Ele me pediu um tempo: será o nosso fim?

Ele me pediu um tempo: será o nosso fim?
Avalie esse artigo

O nosso assunto é um tema que deixa a cabeça da mulherada a mil! Grande parte delas já experimentou a péssima sensação de estar vivendo um relacionamento e “do nada” receber a famosa frase: “Preciso de um tempo…” ou “Acho melhor a gente dar um tempo…” Mas e aí? E quando ele pede um tempo? O que acontece? O que se passa na cabeça desse homem? Como posso entender o que ele quer dizer com isso?

Apesar de parecer complicado, entender os homens é muito simples quando você sabe como a mente deles funciona. Acho que já passou da hora de começarmos a pensar como homens! Primeiro entenda:

Acreditar que quando um homem some é sempre porque tem outra, é pedir para isso acontecer. Deixe de paranoia! Ter outra mulher não é regra para sumiço, existem várias outras causas. Vamos ampliar sua mente…

Ver também: E quando o amor chega ao fim, o que fazer?

O que significa quando ele pede um tempo?

  • A primeira linha, e a mais óbvia, é a da dura verdade por trás desse pedido. De cara já podemos pensar em várias explicações, como ele não querer mais; ele não sentir mais o mesmo sentimento por você; ele ter conhecido outra pessoa; ele estar te enrolando; ele não ter coragem de dizer a verdade.
  • A segunda linha de pensamento é a da esperança. Ele pode estar perdido, assustado com a tamanha intensidade do seu sentimento e não conseguir dar um próximo passo; ele por estar envolvido em problemas e não querer ser um estorvo para você; ele também pode estar em uma crise existencial e precisa ficar sozinho; ele quer um tempo porque precisa de um tempo, simples assim.

O primeiro caminho é extremamente assustador, no entanto, o mais real. Não queremos ir por ele porque significaria romance acabado, THE END, GAME OVER. Às vezes os sinais da ruína estão na nossa cara dançando ula-ula de sainha néon e nos recusamos a ver.

Mas quando o cara pede tempo, todos os letreiros luminosos piscam no nosso cérebro apontando para a ala da nossa cegueira hiperativa, nos obrigando a buscar uns óculos especializados em ingenuidade estapafúrdia.

Mesmo assim, corremos para ouvir opiniões de terceiros, ignorando completamente nosso instinto feminino. Desesperadas para ouvir de alguém que este namoro tem conserto.

Você então a faca na garganta das suas amigas e pergunta se está enganada, mas elas, sinceronas, sem medo da morte, dizem na sua cara que ele não te ama mais. E provavelmente minha cara, sinto lhe dizer, elas estarão certas na maioria das vezes.

Outras vezes pode ser que aconteça de não haver sinal algum. Ele era o namorado perfeito, companheiro, carinhoso, bom de cama, bem sucedido. Vocês acordavam agarradinhos com o canto dos passarinhos.

Dançavam juntos na chuva toda vez que caía tempestade, e achavam tudo lindo, mesmo com gripe iminente. Davam de comidinha um ao outro, na boquinha, cheios de guti guti. Mas… Numa bela manhã de sol… TEMPO.

Quando ele pede um tempo podemos avaliar algumas hipóteses:

  1. Se ele sempre pede um tempo:

Seja depois de uma discussão, no dia dos namorados, no carnaval… Independente do dia, do calendário lunar, ou do alinhamento dos planetas, o cidadão é altamente volúvel, indeciso.

Para ele, qualquer hora é hora de dar um tempo. E então, depois ele volta para você como se nada tivesse acontecido, e você se derrete, toda feliz e saltitante pois “meu amor voltou”! Quinze dias depois:

“Acho que preciso de um tempo…” e lá vamos nós outra vez… É sério que você quer permanecer em um relacionamento inseguro assim?

Supondo que você ainda tenha amor-próprio e juízo: dê um basta! Um homem que volta e meia termina contigo não quer nada sério (até que você dê as regras). Ele volta quando está carente e te larga quando está saturado e quer brincar de solteiro.

Ele não te respeita (e nem você, já que sempre aceita). Então, trate de se respeitar! Se isso está acontecendo contigo, dê um basta! Quer ficar, fica; não quer, dê licença! Apenas isso. Sem mais.

  1. Se ele pede um tempo depois de uma discussão (veja bem, UMA discussão):

Ele está de cabeça quente. Espere uns dias, deixe ele se acalmar e sentir sua falta, então voltará. Não precisa se desesperar. A última coisa que ele quer é você no pé aperreando, grudando, ligando, sendo insuportavelmente chata em não respeitar o espaço dele.

“E se a briga tiver sido feia? Se ele realmente tiver se ofendido? Eu vou atrás?”. Não! Se você acha que realmente errou, chame-o para uma conversa, peça desculpas, seja sincera, esclareça as coisas civilizadamente e pronto.

Não precisa recuperar o mau hábito de se humilhar atrás tentando convencê-lo a te ouvir. Seu pedido de desculpas deve ser feito uma única vez. Se ele não quiser ouvi-la, paciência! Você fez sua parte: admitiu o erro, deixou o orgulho de lado… Fazer mais que isso é se humilhar.

  1. Se ele pede um tempo depois de uma discussão (quando houve várias), alegando estar cansado de sempre passar por isso:

Se você é daquelas mulheres chatas, insuportáveis, grudentas, ciumentas, que vive a vida dele e não a sua… Bom amiga, até eu concordo que ele aguentou demais né! Só um capacho para aturar você! Sim, ele está te deixando e com toda razão: Ele chegou ao limite!

E a menos que você prove com atitudes que agora entendeu que precisa se amar e ter uma vida própria, que ele não vive exclusivamente para você, aí sim, ele vai perceber a diferença e voltar. “Devo ir atrás então?”. Jamais!

Dê espaço para ele respirar! Fique na sua. Ele volta para sondar se você ainda continua paranoica ou não (provavelmente a resposta será sim para a maioria das mulheres, infelizmente).

Please, mude! Mude por você. Perceba que seu jeito pegajoso, ciumento, chato, é autodestrutivo para vocês dois. Não adianta prometer mudanças e não cumprir. Fingir que mudou e dois dias depois voltar a ser estérica. Sempre que agir dessa forma, vai perder um pouco da credibilidade e da confiança dele.

É isso que você quer? Não? Então muda criatura! Você não é árvore para permanecer sempre no mesmo lugar. Evolui! Analisa o que tem dado errado no seu relacionamento, onde você tem culpa, e faça sua parte.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: