Conheça os diferentes tipos de esponja para maquiagem

Conheça os diferentes tipos de esponja para maquiagem
Avalie esse artigo

Na hora de aplicar a maquiagem, bate uma dúvida se é melhor usar um pincel ou os dedos? Bom, saiba que existe mais uma opção de aplicador que está ganhando as necessarios por aí: as esponjas!

A esponja consegue aplicar maior quantidade de produto na pele, o que pode ser vantagem ou desvantagem, vai depender do resultado que se pretende alcançar. E a dica de maquiagem é que usá-las dá um efeito novo no seu visual. Quer conhecer melhor o acessório? Veja os diferentes tipos e como cada um é usado:

Ver também: Conheça a maquiagem mineral: ideal para peles mais sensíveis

Olho no material

Existem diversos materiais de esponjas, e apesar de o material ser o mais importante, eles também ajudam a determinar qual o produto mais indicado para usar com seu aplicador, de acordo com a maquiadora Fernanda Terra, do salão Top Milano, em São Paulo. Entenda qual material combina melhor com qual textura de maquiagem:

Esponjas de espuma: funcionam melhor para produtos em pó, como pó compacto. Também ajuda a tirar o excesso de bases líquidas.

Esponjas de látex: use-a para aplicar produtos oleosos e base líquidas, pois elas absorvem menos o produto, depositando uma maior quantidade.

Esponjas sem látex: ideias para aplicação de produtos mais cremosos. Elas podem também ser umedecidas para mudar o efeito, deixando a pele mais uniforme.

Esponjas

Gota

As esponjas em gota são o formato mais em moda atualmente. A fama se deve à sua versatilidade. “Você pode usar a ponta da gota para áreas menores, próximas ao canto dos olhos e nariz, e a parte redonda para o restante do rosto”, explica Fernanda Terra. Portanto, vale a pena usá-la nas finalizações do make, mesmo que você prefira outras para o restante do rosto.

Círculo

Esponjas circulares são excelentes para espalhar produtos, portanto são ideias para a finalização da pele, espalhando pós compactos e bases cremosas, de acordo com o material escolhido. Elas ajudam a deixar um efeito mais uniforme na pele e menos marcado

Retângulo

Esponjas retangulares também funcionam como as esponjas circulares, espalhando as bases em regiões mais extensas de pele, como o pescoço e a testa. Mas ela funciona melhor com bases líquidas do que com pó compacto.

Minigota

As esponjas em gota pequenininhas continuam sendo coringas para atingir áreas menores do rosto. Essas em tamanho menor são ideais para aplicação de corretivo. Afinal ela permite maior precisão ao aplicar o produto em olheiras e espinhas.

Triângular

A esponja em triângulo funciona de forma semelhante às gotas, aplicando produtos em áreas menores e delicadas do rosto, como próximo aos olhos e nariz. Também são boas para fazer o contorno/sombreado do rosto, por chegarem em cantos e curvas da face.

Redonda e achatada

Já a esponja redonda e achatada é a melhor amiga de quem quer aderir a técnica de contorno, aquela em que se aplica bases mais claras e escuras em regiões estratégicas da face, para afinar ou destacar alguma região. Como é preciso espalhar bem o produto de cor diferente da pele, para que fique natural, uma esponja é a maior aliada nessas horas.

Cilíndrica

A esponja cilíndrica também é uma boa aliada para o contorno. Deixa o produto menos marcado na pele, elas podem ser utilizadas no rosto todo. No entanto, é preciso ter uma maior destreza para usá-la, já que ela é um pouco mais molinha. Nada como um bom treino para dominar melhor a técnica.

Qual o melhor tipo de esponja?

A verdade é que não existe uma esponja de maquiagem melhor que a outra, e sim, propostas diferentes.Cada esponja tem uma finalidade específica, variando do que você deseja pra sua maquiagem, qual local do rosto você pretende maquiar ou até que tipo de produto você está usando na pele.

Como usar as esponjas

Independente do modelo de esponja, a melhor maneira de usá-la é dando leves batidinhas no rosto. Espalhar ou arrastar o produto não dá o mesmo efeito natural. Umedecer as esponjas antes de usar maquiagens líquidas é uma maneira de evitar o desperdício do produto.

Pincel, esponja ou os dedos: qual é o melhor jeito de aplicar a base?

Úmida X seca: o dilema da esponja

Aquele acessório para pó compacto e pancake que a vovó usava mudou muito e ganhou tecnologia de sobra para alcançar efeitos incríveis na pele. As versões de esponjas redondas bem fofas ou as que têm formato de gota são indicadas para quem quer alcançar todos os cantinhos do rosto com uma cobertura fina e aspecto natural.

Para chegar a um acabamento ainda mais impecável, a dica é umedecer a esponja com água, retirando todo o excesso do líquido antes de aplicar a base. Essa estratégia facilita a aplicação de bases cremosas mais espessas, mas também pode ser usada junto às líquidas.

Esponjas secas ajudam mais tirando o excesso de base ou de pó ao final da maquiagem do que como ferramenta de aplicação. Quem quiser utilizar a peça assim, deve eleger as de látex, conhecidas por absorver pouco produto e evitar desperdícios. Afinal, base é um dos produtos mais caros da necessaire.

Com qual pincel eu vou?

Não há uma resposta única para esta pergunta, mas com certeza existe uma opção certeira para o que você precisa. Os pincéis têm o poder de distribuir bem o produto na pele e são mais indicados para bases fluidas ou em pó.

Os pincéis em formato oval são a melhor pedida para quem tem dificuldades de alcançar todos os cantinhos do rosto. Eles se adequam às curvas e cobrem tudo com perfeição.Outro modelo bem conhecido nessa função é o duofiber, que costuma misturar fibras sintéticas com naturais de dois comprimentos diferentes.

Perfeito para espalhar e esfumar a cor no rosto, ele ainda tem a ponta reta – o que permite carregar bastante produto e cobrir todas aquelas manchinhas indesejadas. Segundo a maquiadora, o pincel é o segredo para uma maquiagem natural trabalho ele no rosto logo após o oval para espalhar bem a cor e conseguir uma cobertura translúcida.

Seja qual for o modelo escolhido, o produto precisa ser espalhado de dentro para fora do rosto, sempre com os já conhecidos movimentos circulares. A dica é colocar a quantidade exata de base em uma das mãos e molhar o pincel nela aos poucos, começando pela testa e depois nariz e bochechas. Não se esqueça de lavar os pincéis regularmente pra aumentar a vida útil da sua ferramenta e, com isso, economizar nos gastos.

Pode usar os dedos?

Mesmo com tanta tecnologia à disposição, há quem prefira utilizar os dedos para espalhar a base. Os adeptos defendem a teoria de que, usando a própria mão, é possível sentir quais áreas estão com a cobertura correta e onde ainda está faltando produto.

A técnica pode não ser boa,pois a aderência do produto é muito menor,  dedos não conseguem fixar a base como um bom pincel feito especificamente para isso.

Uma boa oportunidade para usar os dedos é na aplicação de hidratantes com leve tom de base ou BB Creams, que têm uma textura mais líquida e fácil de espalhar. Antes de começar, certifique-se de que as mãos estão bem limpinhas para não dar espaço à oleosidade e impurezas.

 

 

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: