Dicas de ouro para Resolver Problemas do Casamento (GARANTIDO)

Dicas de ouro para Resolver Problemas do Casamento (GARANTIDO)
Avalie esse artigo

Para manter um casamento, cada vez menos pessoas conseguem. Um terço dos casamentos não sobreviverá. O divórcio é muito impactante em sua vida e na vida de seus entes queridos. Você tem que fazer todo o possível para salvar seu casamento. Pelo menos enquanto você ainda acredita em casamento. Mas os problemas do casamento também podem simplesmente não ser resolvidos.

Estamos felizes em ajudá-lo a salvar seu casamento. Neste artigo, explicamos 8 dicas de ouro que podem ajudar você a revitalizar seu relacionamento. Você ficou muito feliz um com o outro. Com esforço e atenção, você pode reviver os velhos tempos, mas precisa fazer algo por isso.

Ver também:  Meu Relacionamento ainda está a Ponto de ser Salvo? Descubra aqui! (O GUIA COMPLETO)

Você tem problemas conjugais ou um relacionamento normal

Em um relacionamento saudável, sempre há diferenças de opinião e brigas. Vocês são parceiros iguais, cada um com sua própria opinião. É impossível estar sempre no mesmo nível em todos os lugares. Numa relação em que nunca há questões, há provavelmente uma resignação negativa, por exemplo: “Não vou entrar mais nisso, porque não faz sentido”. Há um problema conjugal se for assim para um dos parceiros. Tão logo a situação dentro do casamento se torne infeliz, medidas devem ser tomadas.

Tente tudo para salvar o casamento

Você começa um casamento para a vida. Você tem que fazer tudo em sua vida para salvar o casamento, se você não quiser mais ficar casado. Antes de tirar conclusões, você deve ter certeza do seu caso. Um divórcio tem um grande impacto emocional e financeiro. Não só para si, mas também para as pessoas da sua área e, claro, especialmente para a família. Enquanto ainda vale a pena para você, você tem que cuidar de mudanças dentro de seu relacionamento.

Relacionamento é ainda mais deteriorado por uma espiral negativa

Casais casados ​​com problemas conjugais acabam em um círculo vicioso. Por causa dos problemas, existem problemas ainda maiores. É por isso que algo deve ser feito sobre a situação. Eventualmente, os problemas conjugais se tornam tão grandes que você não será capaz de controlá-los novamente. O problema é muitas vezes que os problemas do casamento não são valorizados. Isso também é lógico, porque o limite entre um período em que o casamento é um pouco mais rígido e problemas conjugais reais é vago. Você só pode resolver problemas depois que eles forem reconhecidos.

A terapia de relacionamento é a solução

Você não entra em terapia de relacionamento até não conseguir resolver os problemas sozinho. Terapia de relação não funciona bem para todos. Seu relacionamento pode se beneficiar a longo prazo, mas também pode reforçar o pensamento negativo sobre o seu relacionamento. Você perceberá inconscientemente que agora também precisa de uma terapia para manter seu relacionamento vivo. Se você tiver que escolher entre o divórcio ou a terapia de relacionamento, é claro que é uma escolha simples. Você pode tentar a terapia como último recurso.

6 dicas de ouro para resolver problemas conjugais

Como você sai dessa espiral negativa? Seu parceiro também deve deixar você pensar sobre isso. Para um bom casamento você precisa de duas pessoas. Um parceiro infeliz já causa problemas conjugais para ambos os parceiros. Aplique as dicas a seguir para melhorar imediatamente o casamento.

Dica # 1: pare de culpar e comece a construir

Dentro de um casamento perturbado, há culpa mútua. Os parceiros que desejam trabalhar em seu relacionamento devem parar de fazer isso. É bom expressar o que você não gosta, mas não faça isso com raiva (negativo). É melhor esperar até um momento em que não haja mais atrito. Indique de maneira não reprovadora o que você está fazendo. Parar de fazer censuras é o primeiro passo para quebrar uma espiral negativa dentro de seu relacionamento. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas o primeiro passo foi dado.

Dica # 2: pesquise a origem dos problemas

Existem provavelmente mais causas para seus problemas conjugais, mas tente descobrir qual é a base do problema. Quando e por que se originou? Os problemas do casamento são muitas vezes a soma de várias complicações, mas pode haver um problema real. Este pode ser o aborrecimento com a atitude negligente de um dos dois, mas também pode ser causado, por exemplo, por sexo ruim. Se você conseguir descobrir a provável origem dos problemas, também será mais fácil fazer algo a respeito.

Dica # 3: Esteja aberto aos seus próprios erros e atitude negativa

Nomear os problemas com o parceiro provavelmente não lhe custará muito esforço. O próximo passo é enfrentar suas próprias desvantagens e fazer algo com isso. O grau de culpabilidade pelos problemas dentro do relacionamento pode diferir, mas ambos contribuem ativamente para os problemas. Coloque-se no papel onde você derruba pontos. Em uma conversa substantiva, pergunte ao seu parceiro o que você está fazendo errado. Isso já pode relaxar os relacionamentos mútuos. Você conhece suas desvantagens? Então faça algo com isso.

Dica # 4: muitas conversas

Terá que haver muitas discussões para poder progredir sozinho. Aproveite o tempo para isso. Não espere que algumas conversas sejam suficientes para se aproximarem novamente. A melhor coisa é agendar horário ou pelo menos várias vezes por semana para conversas aprofundadas. Discuta também o progresso que você já fez. Tente analisar, com base em eventos desse dia, o que deu errado e como você pode evitar isso no futuro.

Dica # 5: Nomeie os pontos mais fortes uns dos outros

Crescer boa vontade juntos não pode ferir. Provavelmente você costuma criticar um ao outro. Elogios que você não precisa esperar em um casamento interrompido. Tente anotar os pontos fortes do seu parceiro. Faça uma lista e discuta um com o outro. É bom ouvir o que seu parceiro aprecia em você. Diz respeito principalmente aos pontos fortes dentro do personagem. Como um ponto forte para assar ovos ou pendurar a roupa, ninguém é feliz, claro.

Dica # 6: Volte para o começo

É bom sentir novamente o que vocês sentiram um pelo outro no passado. Volte ao básico com os dois para ver que você também experimentou bons momentos. Isso pode ser fotos de tempos melhores, mas outra maneira interessante é ir de férias juntos para o destino onde sua lua de mel também foi. Até pegar lembranças pode ser muito eficaz. O ponto é que você não pensa apenas negativamente sobre o seu casamento. O objetivo comum deve ser feliz juntos novamente. Para isso, é necessário perceber novamente como é se divertir novamente dentro de um relacionamento.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: