Conheça 8 fatores que agravam as olheiras

Conheça 8 fatores que agravam as olheiras
Avalie esse artigo

Se é uma coisa que incomoda é ter olheiras, mas graças a maquiagem podemos disfarçar isso que deixa nosso rostinho lindo bem pra baixo. E quem tem ou não teve as temidasolheiras ao menos uma vez na vida?

Pois é, varias pessoas, são ou já foi refém deste escurecimento da região em torno dos olhos.Quando não recebe tratamento adequado, tende a cada vez ficar pior, e não sei você, mas isso particularmente incomoda muito.

As olheiras aparecem pelo alto teor de melanina ou em devido o congestionamento dos vasos capilares da região em torno dos olhos. E alguns fatores, como cansaço, alergia, envelhecimento, excesso de sol e noites maldormidas agravam o problema. Mas os tratamentos existem, sim, e são mais eficazes do que se imagina.

Ver também: Como garantir uma linda maquiagem de dança do ventre

Das causas básicas das olheiras, citamos três:

Chamados melanócitos em torno dos olhos, deposição de pigmentos escuros produzidos por um tipo de célula da pele. A pele muito fina, fazendo visível a visualização dos vasos capilares (vasinhos externos); ou presença de olhos fundos e protuberância de bolsas de gordura embaixo dos olhos.

Normalmente, o que primeiro aparece são as mudanças na gordura infraorbitária (pálpebra inferior), também conhecida como bolsas ou olhos fundos.No que diz respeito ao processo de envelhecimento, varias, coisas vão mudando, varias alterações nessa região, e isso é uma das primeiras coisas a darem sinal.

Corretivo, o tom certo!

O primeiro passo é escolher uma tonalidade que se aproxime da sua cor de pele. Quanto mais semelhantes forem o corretivo e a pele, mais natural será o resultado.

Um truque para acertar no tom é aplicar um pouco do produto na região da sobrancelha. Espalhe bem e repare se a cores da pele e do cosmético são parecidas. O aspecto deve ficar uniforme, como se o corretivo não estivesse ali.

Para um efeito natural, tente usar pouco corretivo, pois muitas vezes a própria base já ajuda. É importante também escolher produtos específicos para as condições da sua pele. O corretivo é a “arma perfeita” para combater essa inimiga. É preciso usar o corretivo em um tom mais claro que o da base.

“Prefira os corretivos líquidos, que ajudam a hidratar a região, e aplique o produto devagar, dando leves batidinhas com as pontas dos dedos, sem exagerar na quantidade.

Passe o corretivo também no cantinho interno dos olhos e na pálpebra superior”, complementa. Depois, é só finalizar com base e pó facial, sem excessos. Além de aplicar o corretivo, para ter uma aparência de pele perfeita também é necessário equilibrar as regiões de luz e sombra da face.

O que é fácil, fácil de fazer: é só você clarear as áreas mais escuras, como lateral do nariz, cantos e parte superior da boca e pálpebras inferiores.É difícil conhecermos alguém que nunca teve olheiras.

E por mais que elas não deixem um aspecto lá muito agradável no rosto, esses círculos escuros que se formam abaixo dos olhos têm uma explicação científica que vai além das noites mal dormidas, do stress do dia a dia e do cansaço que toma conta de cada um de nós.

As olheiras, cujo nome médico é hiperpigmentaçãoperiorbital, é um problema comum que atinge mais frequentemente as mulheres. De fato, isso acomete em muitas pessoas, seja qual for a sua idade.

Qual a origemdas olheiras?

A origem das olheiras é complexa e inclui diversos fatores. As causas podem ser primárias, quando há fator genético envolvido, ou secundárias quando há apenas fatores ambientais.

Outros fatores de risco envolvidos nas olheiras são as doenças alérgicas, como rinite e asma, doenças que atingem os rins, coração e tireoide. Precisamos nos lembrar que pessoas de pele clara parecem ter veias azuis porque o tecido subcutâneo e a pele permitem que apenas os comprimentos de onda correspondentes ao azul e ao violeta passem por eles.

Não há uma definição exata de sua origem, mas hipóteses sugerem fatores como hereditariedade, excesso de exposição solar, hiperpigmentação pós-inflamatória, excesso de vascularização subcutânea, hipertransparência da pele, edema periorbital e herniação da gordura palpebral como as causas mais prováveis.

Os descendentes de árabes, turcos, hindus e ibéricos costumam herdar essa característica geneticamente. Mas ela pode se agravar se a pessoa se expuser aos fatores de risco, como fumar, consumir álcool em excesso, dormir pouco e fizer uso de certos medicamentos.

Portanto, encontramos condições mistas. Os círculos escuros que vemos nada mais são do que o resultado da luz que reflete dos vasos sanguíneos que se encontram logo abaixo da superfície da pele fina e delicada.

Para garantir uma cobertura perfeita da pele

Depois da aplicação do primer, use o corretivo para disfarçar marcas e espinhas, base para uniformizar a pele e pó compacto para dar um acabamento mais natural ao visual.

De acordo com a maquiadora, o trio funciona muito bem na maquiagem para esconder rugas, mas a base escolhida deve ter uma textura cremosa, que deixe o rosto bem hidratado e não oleoso.

“A base ajuda a minimizar as sombras do rosto e a palidez da pele. Para deixar a pele com um toque aveludado, é só finalizar com o pó. É importante lembrar que os produtos não acabam com as rugas, mas reduzem bastante a aparência.

Uma visão diferente

Tem aquele velho ditado, que a primeira versão é a que fica, por isso, é bom cuidar da aparência. Infelizmente os primeiros sinais de envelhecimento surgem exatamente na região da face. A make ilumina os olhos e valorizar os traços do rosto.

Se, por um lado, o visual básico dos olhos, com cores claras e finalização simples, nunca sai de moda e é fácil de acertar, por outro lado, há espaço para ousadias.

Embora as olheiras não tenha impacto na saúde física, as olheiras afetam a autoestima e a qualidade de vida. Isso porque essa condição interfere na aparência facial, causando um aspecto de cansaço, tristeza ou até mesmo de ressaca, o que pode comprometer a vida social e profissional de quem sofre com esse problema.

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: