Como ser otimista em um relacionamento?

Como ser otimista em um relacionamento?
Avalie esse artigo

Como ser mais otimista no relacionamento? Uma dúvida cruel, que costuma assombrar a cabeça das mulheres age como aqueles dias nublados, em que não há lugar nem mesmo para um pequeno raio de sol.

No entanto, como em muitos outros momentos da vida, mesmo em outros aspectos, como da vida pessoal, profissional, etc, é comum que uma nuvem que declara tempestade em breve apareça.

Lembro de uma amiga, a Valéria, sempre muito pessimista em relação aos seus relacionamentos amorosos, que nem bem começava a sair com um cara já dizia que sabia que estava entrando em confusão.

Ver também: Como agir para não perder o seu namorado

Eu, mais jovem do que ela, e ainda um pouco inexperiente nos assuntos do coração, achava graça do seu jeito, sempre cômico de agir, agitando as mãos e balançando as pulseiras.

No entanto, ao mesmo tempo ficava com um ponto de interrogação: por que ela já está prevendo isso, se nem bem conhece o cara direito e mais: se ela acha que é confusão, por que está saindo com ele, não é melhor cair logo fora de uma vez? Com o tempo, conheci melhor a Valéria e a sua história se repetia: se apaixonava por um homem e logo já dizia que estava entrando em outra fria.

Valéria é dessas mulheres que gosta de se arrumar, caprichar no visual, cuida da alimentação para manter a forma, é extrovertida e muito falante. Porém, por trás disso tudo está uma mulher com uma história nem tão feliz assim, como ela aparenta ser.

Ela se apaixonou muito cedo por um rapaz e em pouco tempo, depois de achar que aquele conto de fadas iria durar para sempre, foi magoada.

A partir de então, busca homens com o mesmo perfil daquele rapaz de anos atrás, que faz o tipo galã, mas na verdade não dá valor aos relacionamentos que tem, pois é infiel e mentiroso.

Talvez por não ter superado aquele primeiro pé na bunda ou porque na verdade tem medo de se envolver sério com alguém é com homens que não são garantia de uma relação feliz com quem ela acaba sempre se envolvendo.

APRENDA A SER MAIS OTIMISTA NA RELAÇÃO

Acredito que nos últimos anos Valéria tenha mudado a sua perspectiva sobre a sua vida amorosa e tem dado uma chance ao amor, ao se relacionar com homens que são mais gentis e responsáveis. Com isso, ela também se tornou mais otimista no relacionamento, ao parar de bater na mesma tecla.

Se você anda achando que nunca vai encontrar o cara certo, talvez esteja na hora de mudar a sua concepção, sair de relacionamentos que você vê de longe que são enrascadas e apostar em caras que merecem estar ao seu lado.

Quando nos envolvemos apenas com cafajestes, é normal que o nosso destino esteja fadado à solidão. Mas apenas cada uma de nós pode mudar isso, ao saber superar o que de ruim aconteceu no passado e não pensar que a qualquer momento tudo vai acontecer de novo.

Quando conseguimos fazer isso, é possível dar uma chance ao amor e nos dar ao direito de viver uma linda história amorosa, feliz e completa. Outra dica de como ser mais otimista no relacionamento é entender algumas coisas básicas sobre os relacionamentos e inclusive sobre os homens.

Ao entendermos que homens e mulheres agem diferente e que mesmo um homem pode ter atitudes distintas de outros homens, compreende-se que cada pessoa é única e o nosso desafio está em perceber as suas qualidade e não querer que elas ajam como gostaríamos que agisse.

Por isso, ao conhecer um cara interessante não espere dele isso ou aquilo, que tenha um comportamento A ou B, apenas busque conhecê-lo, perceber o que ele, do jeito dele, faz naquele momento.

Isso vai ajudar você a saber se ele é um cara com quem você quer estar ou não. Muitas vezes, a sociedade, o que pode se resumir ao grupo das suas amigas, fala coisas do tipo: o homem tem que agir de forma X no primeiro encontro, senão, ele é um babaca.

Opa opa quem foi que elegeu as suas amigas as sabichonas que pré-determinaram o comportamento correto do sexo masculino?

O que vale nessa hora é saber se você gostou ou não do jeito que ele agiu, pois é você que pode iniciar uma relação com ele e não as suas amigas, não é mesmo?

DÁ PRA SER OTIMISTA NO RELACIONAMENTO SEM FALSIDADE?

Voltando à história da Valéria, essa amiga que, sem perceber, me ensinou muito sobre as mulheres e os relacionamentos, lembro que ela sempre dizia assim: “é, príncipe encantado não existe”.

Mas isso era dito com muita tristeza, como se ela realmente tivesse acreditado no passado na possibilidade dele existir e talvez ainda no fundo do seu coração acreditasse que um dia ele poderia surgir galopando sobre o seu alazão.

Mas quando Valéria colocou os pés no chão e percebeu que realmente príncipes encantados só pertencem às histórias de contos de fada, quando a ficha caiu, foi meio caminho andado para que ela começasse a escolher melhor os seus relacionamentos amorosos futuros.

Ao entender que o homem perfeito não existe, mas que também não é por causa disso que é necessário se envolver com qualquer mané, tudo ficou mais fácil.

Por isso, se você é do tipo que não anda pessimista com o seu relacionamento porque está esperando que o seu namorado ou mesmo marido dê uma de príncipe encantado, é melhor tirar o cavalinho da chuva.

O homem com quem você está pertence ao mundo real, ele é de carne e osso, humano, passíveis de erros, assim como você. Então, não fique vendo em sua relação o que está faltando, mas sim, o que existe de melhor.

Claro que com isso não quero dizer que você tem que se contentar com o jeito de ser do homem com quem está mesmo que ele se comporte como um babaca, segundo os seus parâmetros.

Você deve amá-lo pelo que ele é, mas se ele não tem nada de bom a oferecer então realmente não merece o seu amor e o que deve ser feito é dar um pé na bunda dele e saber que a fila anda e que mais cedo ou mais tarde você vai encontrar a metade da sua laranja.

Mas para que isso aconteça do melhor jeito, é preciso escolher uma metade que combine com você, com quem você se sinta bem e que lhe faça feliz. Além disso, vale lembrar que os problemas e mesmo as crises nas relações amorosas são normais.

Não imagine que um relacionamento está completamente seguro de uma briguinha só porque acontece entre duas pessoas que se amam.

Claro que o melhor é sempre optar pela conversa sincera e não esperar que os probleminhas virem bolas de neve, o que realmente pode levar a sua relação para a beira do abismo.

Por isso, cultivar momentos divertidos e de sedução deve ser uma constante na sua relação, seja um namoro recente ou um casamento de décadas. Se você acha que o seu amor está deixando a desejar, tome você a iniciativa e sugira um programa especial a dois.

E aí, ainda pensando de forma negativa? Ou já está reservando dois lugares em um restaurante bem romântico?

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: