Conheça as vantagens de discutir a relação para uma reconquista de sucesso

Conheça as vantagens de discutir a relação para uma reconquista de sucesso
Avalie esse artigo

Discutir a relação (DR), isso virou motivo de chacota. Quando falamos em discutir a relação sempre tem gente que entorta a boca, ri, faz pouco caso ou mesmo sai da conversa. Caiu no descrédito, mas todo mundo faz, só que não conta ou quando conta desqualifica.

Não há relacionamento sem discutir a relação, isso é quase impossível. É claro que tem casais que conversam pouco, às vezes muito pouco e casais que conversam muito, às vezes demais da conta! Achar o equilíbrio disso é uma arte. Por isso vamos mostrar para você quais são as vantagens da DR para reconquistar seu amor.

A comunicação direta e efetiva está desqualificada. As pessoas não gostam de conversar sobre coisas sérias. Sempre que começamos a conversar alguma coisa com consistência dizem: “lá vem ela com esse papo cabeça”… ou “Ih não dá pra mudar de assunto não?” ou ainda “de novo?” Enfim, o papo já não tem mais lugar no dia-a-dia dos casais, ainda mais agora que a internet entrou na relação. Passa-se horas na internet, mas não se passa uma hora conversando sobre a vida nas relações amorosas.

Ver também: Como usar a linguagem corporal para reconquistar o ex

Quais são as vantagens de se usar uma DR para reconquistar seu ex

Acredite: casais que não conversam não vingam! Eu só posso conhecer você a partir do momento em que o diálogo é estabelecido, não tem outro jeito. O diálogo faz parte mais que fundamental da relação. Se tirarmos o diálogo, sobra o que? Claro que a qualidade da conversa também é muito importante. Às vezes um dos dois não aguenta o conteúdo das conversas. Às vezes muita frivolidade, outras muito papo profundo; às vezes muito papo sobre trabalho, outras muito papo sobre a vida dos outros…

E nada sobre os dois pombinhos. Não sei qual modelo as pessoas seguem para estarem juntas, mas para mim o diálogo é fundamental. Antigamente nos casamentos, os casais mal falavam. Algumas conversas ficavam restritas a educação de filhos, casa e sobrevivência.

Mais do que isso não se tinha como costume e era crença que não se podia falar. Sentimentos eram pouco expostos. Temos esse modelo de relacionamento, mas já passou muito tempo disso e já inventamos há muito tempo outros modelos.

Escutar ou falar? Acho que chegamos ao ponto fundamental da DR. Muitas vezes o falar predomina em uma pessoa e o escutar em outra. Isso não é diálogo!! Dialogo é quando duas pessoas conversam nas mesmas proporções de escutar e falar, se você só escuta ou só fala, não há produção de ideias, há uma passividade e isso não tem muitos frutos quando se quer melhorar a relação e reconquistar o amor.

Outra coisa, não dá pra escutar ou falar quando estamos com um milhão de estímulos ao nosso redor. Televisão, internet, criança, vizinhas, musica alta… Tudo isso tira a qualidade da conversa e na verdade, tira o valor dela. Se não arrumo um tempo para conversar longe do burburinho do dia-a-dia é porque não valorizo uma boa conversa. Então, minha amiga, meu amigo, algo de muito errado tem nesse relacionamento e a tendência disso é piorar.

Devemos falar sobre tudo? Sim e não. Depende do que é tudo. Penso que se deve falar sobre tudo que envolva o casal. O que podemos administrar melhor é o onde, como e o que falar. Quanto mais você se dá a conhecer, melhor. E procurar conhecer o outro é fundamental nessa relação.

Procurar ter calma para falar e para ouvir. Às vezes nossos sentimentos vêm tão fortes que tumultuamos a conversa. Mal o outro fala e já estamos retrucando. Tem um ditado popular muito legal que cabe nessa nossa conversa: “você quer ter razão ou quer ser feliz?” isso não quer dizer que você nunca tenha que falar, mas a felicidade é saber esperar o momento certo.

É ter a consciência que o tempo da conversa vai chegar e você estará melhor ainda. A felicidade é ter certo controle sobre as coisas. A felicidade é saber que os dias passam e que os sentimentos vão se arrumando dentro da gente e tomando seu devido lugar. Retomar uma conversa passa a ser interessante e não tão dolorido ou chato.

O que falar durante uma DR com seu ex?

Falar o que te incomoda é um bom começo. Mas acho que não é só isso. As DRs caíram no descrédito porque só discutiam coisas que incomodavam. Acho que nas DR também podemos colocar coisas legais, coisas que gostamos no outro. Coisas que amamos no outro. Isso torna a DR mais real. Não fica um ringue onde alguém precisa necessariamente ganhar. Falar é o importante.

E os sentimentos eu faço o que com eles? Olha só, quando você sentir que precisa falar algo, antes de falar pare e pense: “Pra que eu preciso falar isso?”, “Vai fazer diferença?”, “Se eu estivesse no lugar dele escutando o que tenho pra falar, eu reagiria como?”, “Será que esse é o melhor momento?”, “Tenho claro os sentimentos que estão pipocando dentro de mim? Todas essas perguntas e muitas outras podem aparecer pra você e acho bom você fazer essa reflexão antes da conversa. Você pode até mudar o rumo da prosa quando reflete.

Ele nunca me escuta! Pois é, isso é um grande problema na relação amorosa. Ouço muito essa queixa no casal. Quando um não escuta também não há diálogo e a gente tem que descobrir porque o outro não escuta. Talvez essa seja a primeira conversa que se deva ter: “Porque você não me escuta?”, “O que eu falo que você não quer escutar?”, “Posso mudar de jeito, qual seria o melhor jeito pra você?” Enfim, não há receitas, são ideias que estamos lhe dando pra valorizar mais a DR. Se preciso for nunca use esse termo “DR”, às vezes isso assusta porque com o tempo isso virou jargão para uma situação chata e sem frutos.

Como me preparo para uma DR. Parece piegas o que vou falar, mas antes de tudo ponha o amor na frente. É o amor que chega antes da conversa. Não é a conversa. É o sentimento de amor. É o porquê vocês estão juntos ou querem voltar a estarem juntos. É o sentido amoroso da relação. Quando estamos juntos com alguém é porque parte da nossa vida tem significado com essa pessoa.

Por isso cuidamos, nos devotamos, presenteamos, etc. Então nada mais justo e possível do que colocar esse investimento (o amor) antes de tudo!

Amiga, conversar é bom, aliás, é a salvação da humanidade. Se as pessoas conversassem mais e se conhecessem mais, haveria menos problemas no mundo.

Então invista na qualidade da comunicação de vocês dois, fale com amigas, pessoas da área de relacionamento humano, você só tem a ganhar com isso porque fica pra sempre! E viva a DR, principalmente por alguém que vale à pena e que a gente ama!

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: