Dicas para se dar bem na conquista e no namoro virtual

Dicas para se dar bem na conquista e no namoro virtual
Avalie esse artigo

Uma transferência de cidade por causa do trabalho ou uma temporada fora do país para estudar línguas. Esses são exemplos de situações que podem separar duas pessoas que se amam. Outras relações já nascem marcadas por essa separação, como é o caso de parceiros de lugares diferentes que se conheceram pela internet ou numa viagem de férias.

Mas independentemente do fator que causou o afastamento, especialistas no assunto recomendam que os casais nesta posição adotem algumas atitudes para evitar que a distância geográfica mine o relacionamento.

Qualquer tipo de relacionamento amoroso, dos namoros aos casamentos longos, corre o risco de passar por períodos difíceis, em que o casal tem dificuldades de sincronizar os pensamentos e opiniões e podem acabar gerando discussões, brigas e, na pior das hipóteses, uma crise.

Ver Também: Dicas para conquistar um homem pela internet

Pequena, de pouca duração, ou mais longa, a crise se abate sobre os dois e chega às vezes a envolver mais pessoas, que tentarão ajudar de todas as formas possíveis Não há nenhum ineditismo num namoro acontecido na internet.

A única diferença é que na rede virtual não tem como você sentir a pessoa, mas quanto ao sentimento, esse é o mesmo que temos na vida real. Ele existe e é tão real quanto outro qualquer. É prático e não custa nada, ou seja, você pode se conectar com a pessoa amada de qualquer aparelho de computador, seja em sua própria casa, em lan houses, no seu emprego, enfim, a possibilidade de você estar sempre ligado a quem ama é bem maior. Tudo isso sem contar que é muito divertido.

A internet encurta distâncias

Muitas vezes os casais não moram na mesma cidade e a internet é uma grande aliada desses. Através dela pode-se marcar encontros, deixar recados, declarações afetivas, enfim, pode-se tudo. Com o uso da web então, nem se fala. Você vê e ouve a pessoa amada a km de distância, sem sair do aconchego do seu lar.

Não é a mesma coisa? Claro que não. Mas ela ameniza, e muito, a impossibilidade de estar em contato com quem amamos. Começar um namoro pela internet Aí sim está uma grande preocupação, pois requer um cuidado muito especial. Como já sabemos, na internet cabe tudo e pode tudo, então o risco que se corre de entrar numa fria é bem maior que na vida real. A pessoa não tem certeza, sem uma câmera ligada, de saber com quem está conversando na realidade.

Atrás de uma tela de computador é possível que muitos se escondam e, consequentemente, escondam sua identidade, seus valores, sua personalidade, ou seja, pode esconder até seu sexo real. Você pode pensar que está conversando deliciosamente com um homem e ser uma mulher a teclar do outro lado e vice versa. Tem que ficar esperta e atenta a esses lances.

Omitindo ou mentindo através da mesma

Por ser um veículo onde você não mantém contato olhos nos olhos, a chance de mentir é muito grande e ninguém percebe, caso a pessoa não se contradiga. Até mesmo as fotos expostas podem ser de uma pessoa que não tem nada a ver com a que está digitando coisas maravilhosas pra você.

 Não se envolva com palavras escritas nas páginas da web: qualquer um que não seja totalmente ignorante sabe e pode fazê-lo.

Cuidados a serem tomados

Nunca passe informações pessoais suas a quem quer que seja. O mundo está cheio de bandidos e, pessoas ingênuas e carentes também têm aos montes. Antes de iniciar qualquer envolvimento através desse veículo, procure saber ao certo com quem você está se relacionando. Difícil? Sim, claro que é.

Ninguém disse que seria fácil, vai muito da sua astúcia, perspicácia e determinação. Exponha-se o menos possível até conhecer a pessoa que lhe rouba várias horas úteis usadas no computador, muitas vezes em troca de nada. Como na vida real, na virtual também, todo cuidado é pouco.

O mudo está cheio de psicopatas prontos a agir. Namorando na internet com quem se namora na vida real Aí a coisa muda totalmente de figura, pois você conhece a outra pessoa e, sendo assim, conhece até seu jeito de digitar, sua linguagem, seu modo de ser, de se expressar, etc.

Nesse caso fica muito prazeroso o contato virtual. Quem está do outro lado sabe tudo a seu respeito e você sobre ele (a). Vocês se conhecem realmente e tudo que for dito será verdade ou mentira como no espaço real. Até mesmo o vínculo afetivo poderá crescer mais quando namorados usam a rede virtual para esclarecerem fatos ou mesmo matarem a saudades um do outro. Coisas que muitas vezes não diriam frente a frente acabam sendo reveladas na tela de um computador. Apenas para reforçar.

A maneira de ser de cada um é como uma marca registrada. Caso você conheça bem a pessoa com quem está teclando, saiba que não há nenhuma sombra de dúvida em tudo que ela diz. Ao fazer uso de bate papos internautas com pessoas que conhecemos bem, pela maneira de expressar dessa na linguagem escrita, dá até para saber se a mesma está num bom astral ou não; se está triste ou alegre, disposta ou cansada, enfim, quando se conhece, a verdade é sempre a mesma e as mentiras também.

Sem confiança não dá

A inseparável dupla ciúme e insegurança é possivelmente a maior ameaça para um namoro deste tipo dar certo. Esses comportamentos são capazes de acabar com o relacionamento virtual rapidamente. Eles trazem sofrimento, provocam cegueira emocional e corroem os alicerces dos relacionamentos. A única maneira de evitá-los e com bastante diálogo e a maior transparência possível.

Se forem francas e constantes, essas conversas vão aumentar o nível de confiança do casal, que ficará menos vulnerável a essas emoções negativas. Parceria tecnológica Os casais contemporâneos que namoram à distância tem uma vantagem em comparação aos que viviam há 20 anos: a internet. A rede mundial tem uma série de programas gratuitos que funcionam como aliados dessas relações. O Skype, o messenger e a webcam.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: