Como superar o passado e ter um casamento mais feliz?

Como superar o passado e ter um casamento mais feliz?
Avalie esse artigo

Com o tempo, todo casamento passa por altos e baixos. Mas, quando as feridas e sofrimentos dos problemas e crises ficam inflamadas, por muito tempo, eles podem envenenar o casamento. Entretanto, a boa notícia é que nunca é tarde demais para começar o processo de cura. Aqui vão algumas dicas de como curar antigas cicatrizes emocionais e ter um casamento feliz.

Ver também: Como manter a ex namorada do seu atual namorado longe do relacionamento de vocês

Comece em pratos limpos 

Não será possível curar seu casamento das amarguras passadas, se continuarem arranhando as antigas feridas emocionais. Tentem deixar as crises, recriminações e sofrimentos onde eles pertencem – no passado.

Ofereça e busque perdoar todo sofrimento e dor que você e seu parceiro causaram um ao outro. Carregar por aí toda essa bagagem emocional vai não apenas impedi-los de fazer as pazes um com o outro, mas vai, em tempo, levar cada nova iniciativa e discussão sobre seu casamento para o pântano dos problemas do passado. Portanto, comece a injetar novos ares no relacionamento e deixe o passado enterrar seus mortos.

Lembre como costumava ser 

Lembrem-se como costumava ser entre vocês, quando começaram a namorar, ou nos primeiros tempos do casamento. Tente pensar em todas as coisas especiais que você fazia para seu parceiro, como fazer o bolo preferido dele uma vez por semana ou levá-la ao seu bar preferido, toda sexta-feira à noite.

Refresque a memória dos tempos felizes e das coisas divertidas que faziam juntos. Tudo isso irá ajudá-los a mergulhar profundamente em vocês, e a trazer de volta os sentimentos de amor e respeito por seu marido, o que é necessário para a sobrevivência e manutenção de qualquer casamento feliz.

Contenha-se 

A maior parte das cicatrizes emocionais, em um casamento, é resultante de palavras duras e respostas precipitadas. Quando se está sob estresse, é fácil dizer e fazer coisas que podem parecer injustificadas quando tudo se acalma.

Portanto, se você, sinceramente, quer fazer seu casamento feliz, ambos devem conscientemente decidir evitar fazer comentários amargos ou danosos sobre o outro. Lembrem-se de manter a voz baixa durante as discussões e os problemas, e não se esqueçam de tratar o outro com respeito e cortesia o tempo todo.

Mesmo que haja problemas que necessitam ser resolvidos, usem uma forma educada e construtiva de passar seus pontos de vista, ao invés de enumerarem as antigas feridas ou infligirem novas.

Tome a iniciativa 

Quantas vezes você desejou ir um pouco mais fundo em amar e servir seu marido, mas desistiu, por medo do desinteresse ou pior, da rejeição? Faça de hoje o dia em que você vai comprar um cartão romântico para seu esposo, ou escrever uma carta, dizendo o quanto o ama.

Elogie seu parceiro sobre o que está vestindo, sobre o cabelo ou perfume e, não apenas isso o fará se sentir especial, mas talvez encoraje-o a fazer o mesmo por você. Use pequenos gestos para mostrar amor a seu parceiro, como levar um pedaço da torta favorita dele para casa, ou se oferecer para massagear seus ombros, após um dia duro de trabalho.

E mesmo que ele não retribua à princípio, mantenha os esforços e mais cedo ou mais tarde, seu esposo irá perceber sua sinceridade em tornar o casamento feliz após os problemas e crises do passado.

Assuma responsabilidades

Ao passo que é necessário mostrar seu amor, de muitas maneiras, é igualmente importante perguntar a si mesmo que aspectos de seu comportamento incomodam ou magoam seu parceiro, e assumir responsabilidade suficiente para evitá-los em seu relacionamento.

Todo ser humano possui uma falha ou outra em sua personalidade – um parceiro pode ser lento para assumir responsabilidades, enquanto que o outro pode ter o pavio muito curto – mas, a menos que tenham decidido efetuar algumas mudanças positivas e modificar os aspectos negativos, nenhuma quantidade de gestos românticos ou palavras doces será capaz de fazer um casamento feliz de verdade.

Reviva a intimidade com seu parceiro 

A intimidade é uma das primeiras áreas a sofrer quando ambos param de tratar um ao outro com amor e respeito. Anos, ou até mesmo meses de crises repetidas, brigas e insultos, podem macular os sentimentos de atração sexual que você e seu parceiro tinham inicialmente um pelo outro, o que termina resultando em que o sexo não vem mais naturalmente.

Se este é o caso, tente se aproximar de seu parceiro de uma maneira não-sexual, a princípio – como curtir um jantar romântico à luz de velas, ou fazer nele uma relaxante massagem nas costas. Assim que estiverem à vontade fisicamente um com o outro, vocês podem ir com a intimidade um passo à frente, guiados pelos seus desejos mútuos.

Controle o que puder

Entretanto, apesar dos seus maiores esforços para tornar novamente seu casamento feliz, você pode encontrar seu marido te tratando com indiferença, ou pior, com desprezo. Para ter um casamento feliz, ambos os parceiros precisam fazer um esforço ativo.

Numa situação onde seu marido simplesmente não está interessado em fazer as coisas funcionar, há pouco o que se possa fazer ao outro para proporcionar um ambiente em que ele não se sinta atacado, quando você pede por mudanças positivas para salvar o casamento.

Não é possível forçar alguém a amar você, mas lembre-se que você pode controlar como você o trata. Comporte-se com respeito e dignidade para com ele, e deixe claro que você espera o mesmo dele.

Busque auxilio profissional

Um conselheiro matrimonial ou um terapeuta são as melhores apostas quando você não é capaz de reparar o casamento sozinha. Frequentemente, as cicatrizes emocionais de um casamento em crise são tão profundas, que é necessária uma mão treinada e imparcial para colocar as coisas na perspectiva apropriada e para oferecer um primeiro toque de alívio.

Mesmo que você não consiga convencer seu parceiro a frequentar a terapia, vá sozinha. O efeito do aconselhamento, sem dúvida, alivia suas próprias feridas e, mais tarde, seu esposo pode ficar pronto para te acompanhar.

Finalmente, você precisa ter paciência para deixar que seu casamento se cure dos problemas passados. Portanto, não importa quão doloroso tudo tenha sido, faça todos os esforços para salvar seu casamento e o resultado pode valer a pena.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: