Confira os mitos e as verdades dos homens sobre a respeito das vaginas:

Confira os mitos e as verdades dos homens sobre a respeito das vaginas:
Avalie esse artigo

Segundo osite Wikipédia, uma das definições dada sobre o que é mito pode ser:  “No estudo de folclore, um mito é uma narrativa sagrada que explica como o mundo e a humanidade vieram a ser da forma que é atualmente”, pois bem, vamos então desmitificar algumas coisas sobre a sua origem, por onde você provavelmente passou um dia, aliás, no seu primeiro dia de vida na terra:A vagina!

Vamos começar pela origem da palavra, vagina vem do latim cuja tradução literal significa um estojo para proteger uma, faca ou espada. Não que a função dela seja esta, aliás, não seria conveniente denominar uma função determina para um órgão tão polêmico quanto os famosos mamilos, mas enfim, já da para ter uma noção que desde a época em que as pessoas falavam latim ela já era mitificada.

Na idade média acreditava-se que as mulheres geravam os bebês sozinhos, que dentro da barriga delas viviam vários micros humanos, para vocês identificarem quão longe vai essa história.

Ver também: Como resolver os problemas do relacionamento virtual?

 

Séculos se passaram e ainda temos muitos mitos sobre a vagina, dúvidas que nunca foram feitas ou dúvidas que nunca foram sanadas, tem mito pra todo tipo de gosto, verdades esclarecidas são poucas, portanto vamos relatar algumas curiosidades sobre este órgão:

Quantos de nós não passamos pela aula de biologia aprendendo somente a função biológica no sentido reprodutor dos nossos órgãos? No aspecto feminino e masculino.

Costuma-se mostrar uma imagem no livro dizendo como funciona como somos gerados e assim vai, mas sobre o que diz a respeito de autoconhecimento, pouco apreendemos, poucas escolas oferecem educação especial, no caso da rede pública, as vezes nem de biologia e muito menos aula sobre “educação” sexual.

Algumas curiosidades sobre a vagina

Boas partes das pessoas utilizam a palavra vagina para designar aquilo vê externamente, isto é mito. Ela não é só um orifício, com pelinhos e um clitóris pendurado (alguns acham que esta parte não funciona, é só enfeite). A vagina na realidade é um conjunto de tecido tubular que liga desde a abertura até o colo do útero.

Sim, elas são ultrassensíveis. Se você pensa que passar um abacaxi por ali, é moleza, não é não. Ela é essencialmente um músculo muito rugoso, repleto de terminações nervosas sensoriais;

Ela é bem elástica, quando não esta sendo estimulada, ela tem em torno de 7cm a 8cm, podendo expandir até muito mais do que isso durante uma relação sexual ou em uma parto. Hímen é uma pele que possui uma abertura pequena para saída de algumas secreções, uma parte do órgão muito mitificado também.

Muitas mulheres já passaram por algum constrangimento sobre a forma que perdeu a virgindade ou porque não casaram virgens, até fizeram uma novela uma época demonstrando o valor hímen para algumas culturas,há casos que não existem a  membrana, há casos em que a pele não rompe e há quem acha interessante reconstruí-lo,

O mais curioso é que em vários mamíferos também existe hímen, um deles: Elefantes, chimpanzés e elefantes.

Cheirinho: As bactérias estão sempre presentes na flora vaginal, se um cheiro for um pouco mais forte que o habitual, pode ser que ela esteja com alguma infecção ou com alguma doença sexualmente transmissível.

Contudo, milhares de mulheres lavam milhares de vezes com sabão, água e algumas outras coisas. Não é legal lavar com qualquer sabonete e muito menos aplicar produtos para tirar o odor dela, aceita o cheirinho dela que é mais saudável.

Se o seu parceiro não gosta do cheirinho natural dela, converse com ele e mostre que os abusos de alguns produtos podem afetar a sua saúde.

Ponto mais legal que existe é oPonto G

Ele é basicamente mais uma das zonas erógenas da vagina, quando estimulada pode elevar o nível de excitação sexualas alturas, como achar?Primeiramente você deve estar relaxa para que as paredes fiquem bem lubrificadas, sabe aquele liquido que parece clara de ovo? É este mesmo.

Ele fica entre a entrada dela e parede do útero, se você estiver sendo bem estimulada ou se estimular, tocando achara o tal do ponto, ele é mais saliente e você sentira uma sensibilidade muito alta.

Se estiver sozinha, deitada é melhor para achar a posição do seu ponto G e se você for fazer na sua parceira, estimule o clitóris e com o dedo procure tatear delicadamente até achar à saliência. Dialogar nesta hora é sempre importante, perguntar se esta sentindo prazer, ela dizer onde é melhor etc.

Lubrificação

Muitas mulheres já passaram pela situação de na hora da relação não estarem tão lubrificadas, por quê? As vezes ela simplesmente não está sendo bem estimulada. É comum ocorrer esta lubrificação também quando ela não esta estimulada ou a fim de ter uma relação sexual,a vagina é um órgão que esta sempre úmido.

O clitóris

Campainha dos deuses, ele está ali, muitos não enxergam de primeira, mas ele existe e está muito além do os olhos podem ver. Existe uma glande que se separam em ambos os lados da vagina, ele começa lá na pontinha e vai até o final da abertura. Existe uma capinha, chamada de capuz clitorial, que nem todas as mulheres querem que seja levantada, pois é muito sensível. Se ela não estiver afim, não tem puxar a capinha, ok?

Você pode explorar várias posiçõesque podem facilitar o estímulo durante a relação sexual  de todas as áreas erógenas, quem conseguir fazer com que todos sejam estimulados não estará fazendo nada que a sua parceira não tenha direito também.

E finalmente, o órgão principal, a mente, procure escutar a parceira durante a relação ou procure conversar sobre o assunto se você é mulher esta lendo este artigo, como já foi dito, ainda é um mito para muitas pessoas.

É complicado ser a parte mais fraca de quem oprimido por séculos na história, tendemos a ficar caladas por vários motivos, até nos privar de todos os sentidos, principalmente aquele que dá prazer.

 

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: