Ele está Deprimido, Como Ajudá-lo a Melhorar? (IMPERDÍVEL)

Ele está Deprimido, Como Ajudá-lo a Melhorar? (IMPERDÍVEL)
Avalie esse artigo

A vida de um casal nem sempre é um rio longo e calmo, pode haver tensões, mas que não são fruto de suas ações, é assim ainda mais difícil de engolir porque não se sente culpado de que acontece e se pergunta sobre como se comportar. Mais e mais pessoas são infelizmente afetadas pela depressão, especialmente em sociedades como a nossa, onde sempre pedimos mais e tudo tem que ser mais rápido. Mas hoje você decidiu levar as coisas na mão e agir. Está claro, você quer salvar seu casal e ajudar seu homem nesse passe ruim e depois levantar a cabeça.

Apesar da boa vontade, não sabemos realmente que tipo de comportamento devemos ter, especialmente porque os termos depressão e depressão são um pouco usados ​​de forma incorreta. Nós fazemos muitas perguntas e temos dificuldade em progredir, o que necessariamente complica as ações que queremos implementar ou que já iniciamos. Você quer saber como fazer quando ele deprime, quais são os diferentes fatores que levam o homem à depressão, mas especialmente como encontrar uma situação melhor em seu relacionamento.

Ver também  Quando a sombra do passado sabota o relacionamento atual (Imperdível)

Vou guiá-lo através deste artigo para entender melhor o que você vive e, especialmente, para não cometer erros e não para agravar a situação. No momento você tem problemas para se sentir bem e você não consegue encontrar um pouco de felicidade, mas se você implementar a mudança e você usar o método certo, então você pode fazê-lo sorrir de novo!

Quais são os sintomas da depressão

Antes de tudo, é necessário entender o assunto e o termo depressão ou depressão. Não se trata de imaginar o pior quando é apenas uma ou duas noites indo mal. Se o seu homem chega em casa exausto e com raiva por 2 dias seguidos, é normal que ele não esteja no topo com você. Não se pode dizer que está em plena depressão, embora eu entenda que não é fácil para você, devemos também aceitar que um homem, como mulher, nem sempre pode ser feliz e que por alguns dias.

Mas quando dura semanas podemos nos preocupar. Os sintomas da depressão no casal são geralmente os seguintes:

– É difícil se sentir bem

– Nos falta motivação e fadiga é cada vez mais importante,

– Pensamos mais devagar e hesitamos em tomar decisões,

– Somos sempre negativos

– Parece um pouco transparente, um pouco menos vivo

– Há uma falta de desejo por coisas que são geralmente agradáveis

Mas também há consequências ou sinais visíveis na vida conjugal. Fadiga e outros fatores afetam a vida sexual de um homem porque o desejo é ausente ou presente, o que o frustra ainda mais. A degradação do sono é muito importante, uma pessoa dorme pouco e mal à medida que as ansiedades tomam conta.

O que cria consequências físicas com perda de apetite e, portanto, peso, torna-se mais frágil e, por exemplo, no inverno, uma pessoa tende a ficar frequentemente doente ou durante períodos mais leves, tem novamente sintomas como alergias ou erupções cutâneas.

Depressão em um homem pode ser revelada quando ele se sente inútil, incompreendido, ele questiona toda a sua vida o que é muito perturbador para sua família. Ele tem dúvidas e uma simples má notícia provoca pânico em casa. Muitas pessoas são influenciadas pelo que está acontecendo de forma negativa em todo o mundo e deve-se dizer que hoje em dia há muitos tópicos quentes. É difícil encontrar o lugar e intensifica esse medo.

A perda de confiança é também um sintoma de depressão. Nós tendemos a nos abaixar, a não acreditar mais em suas habilidades, temos pensamentos negativos às vezes muito escuros quando falamos sobre a morte, por exemplo. Se é um padrão que se repete por várias semanas, devemos reagir porque, nesse estágio, podemos rapidamente passar da depressão para a depressão.

Ele deprime, como explicar isso?

Muitas vezes temos problemas e é bastante normal dizer “meu marido está deprimido ou ele está deprimido” e, inevitavelmente, negamos uma pequena evidência. Pode-se imaginar como um de seus sintomas poderia ser sentido e causar uma crise real em sua personalidade e em seu casal. Muitas vezes há elementos que voltam e que explicam em grande parte essa rápida mudança em casa.

Antes de mais nada, uma crise de meia idade é uma fonte de depressão para muitos homens que têm dificuldade em aceitar mudanças físicas e tudo o que isso implica. Uma queda na forma, uma incapacidade de fazer certas atividades. Há também um aspecto muito importante quando se quer entender uma depressão passageira e até uma grande depressão: a vida profissional. Um homem que está sob muita pressão em sua mesa e tem dificuldade em cumprir seus objetivos terá um sério blues quando chegar em casa.

No nosso tempo, especialmente se o seu homem tiver mais de quarenta anos, não é fácil encontrar um emprego e, por isso, queremos fazer tudo para manter o que temos atualmente. Além disso, o trabalho, ou melhor, o desemprego também é uma causa que pode explicar a depressão de um homem. Esse sentimento de não dar ao casal, não ter projetos em sua vida, contribui para sentir-se mal consigo mesmo e ao fato de que é difícil viver bem aos dois, ainda que em nível financeiro.

Mesmo que tendamos a nos sentir responsáveis ​​e levar tudo em seus ombros, percebemos que a depressão não é culpa de sua namorada. É claro que pode haver problemas no casal e grandes argumentos, mas é raro que eles gerem depressões, que tensões recorrentes podem ter um impacto.

Seja qual for a razão pela qual ela deprime, também é necessário apoiar-se mutuamente e é por isso que você não deve perder a confiança em si mesmo e ter pensamentos negativos que também o impedem de avançar.

Ajudando seu parceiro em depressão com 2 dicas

Quer seja uma pequena depressão ou algo muito mais sério, ele continua sendo seu cônjuge. Então você tem que ajudá-lo e se ele deprime, você tem que agir mesmo que sejam apenas algumas ações. Primeiro de tudo você não deve colocar pressão sobre ele ou até mesmo dar um ultimato a um depressivo, é claro que você pode estimulá-lo, mas ir longe demais arrisca perturbá-lo e isso seria um erro grave. É essencial evitar criar ainda mais tensão e empurrá-lo para distanciar-se ou mesmo para se afastar.

Eu entendo perfeitamente as mulheres que querem fazê-lo reagir dessa maneira, deixando-o com medo, mas você comete um erro, porque não é assim que se cura uma depressão. Para administrar a depressão e o casal, primeiro é preciso propor algo novo e nem sempre ficar onde você se sente mal. Então você tem que sair e se arejar. Um dia simples no país pode fazer o bem por exemplo e provará a ele que você o entende, que você está ao lado dele.

Também é importante cercar-se de profissionais como treinadores para melhorar sua vida como casal e devolver ao seu relacionamento, de modo que ele o considere sua linha de vida. Tudo o que acontece fora do casal fica fora de casa. Para permitir que reaja dessa maneira, você tem uma carta para jogar. Quando ele chega em casa, você pode mostrar a ele que você está tomando conta dele, dando-lhe uma massagem ou tomando uma nova atitude em relação a ele.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: