas e que estiveram errados: tenha cuidado, porém, estas palavras só devem ser pronunciadas se forem sinceras.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: