Dicas infalíveis para evitar ciúmes

Dicas infalíveis para evitar ciúmes
Avalie esse artigo

Quase todos nós sentimos ciúmes, isso é relativamente normal. Deparamos-nos com situações em que esse sentimento fala mais alto e é praticamente impossível não se deixar levar. Segundo a psicóloga Carmen Cerqueira Cesar, “ele revela amor, carinho e medo de perda.

Pode ser considerado um detector de ameaças, porém tentemos manter isso equilibrado, tudo em excesso faz mal, para obter um relacionamento saudável não podemos perder a cabeça por causa disso.Para não se tornar uma namorada neurótica e possessiva, listamos algumas dicas para você conseguir manter o controle da situação:

Ver também: Discutir a relação ajuda ou piora?

1 – Os motivos são reais?

Procure refletir sobre os motivos que estão te levando a sentir ciúmes, lembre-se que você não pode impedi-lo de ter amizades mesmo que forem do sexo oposto (é claro que tais amizades não podem ser abusivas, mas isso parte também do bom senso de cada um).

Não o impeça de sair com os amigos nos finais de semana, lembre-se de que a confiança é à base de um relacionamento, se você confia não tem com o que se preocupar.Perceba que conforme você for controlando seus pensamentos e paranóias em relação a amizades e saídas às coisas vão se tornando mais fáceis.

2 – Sentir ciúmes não melhora a relação

Dar chiliques ou brigar por isso não vai temperar a relação, o ciúmes obsessivo não é prova de amor. Você não vai conseguir fazer a pessoa te amar mais dando uma de neurótica, tal coisa só irá te aproximar do fim de seu relacionamento.

3 – Você não é dona dele

Tenha sempre em mente que ele não é seu objeto, você não tem o direito de obrigá-lo a seguir suas regras. Ambos são livres para fazer o que quiserem (dentro dos limites de um relacionamento, é claro!). Nesse caso manter uma conversa com seu parceiro sobre seus desejos é muito bom, tente chegar a um acordo com ele onde os dois se sintam confortáveis e nenhum saía prejudicado.

4 – Sinta o momento presente

Lembre-se sempre de viver o agora, sem pensar no que pode acontecer depois. Aproveite ao máximo o que foi lhe dado agora porque amanhã você pode não ter mais.

Isso diminuirá o medo da perda e o arrependimento depois que perdeu.Pensar no agora faz com que você não deposite toda a sua esperança na relação e não permite o sofrimento caso algo de errado.

5 – Converse sobre isso

A conversa é o melhor caminho para se resolver as coisas. Se os motivos não forem banais jogue as cartas na mesa, melhor resolver a situação como pessoas adultas do que engolir o sapo sozinho certo?

De espaço para que ele fale tudo o que pensa e faça o que puder para chegarem a um acordo.Não acabe com seu relacionamento por qualquer crise boba de ciúmes, na hora da raiva fazemos coisas que nos arrependemos depois.

6 – Autoestima é tudo

Quando nos sentimos inferiores temos medo de perder a pessoa amada para outro alguém. O ciúme esta relacionado com isso quando impedimos nosso parceiro de manter a amizade com alguma pessoa do sexo oposto. Se você tiver amor próprio vai se sentir muito mais segura em relação às amigas de seu parceiro.Seja mais você, se sinta linda e perfeita, assim as outras deixarão de ser um incômodo.

7 – Não deixe sua vida ser dominada pela relação

Conforme o relacionamento avança, muitas pessoas deixam suas particularidades de lado para se dar totalmente ao seu parceiro. Ter uma vida a dois não significa deixar todas as suas particularidades de lado, esse fator leva você a jogar todas as suas fichas na relação e deixar de lado muitos de seus sonhos.

Procure ter um alguém que não faça você viver por ele e para ele, cresçam juntos e procurem manter foco naquele sonho de infância dos ambos, não perca oportunidades de ser feliz porque esta presa a pessoa amada.

8 – Compreenda as diferenças

Não é só porque você achou o amor da sua vida que vocês precisam agir e pensar da mesma forma. Caso seu namorado faça coisas que você não esteja de acordo, jogue as cartas na mesa e resolva tudo com uma boa conversa, cheguem a um acordo.

Não veja essas diferenças como defeitos ou erros, veja como se fossem coisas que podem lhe trazer a oportunidade de aproximação e conhecimento. Leve isso como crescimento pro relacionamento de vocês.

9 – Controle as atitudes impulsivas

Nunca tome decisões na hora da raiva, pois quando todo o estresse passar você vai perceber que exagerou um pouco e se arrependerá. Quando se deparar com situações em que o ciúmes fala mais alto procure respirar fundo e pensar bem sobre o que está acontecendo, nessas horas o auto controle será seu melhor amigo. Medite em cima da sua paciência, não seja uma pessoa que age por impulsos, isso sempre lhe trará conseqüências futuras.

10 – Aprenda com experiências passadas

Passamos por coisas em nossas vidas que nos servem de aprendizado e experiências passadas que deram errado só nos mostram que não podemos torná-las a fazer no presente ou no futuro. Se você já se deu mal por causa de ciúmes, tenha cuidado porque isso pode acontecer novamente. Seja uma pessoa esperta e se livre disso.

11 – Se livre dos pensamentos negativos

Não permita que seus pensamentos negativos tomem conta de seu relacionamento, lembre-se que ser pessimista só piora as coisas, faz com que você se sinta insegura e crie ainda mais paranóias. Deixe esses pensamentos de lado e foque nas coisas bonitas do seu relacionamento, aproveite o hoje. Bloqueie aquele medo das coisas darem errado da sua vida.

12 – Ajuda profissional

Caso as dicas acima não tenham dado certo, vá à procura de um profissional e não sinta vergonha disso, todos nós precisamos de ajudas maiores um dia. Pode ser que você tenha algum trauma de infância que lhe faça ter esse ciúmes excessivo, a ajuda de um terapeuta nesse caso será muito eficaz.

 

 

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: