Diferenças de maquiagens entre as orientais e as ocidentais

Diferenças de maquiagens entre as orientais e as ocidentais
Avalie esse artigo

Mesmo hoje com o mundo ’reduzido’, graças à globalização, ainda podemos encontrar diferenças curiosas e ricas entre as culturas. As Mulheres que são orientais geralmente necessitam e utilizam-se de técnicas diferenciadas de maquiagem para que a região dos olhos,  que são mais puxadinhos, tenham o destaque com sombras e delineadores.

Isso ocorre devido aos traços e cosméticos costumam “sumir” quando a pálpebra não possui a dobrinha característica dos olhos ocidentais.Quando pensamos em Oriente e Ocidente, essas diferenças ficam ainda mais evidentes.

Orientais e ocidentais tem concepções bem distintas, e isso se reflete na maneira em que eles fazem a maquiagem ou cuidam de sua pele e de sua aparência.

Ver também: Maquiagem para Noivas com Batom Vermelho e Delineador Gatinho

No Brasil todo mundo sabe que o padrão de beleza considerado “ideal” é a mulher com o corpão, bundão, peitão, sexy, etc. Já na Coréia o padrão é de rosto e corpo delicados e simétricos.

Ambos os países tem uma cultura baseada em cirurgia plástica, a Coréia é o primeiro lugar no ranking mundial de cirurgias e o Brasil não fica muito atrás ocupando o quarto lugar.

Destaque na parte superior

O truque de deixar o detalhe mais chamativo e colorido da maquiagem do olho para a região mais próxima à sobrancelha é uma boa maneira que ajuda a fazer com que os olhos abertos pareçam maiores.

Aqui é babadoooo

Make esfumado será seu melhor amigo ever e isso inclui esfumar também a parte debaixo dos olhos para que eles fiquem mais “abertos”. Você cria um esfumado no olho inteiro a partir da raiz dos cílios. Essa parte ficará mais escurinha e vai clareando em direção a sobrancelha. Com isso o olho ficará menos destacado e o resultado será harmônico na certa!

Este esfumado existe de varias maneiras mas os mais queridinhos e adorados das blogueiras e super indicados para as orientais são o arredondado e o amendoado:

–  o delineado arredondado:usando o lápis preto pra melhor delineado, desenhe um traço bem grosso próximo aos cílios e vai subindo em movimento de vai e vem até um pouco abaixo das sobrancelhas.

Concentre bastante cor no centro dos olhos. delineado amendoado: A técnica é a mesma do outro, mas o que muda é a concentração de cor deve ficar entre a raiz dos cílios e nos cantos externos dos olhos.

Sombra em camadas

Mulheres orientais normalmente precisam adaptar os tutorias de maquiagem que aprendem na internet por raramente conseguirem os mesmos resultados por causa dos olhos puxadinhos.

Isso acontece porque o make costuma “sumir” quando a pálpebra não possui a dobrinha característica dos olhos ocidentais. Fazer com que o olhar se destaque, sem necessariamente torna-lo carregado.

Quando bem aplicada, a make é capaz de iluminar os olhos e valorizar os traços do rosto.Fazer um degradê de cores com sombras, mantendo o marrom mais próximo da sobrancelha, sobre as demais, também ajuda a ampliar o olhar e garantir destaque para a região menor e puxadinha dos olhos orientais.

Olha o Brasil avante

O Brasil todo mundo sabe que o padrão de beleza considerado “ideal” é a mulher com o corpão, bundão, peitão, sexy, etc. Já na Coréia o padrão é de rosto e corpo delicados e simétricos.Fazer um delineado gatinho ou um esfumado marrom poderoso pode ser difícil quando a pálpebra móvel não aparece.

Mas com alguns truques certeiros, é possível cumprir essa missão.Ambos os países tem uma cultura baseada em cirurgia plástica, a Coréia é o primeiro lugar no ranking mundial de cirurgias e o Brasil não fica muito atrás ocupando o quarto lugar.

Algumas diferenças das estrangeiras

As ocidentais, gostam de ousar, testando diferentes materiais e bijuterias — ’menos é mais’. Enquanto no Ocidente o uso de  maquiagem é variado, há muitas mulheres que optam por algo mais natural, que só destaque seus atributos.

Já as culturas orientais têm como principal ferramenta de  belezamaquiagem que consiga mudar drasticamente suas características físicas.Já para as mulheres orientais de algumas regiões, quanto mais acessórios, de preferência joias, melhor. Para elas, ’mais é mais’.

Da make é o assunto que se trata

Um dos erros mais comuns que varias mulheres cometem é desenhar um côncavo –e não existe nos olhos das orientais, com  a sombra marrom. O resultado só pode ser horrível e ficar bem artificial.

Por isso, nada de começar por aí, quando o falamos sobre maquiagem, não dá para colocar todas em um patamar só. Cada mulher tem um tipo de pele, tem um formato de rosto diferente do outro, boca, nariz, manchas, sinais, e pontinhos que devem ser valorizados e outros que precisam serbem disfarçados com as makes.

E é nesse contexto que, pensando nas ditasmulheres orientais, que existe tutorias falando sobre o assunto e o resultado são dicas incríveis para quem tem os olhinhos bem puxadinhos para que não venha mais errar no make.

Além disso é legal criar uma base com sombra cremosa ou lápis e utilizar a sombra em pó para secar a base. Isso faz com que a cor permaneça e nada se mexa ao longo do dia.

Enquanto na Coréia tudo é esquematizado, desde a escolha das integrantes de um grupo, passando pelos procedimentos que elas devem fazer, terminando com gravação e release de um álbum, no Brasil as celebridades simplesmente aparecem, vão ganhando dinheiro e vão fazendo cirurgias para se adaptar melhor aos padrões nacionais.

O implante de silicone e a lipoaspiração são os procedimentos mais realizados no Brasil, já na Coréia são a rinoplastia e cirurgia dos olhos (cantoplastia ou pálpebra).

Como na Coréia os idols são escolhidos a dedo pela sua aparência e às vezes pelo talento e só debutam quando os acessores aprovam, eles passam por uma sequência de cirurgias plásticas para deixar o rosto e corpo simétricos e perfeitos.

Por exemplo, as meninas do SNSD todas entraram na faca antes do debut, dizem que até cirurgia nas pernas elas fizeram pra ficar com as pernas finas.Aqui vamos mostrar algumas diferenças entre Ocidente e Oriente, que fazem com que o mundo continue interessante, por causa de sua diversidade. Afinal, o mais importante é respeitar as diferenças.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: