Dor de um amor perdido se cura conquistando outro?

Dor de um amor perdido se cura conquistando outro?
Avalie esse artigo

Sofrer por amor é uma das coisas mais comuns na vida de qualquer mulher adulta. Se apaixonar e não ser correspondida é tão normal quanto não corresponder aos sentimentos de um homem apaixonado.

O que ocorre com muita frequência é que as pessoas perdem o interesse por quem as deseja e passa a se apaixonar por quem não dá valor.

Quando isto ocorre no universo feminino, muitas mulheres cometem o erro de correr atrás da pessoa que desejam, o que faz com que o homem se afaste ainda mais.

Se ele não mostra interesse e você insiste, acaba sofrendo ainda mais, pois ele passa a ignorar, ser frio e não mostrar nenhuma consideração pelos seus sentimentos.

Nestes casos, o melhor a fazer é esquecer o amado e, quando esta decisão é tomada, surge a grande dúvida: como posso aliviar a dor mais rápido?

A ideia de curar um amor com um novo amor é velha e pode funcionar em alguns casos, mas não em todos. Você pode curar um amor com outro se conhecer uma pessoa que julgue mais interessante que o primeiro, e que valha a pena investir.

No entanto, é necessário muito cuidado para não trocar seis por meia dúzia. Você pode curar as feridas que o amado deixou ao se interessar por outro, mas deve ter atenção para não cair de cara no mesmo buraco. Se apaixonar de novo e passar a sofrer de novo por outra pessoa não irá resolver o problema.

Ver também: Como superar um relacionamento infiel

Não force a barra

A melhor forma de curar um amor é com amor próprio. Você tem que se valorizar e se amar mais do que qualquer outra pessoa.

Ao se apaixonar por si mesma, você se torna uma pessoa mais atraente, mais confiante e mais difícil de se abalar com as atitudes dos outros. Desta forma, você para de se apegar e depender do que os outros fazem para ser feliz.

Na teoria parece muito fácil, porém na prática, é muito difícil tirar alguém da cabeça com simples força de vontade. Quando uma pessoa se apaixona, a área do cérebro ativada é a mesma de um viciado, e a pessoa amada passa a se tornar uma garrafa de vinho para um alcoólatra.

Para se livrar desse “vicio”, você pode utilizar a estratégia de um novo amor, desde que utilize o novo alvo para tirar o foco do primeiro. Trabalhe a sua mente para dar mais atenção a outra pessoa, principalmente se for alguém que te valorize mais.

No entanto, não deixe também de pensar mais em si mesma e se esforçar para não remoer os acontecimentos passados. Porém, trocar um amor por outro não vai funcionar se for de forma forçada.

Se você escolher alguém que não sente atração mas que gosta de você, só vai machucar o outro com a ilusão e não vai deixar de pensar no amado. Não tente se apaixonar forçadamente e não brinque com os sentimentos das pessoas para tentar utilizá-las ao seu favor. Como esquecer alguém?

Há muitas formas de esquecer alguém sem a necessidade de apostar em um novo amor.

Se você está fragilizada com uma desilusão amorosa, o melhor a fazer é tirar um tempo para si mesma, sair com as amigas, se divertir e ocupar a mente com coisas que gosta e tem interesse.

Para esquecer alguém de verdade, o segredo é tirar o foco da sua vida nesta pessoa para outras coisas, cortando a sua mente assim que se pegar pensando nele. Veja algumas dicas poderosas para esquecer alguém:

  • Não deixe a depressão pegar você: Isso só vai piorar as coisas. Não recuse convite para sair com as amigas, mesmo que você se sinta triste e sem vontade. Deixe que as pessoas que gostam de você ajudem a sair dessa.
  • Procure uma ocupação: Seja um trabalho, estudo, projetos, hobbies ou o que desejar. Procure fazer coisas que te deixem motivada e animada, assim sua mente estará ocupada demais para pensar nele.
  • Não tente saber da vida dele: Lembre-se que ele é para você o mesmo que uma garrafa de vinho é para um alcoólatra. Você tem que se manter longe da garrafa e não tentar buscar contato com ela. Se você procurar saber dele ou enviar uma mensagem, será o mesmo que deixar o bêbado tocar na garrafa, sentir o cheiro do vinho e depois não deixar que beba.
  • Olhe para os lados: Com certeza há pessoas interessantes no seu meio de convívio. Procure novos contatos sem se jogar de cabeça. Encontre pessoas que te atraem para curtir e conhecer melhor, lembrando que a ideia não é se apaixonar de novo e muito menos forçar a barra para esquecer o amado.
  • Não seja fácil se ele voltar: Se você passar a se amar e esquecer ele, é bem possível que ele volte a buscar contato e queira se aproximar de você. Se isso ocorrer, não facilite as coisas. Não ceda facilmente para não sofrer de novo e só dê uma nova chance se ele passar a valorizá-la e respeitá-la como você merece.
  • Cultive o amor próprio: Para aprender a se amar de verdade, é necessário se convencer do quanto você é linda, inteligente e desejada. Foque nas suas qualidades, melhore a sua autoestima e trabalhe a sua mente para colocar você mesma em primeiro lugar. Nunca deixe que um homem qualquer passe a ter mais valor na sua vida do que você mesma. Pior que perder alguém é sem dúvidas perder a si mesmo.

Equívocos no início da relação

Porém, segundo a especialista, o grande erro de algumas recém-separadas é buscar amores casuais quando ainda estão fechando uma ferida. O ideal é ter alguns cuidados para investir em uma nova e duradoura relação. A seguir, conheça os cinco comportamentos mais clássicos que levam ao fim de um casal recém formado.

1. Ir com pressa.

 Duas pessoas se encontram, acendem uma faísca, passam a noite juntos e tudo vai bem. A química é evidente, parece que se conhecem de toda a vida e são almas gêmeas. No entanto, nada disso é suficiente para decidir se partilhar uma vida sem que se esforcem para conhecer melhor um ao outro. Em geral, é melhor ir devagar e deixe o relacionamento evoluir.

2. Ir devagar demais.

Uma vez que o casal estabeleça quais são seus interesses e aspirações e considerem que têm uma relação forte, as coisas devem avançar física e emocionalmente. Se nada acontece, é questão de tempo que haja desmotivação ou falta de interesse.

3. Não encontrar tempo para estarem juntos.

Todo mundo tem as horas contadas e a agenda cheia, mas a única maneira de mostrar que a outra pessoa é importante para você é passando tempo juntos. Relacionamentos precisam de cuidados constantes para prosperar e seu parceiro deve sentir que é especial para você, e não mais uma atividade a ter que cumprir.

4. E pensar que tudo está feito.

Lembre-se do início do relacionamento, quando você se esforçava para seu companheiro se sentir especial. Se esse sentimento é perdido e substituído pela rotina ou pela ideia de que está tudo feito e seu parceiro garantido, o relacionamento vai acabar por água abaixo. Além disso, nenhuma relação é completamente garantida.

5. Não ter uma vida fora do casal.

Uma relação não deve raptar as vidas de seus membros, mas para complementar e adicionar felicidade e companheirismo. Se você sacrifica seus amigos, seus hobbies e seus interesses por um relacionamento, você entra em um buraco, em seguida, se tudo dar errado, ninguém vai poder ajudá-la.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: