Dicas para reconquistar seu amor e evitar o fim do seu relacionamento

Dicas para reconquistar seu amor e evitar o fim do seu relacionamento
Avalie esse artigo

Quem em sã consciência quer perder um grande amor? Absolutamente ninguém. Mas se temos a sensação de que o “conquistar pra sempre” não cabe mais em nossos dias, isso não quer dizer que não exista!

Quer dizer que você entra em uma relação para ter dela e dar para ela o melhor. Que seja eterno enquanto dure e o quanto durar que seja renovado a cada dia… E é com esse espírito que vamos falar hoje sobre como evitar o fim da relação.

Manter relacionamentos hoje em dia não é tarefa fácil para ninguém, pois os critérios para ficar ou para sair não são mais homogêneos, são pessoais. O que me faz ficar em um relacionamento pode fazer com que em outro relacionamento seja motivo para sair dele.

Ver também: Como garantir que dê certo quando vocês discordam

É importante percebemos que a solução, muitas vezes, está em nossas mãos. Antigamente uma moral coletiva dizia implicitamente o que você deveria fazer para ficar ou para sair de um relacionamento.

Era como se existisse uma entidade muito mais forte que nossos próprios desejos e formas de pensar e isso era seguido! Tomávamos atitudes conforme os ditames sociais, mesmo porque precisávamos nos sentir pertencentes.

Mas os tempos mudaram e agora essa moral coletiva não é tão forte, embora em alguns seguimentos possamos discutir o como ela influencia sorrateiramente nossas ações.

Algumas dicas são importantes para que você aprenda como evitar o fim da relação, para não perder seu verdadeiro amor. São dicas simples, mas que no dia-a-dia acabamos esquecendo ou não percebendo. Confira!

DICAS DE COMO EVITAR O FIM DA RELAÇÃO

 – Crises existenciais 

Muitos casais reclamam que o parceiro está esquisito. Às vezes estão mesmo e nem é porque estão “pulando a cerca”. Estão é vivendo crises existenciais que podem provocar grandes conflitos no relacionamento amoroso.

É normal para qualquer pessoa passar por isso, mas se o casal ainda não tem amadurecimento para suportar as crises pessoais, pode ser um desastre. Conversar sobre o que se sente é muito bom.

Na verdade é a única forma que temos de ser compreendido pelo outro é falarmos de nossos sentimentos até para que o outro nos conheça um pouco mais a cada dia. Assumir uma união baseada na sinceridade e em algum projeto de vida além dos sentimentos, não é muito fácil.

Mas a vida é assim mesmo, nos oferece desafios constantemente para que a gente não se aborreça. Então assuma desafios, viva suas crises, mas lembre-se são SUAS crises. O outro pode até ajudar, mas não sente o que você sente e nem tem o poder de escolha sobre sua vida.

O máximo que podemos nos aproximar é oferecendo nossa solidariedade. Outra coisa em caso de crises existenciais que percebo e que é o mais certo a fazer, é procurar um psicoterapeuta.

Um psicólogo. Essa profissão existe exatamente para isso: para nos ajudar no autoconhecimento, no desenvolvimento humano e nas relações interpessoais.

– Pare e pense!

Parece estranho a gente mandar as pessoas pensarem no que vão fazer como se não tivessem feito isso antes. Mas às vezes pensamos de forma errada ou não pensamos em todas as coisas que deveríamos pensar… Pense um pouco hoje e pense um pouco amanha.

Anote, repense sobre a ótica do outro, ou seja, se coloque no lugar do outro. As pessoas teem uma tendência nas separações a serem muito precipitadas e tomam decisões em cima de emoções fortes como raiva e vingança. Isso é muito perigoso, arriscado e normalmente não conseguimos dimensionar o “estrago” a posteriori. Calma, pare e pense se vale a pena.

– Converse com seu parceiro

Nada melhor do que uma boa e sincera conversa. As vezes dói, é chato e se mexe em coisas que não são agradáveis. Mas é necessário. Não dá pra viver em uma relação se não conversamos sempre sobre ela. Construir uma relação quer dizer dar valor todos os dias ao que o dia nos mostra. Se nos concentrarmos nisso evitamos finais infelizes.

– Não idealize!

Quando nos apaixonamos por uma pessoa nos parece que aquela pessoa é a pessoa mais perfeita do mundo, até enxergamos os erros, mas isso não é suficiente para que a gente tome alguma atitude. Na medida em que conhecemos a pessoa a vemos como ela é realmente e não como a idealizamos.

Muitos dos desentendimentos nos casais são porque colocamos uma expectativa muito grande no outro, mas é “nossa expectativa”. Construímos sonhos a partir da expectativa e as vezes a outra pessoa não consegue nos acompanhar e nos frustramos. Calma…

– Questões financeiras 

Esse é outro grande problema entre os casais. Ainda hoje é muito comum as esposas ficarem em uma posição de submissão ao marido por conta de não terem ou terem uma renda financeira muito baixa. Por outro lado, os homens alimentam isso também.

Essa é uma atitude que pode provocar desentendimentos com muita freqüência. Não raro as mulheres exigem que os homens a sustentem e os homens também aceitam essa posição. Isso é muito delicado. Penso que o casal deve conversar muito sobre isso.

Tem que ser confortável para AMBOS que uma das pessoas não trabalhe fora e as tarefas devem ser distribuídas de uma forma que nenhuma das partes se sinta em desvantagem. O modelo de “eu me submeto a ele porque ele me sustenta” não vinga mais.

As mulheres pagam muito mais caro do que se estivesse trabalhando fora de casa na maioria das vezes. Geralmente isso acaba em brigas feias e até com violência física.

– Projetos…

Nada melhor que projetar o futuro para reduzir ansiedades. É muito bom projetarmos o futuro a dois. As pessoas se sentem acompanhadas em seus sonhos e felizes porque alguém “entra” na caminhada para realizar o sonho.

Projete, sonhe, desenhe no papel “do pão” sua futura casa, seu futuro carro, sua futura viagem, seu futuro filho… Projetar é sonhar e sonhar faz com que a gente tenha esperanças na vida!

Aqui descrevi algumas dicas para que você evite o fim de seu relacionamento. Muitas outras coisas poderiam ser colocadas nessa relação, mas aí deixo com você. Deixo pra você pensar e relacionar conforme seus desejos.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: