Conheça algumas excelentes dicas de como esquecer um amor

Conheça algumas excelentes dicas de como esquecer um amor
Avalie esse artigo

O amor é uma das coisas mais importantes da vida, senão a mais importante. Com o amor, somos muito mais capazes de fazer uma série de coisas, coisas as quais não teríamos tanta energia, se não estivéssemos amando.

No entanto, às vezes, como muita coisa na vida, o amor tem um fim. Aí ficamos sem saber como esquecer um amor.

O amor, uma relação, assim como tudo na vida, tem um ciclo de existência, tem uma espécie de vida própria. Plantamos a sementinha do amor, cuidamos, regamos, adubamos, podamos e ela cresce.

Mas, infelizmente, com cuidados ou não a “plantinha do amor” pode ir se enfraquecendo e morrer.

Nenhum término é fácil, nem simples. A grande maioria dos términos de uma relação são complicados, complexos e dolorosos e muitas vezes até mesmo podem deixar feridas emocionais profundas.

No entanto, a vida sempre segue seu caminho e, como se diz na expressão, o “show deve continuar”.

Independente de como você vai seguir sua vida adiante, é preciso saber como esquecer um amor, esquecer aquela relação, aquela pessoa, para ficar bem. Esquecer um amor não é algo fácil, mas é possível e também necessário.

Esquecer um amor, apesar de ser algo difícil é importante para que você possa continuar a viver sua vida normalmente, com o mínimo de funcionalidade.

Por que é importante esquecer um amor?

O amor é sem sombra de dúvidas algo importante nas nossas vidas. Ter alguém ao nosso lado que compartilha uma vida conosco e que nos proporciona sentimentos e experiências é sempre gratificante.

No entanto, pelas mais variadas razões, queiramos ou não, a relação acaba. Mas não é por isso que devemos acabar conosco mesmo por conta disso.

Explicando melhor: quando entramos em uma relação, o pensamento é que essa relação dure, frutifique, dê certo e tenha uma vida próspera e longa. Ninguém entra em uma relação esperando que isso acabe.

No entanto, à despeito de nossa vontade, ela acaba. O rompimento pode ser mais turbulento ou mais tranquilo, tudo vai depender de você e da pessoa envolvida e da relação que vocês tinham.

Quando essa relação acaba, nos sentimos profundamente tristes, chateados, magoados, ressentidos, irritados, nervosos, depressivos, com raiva, inseguros e impotentes.

Isso é totalmente normal. Uma gama de sentimentos negativos e ruins passam por nós e isso é plenamente normal. No entanto, não é nada ok e nem saudável permanecer assim por muito tempo.

Isso porque, quando nos sentimos assim, ficamos muito desanimados, sem motivação, sem vontade de nada, enfim, ficamos abatidos e inertes ou então completamente desprovidos de razão.

Se deixamos que a dor decorrida do rompimento nos consuma, acabamos entrando em uma espiral de negatividade, depressão, ansiedade, complexos psicológicos, deixamos de sair com amigos e família, temos problemas no trabalho, enfim, deixamos de viver nossa vida de uma maneira boa, plena.

Em alguns casos, se não esquecermos esse amor, mesmo que tentemos entrar em um novo relacionamento, nunca vai ser completo esse sentimento, você nunca vai estar por inteiro naquela relação e vai acabar magoando a si mesmo e a outra pessoa.

Esquecer um amor é imprescindível para que nossas vidas consigam seguir seu curso de fato, consigamos nos sentir com conosco mesmo e quem sabe encontrar um novo amor.

Se não esquecer um amor, sua vida nunca vai estar 100% completa, realizadora, satisfatória, plena. Sempre vai restar aquele resíduo, aquela coisinha que não vai nos dar uma felicidade completa.

Há pessoas que deixam de viver por conta de um amor. Perdem emprego, casa, amigos, perdem tudo, perdem muita coisa. Algumas até mesmo acabam se suicidando ou então assassinando alguém, em casos extremos.

Dessa forma, para o nosso bem e para o bem das outras pessoas ao nosso redor, esquecer um amor é essencial, é crucial para uma vida boa e bem vivida.

Dicas infalíveis de como esquecer um amor

Não há uma única fórmula, um único jeito de esquecer um amor. Não existe uma receita de bolo, pronta e perfeita para todos. Às vezes, o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra e vice-versa.

Você pode fazer uma única coisa ou empreender um conjunto todo de ações. Tudo vai depender da sua força de vontade, do seu querer e do seu perfil, daquilo que dá certo para você e se encaixa nos seus valores, na sua identidade.

É importante que tente seguir esses passos com vontade, com sinceridade e honestidade. Fazer por fazer não vai adiantar nada e só vai te frustrar ainda mais.

Seguem algumas dicas de como esquecer um amor de uma vez por todas.

  • Livre-se de toda e qualquer foto

Quando temos uma relação, costumamos guardar conosco, seja em fotos impressas, seja em fotos digitais, gravadas no computador ou em nossas redes sociais, fotos da pessoa amada, fotos do casal e coisas do tipo.

No entanto, no momento em que essa relação se finda, muitas pessoas continuam guardando essas fotos consigo e, pior ainda, ficam por um bom tempo vendo e revendo essas fotos.

Isso é uma verdadeira tortura e crueldade consigo mesmo. Ficar admirando fotos daquilo que acabou acaba nos machucando mais, nos deixando inconformados e mais difícil de esquecer um amor.

Ao término de sua relação, jogue fora todas as fotos da pessoa e todas as fotos que tirou com ela. Apague toda e qualquer foto que faça relembrar a pessoa e a relação de vocês. O visual tem um poder forte, viciante e se livrar disso ajuda a afastar da mente.

  • Tome espaço e tempo

Esse é um passo ESSENCIAL para quem terminou uma relação e precisa esquecer a pessoa amada.

Nos acostumamos à presença daquela pessoa em nossa vida, estabelecemos com ela vínculos, compartilhamos coisas e experiências e vivenciamos uma série de coisas.

Se a relação terminou de uma forma turbulenta, é mais comum que as pessoas cortem todo e qualquer contato com a pessoa em questão, apagando-a por completo de sua vida, sem deixar qualquer vínculo. Dependendo da pessoa, nem vale a pena continuar a ter algum vínculo, mesmo que seja de apenas amizade.

Mas quando essa relação terminou de forma amigável, tranquila e saudável, fica muito mais difícil se desvencilhar, porque aquela pessoa é, em boa parte das situações, alguém bacana, com quem tivemos uma boa relação estabelecemos ótimos vínculos.

Você pode continuar a ter essa pessoa como sua amiga em sua vida. Isso é até mesmo louvável e interessante.

No entanto, ao menos por um tempo, é mais recomendado que dê um tempo e espaço dessa pessoa na sua vida. Afaste-se dessa pessoa por um tempo, não procure saber dela, corte contato, enfim, fique longe de vista por algum tempo.

Quando você tiver bem e/ou superado isso, pode voltar a ter contato com a pessoa e ter uma amizade, se for o caso.

  • Não stalkeie a pessoa

Independente do modo como terminou a relação, independente do fato se você vai estabelecer uma amizade com a pessoa posteriormente e continuar a te-la em sua vida de outra forma, não fique stalkeando a pessoa.

Para quem não conhece o termo, stalkear significa ficar atrás de saber notícias da pessoa, de como ela está, o que está fazendo, com quem está e assim por diante.

Em hipótese alguma peça para amigos ou para algum parente da pessoa em questão para dar informações a respeito da pessoa. Além disso soar muito esquisito e assustador, não vai te ajudar a cortar os laços.

  • Abrace e seja mais carinhoso com outras pessoas

O relacionamento afetivo é uma relação importante em nossas vidas, com toda a certeza. No entanto, ela não é e jamais pode ser a única relação importante que temos.

Temos relação com nossa família, com nossos amigos, com colegas de trabalho. Essas pessoas também, de uma forma diferente de como acontece numa relação afetiva, compartilham uma vida conosco.

Dessa forma, focar-se e concentrar-se nessas pessoas e na relação que você tem com elas.

  • Cante!

Pode parecer bobagem, mas cantar pode ser muito legal e eficiente para ajudar você em como esquecer um amor.

Sabe por que? Quando você canta, isso mexe com o nosso psicológico, emocional e também com a bioquímica do nosso corpo. O nosso corpo produz uma substância chamada ocitocina, que produz a sensação de amor e carinho, de contentamento.

Escolha uma música bem bacana, que você goste muito e que seja de preferência mais alegre, mais animada. Não importa se você é afinado ou não, o importante é soltar a voz e se deixar levar.

  • Dance

Assim como ocorre com o ato de cantar, dançar também faz com que nosso corpo libere ocitocina e também endorfina, uma substância responsável pela sensação de bem-estar.

Procure na Internet uma série de televisão chamada “Grey’s Anatomy” e veja alguns episódios, onde uma das protagonistas, Meredith Grey e sua amiga Cristina Yang começam a dançar para espantar alguns sentimentos e emoções negativas.

Elas fazem isso e não é à toa, pois dançar faz com que tiremos de nossa mente qualquer foco em alguma coisa e, ao menos por alguns instantes, esqueçamos de alguém.

  • Faça exercícios físicos

O nosso corpo e nossa mente estão muito mais interligados do que possamos imaginar. O que acontece com um pode influenciar o outro e vice-versa, tanto para o bem, quanto para o mal.

Sempre que praticamos alguma modalidade de exercícios físicos, nosso corpo produz uma série de substâncias, entre elas a dopamina e a endorfina, que causam a sensação de bem-estar e felicidade, respectivamente.

Sendo assim, escolha alguma atividade física de sua preferência, que você aprecie e comece a pratica-la, com frequência. Enquanto seu corpo se movimenta, produzirá essas substâncias, além de manter sua mente longe de problemas.

  • Tenha bem claro em sua mente o fim da relação e seus motivos

Ser realista, racional e por os pés no chão pode ter um impacto muito maior e mais profundo em nosso afã de esquecer alguém do que se possa pensar.

Quando terminamos a relação, nossa mente dá muitas voltas e sempre fica lembrando da pessoa, do que tínhamos com ela e inclusive do que poderíamos ter, do possível futuro dessa relação.

Esse ato de ter, de certa forma, uma certa esperança de que podem voltar a ter algo, de que a pessoa ainda tem sentimentos, que, enfim, ainda há alguma chances para vocês, mesmo que num futuro distante, mina as chances de esquecer essa relação.

Ponha os pés no chão, em uma conversa firme e enérgica consigo mesmo de que a relação acabou e ponto. Lembre-se os porquês que levaram essa relação ao fim. Isso ajuda a cortar os vínculos emocionais restantes da relação e a se conformar com o ocorrido.

Pode parecer meio maldoso, mas não é: se a relação chegou ao fim, por melhor que ela e a pessoa fossem, é porque havia algum problema, seja com a pessoa, com a relação ou com ambos.Lembre-se desses aspectos negativos, não para alimentar a “fossa”, mas para ter claro em sua mente que não valia a pena continuar de fato, não nas condições que a relação estava e que não foi possível consertar aquilo.

Não é para ficar com raiva e ressentimentos, apenas para por o pé no chão e lembrar o porque deu errado e que não vale a pena ficar lutando com isso.

  • Encontre um novo hobby ou atividade

Sabe aquela velha frase: “cabeça vazia, oficina do capeta”? Bem, nesse caso ela pode ser particularmente útil.

Uma das melhores coisas que você pode fazer é desfocar o máximo possível a sua mente da pessoa e da relação, voltando-se para um novo hobby ou atividade nova que queira fazer.

Cultive um novo hobby, como jogar algo, por exemplo. Matricule-se em um novo curso que te interesse, comece a fazer aquela pós graduação que você queria, trabalhe em um novo projeto, enfim, ocupe sua cabeça com outras coisas.

Aprender como esquecer um amor

Aprender como esquecer um amor não é uma tarefa qualquer, mas com a ajuda das dicas que demos aqui, você vai conseguir tirar da sua mente e do seu coração o amor e o apego ao seu ex-amor.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: