Evite Discussões em Casal Durante as Férias

Evite Discussões em Casal Durante as Férias
Avalie esse artigo

Para evitar as discussões de casal durante as férias, ambos os membros devem se envolver, caso contrário, o relacionamento pode sair irremediavelmente danificado. Discussões de casal durante as férias são bastante comuns. Isso é porque você compartilha todo o tempo com a outra pessoa.

As obrigações e responsabilidades diminuem, mas, em alguns casos, a tensão aumenta. Férias de casal podem se tornar a oportunidade perfeita para estimular o surgimento de diferentes conflitos.

Ver também: Falta de Desejo Sexual Interfere no Casamento? Aprenda a Conquistar o Seu Marido ( IMPERDÍVEL).

Por que os casais tendem a discutir sobre as férias

Na vida cotidiana, você geralmente não compartilha o tempo todo com seu parceiro. O trabalho ou outros compromissos o impedem. Não sendo capaz de passar o dia todo com a pessoa amada, é normal que ele tenha saudade. Isso irá garantir que, uma vez que você chegar em casa à noite, o desejo de estar com o parceiro é maior do que discutir.

Durante as férias, no entanto, tudo é diferente. Você passa o dia todo junto e, provavelmente, com as crianças. Cuidar de crianças em férias pode ser motivo de disputa. Estar o tempo todo com alguém, sem se afastar dessa pessoa nem por um minuto, não é uma tarefa simples. A coabitação é um teste difícil. De fato, durante as férias você experimenta a verdadeira coabitação e é nesse ponto que você realmente conhece a outra pessoa.

As pessoas se conhecem exatamente como estão durante os feriados. É por isso que geralmente é durante esses períodos que as maiores brigas acontecem dentro do casal. Discussões de casal durante as férias podem piorar. Isto é devido ao fato de que uma das duas pessoas está enfrentando conflitos pessoais ou tem problemas no relacionamento.

Tais estados de ânimo podem estar relacionados, por exemplo, com estados ansiosos ou depressivos. Em tais casos, a outra pessoa precisará de muita paciência e sensibilidade.

Como evitar discussões de casal durante as férias

Muitas pessoas geralmente prestam muita atenção às suas atividades diárias. Isso a leva a esquecer a coisa mais importante: o relacionamento do casal. É muito importante manter a chama viva em um relacionamento, dia após dia. Se você espera que a chegada das férias o faça, isso não ajudará.

Um relacionamento deve ser estimulado e nutrido dia a dia, com fatores como afeto,  sexo e conversação. Um relacionamento de casal sólido e saudável raramente estraga com a chegada dos feriados.

Um espaço adequado

Querer passar 24 horas perto da outra pessoa não é saudável. Todo mundo precisa de um espaço próprio, mesmo em férias. Além disso, passar o dia todo juntos em férias não recompensará o tempo perdido na vida cotidiana. Cada membro do casal deve ter tempo para suas paixões. Este é um posto-chave se você quiser evitar discussões sobre o casal, de férias e ao longo do ano.

Também é importante lembrar que as férias são um período de descanso. Situações de estresse e exaustão devem ser evitadas a todo custo. Para este fim, é necessário se distrair, relaxar e realizar atividades estimulantes. É essencial evitar e não dar origem a situações de crise e disputas.

Diálogo e compreensão

O entendimento também é incrivelmente importante no casal. Antes de ir de férias, as duas pessoas terão que concordar com os detalhes. Se um dos dois gosta das montanhas e o outro da praia, pode-se negociar a metade do tempo em cada lugar. É necessário ter em mente o que a outra pessoa deseja.

Solidariedade e camaradagem são pilares fundamentais em qualquer casal. Se algo nos incomoda sobre a outra pessoa, é importante comunicá-la. Desta forma, você evitará chegar a uma briga. Ser espontâneo, direto e sincero é a melhor maneira de evitar discussões de casais, especialmente durante as férias.

Uma vez iniciada a disputa, é necessário agir com inteligência. Bons argumentos de defesa devem ser apresentados. Além disso, é essencial manter o controle da situação.

É importante lembrar que as férias nunca devem ser usadas como terapia

Um casal em crise passará por feriados terríveis. Para isso, uma terapia de casal é necessária com a ajuda de um profissional. Viagens de casal devem ser realizadas quando o relacionamento está no seu nível mais alto. Os profissionais pressionam muito nesse ponto. Se o casal está em crise, é aconselhável fazer as férias em um lugar próximo. Desta forma, em caso de litígio, não será tão difícil ir para casa.

Lição: Os comportamentos que finalizam sua relação

Ao contrário do que se pode pensar, a origem de tais ações pode levar à separação, já que eles vêm do senso de propriedade e desconfiança em si mesmo e nos outros. Essa é apenas uma das atitudes que internalizamos normalmente e que, a longo prazo, pode se transformar em um obstáculo, mas há muitas outras.

Você quer saber o que são

Inicie uma discussão culpando a outra

Se estivéssemos falando de uma história de detetive, já saberíamos que no final do livro vamos descobrir o autor do crime. Lógico, não? Uma vez que o assassinato ocorreu, o detetive encontra as pistas que o levaram a resolver o caso. Isso também acontece em alguns problemas, com a diferença de que não há ninguém responsável.

Isto significa que quando queremos resolver um problema, o ideal é falar com toda a calma possível com um objetivo comum: pôr fim ao que nos impede de avançar.

Saber que cada um de nós deve melhorar é uma ferramenta para ter sucesso, não um motivo para reprovação. Se cairmos em constante acusação, o diálogo se tornará impossível, levando a uma ruptura definitiva.

Pensar que toda crítica é um ataque

Pessoas com baixa autoestima são usadas para ter tais reações. “Se eles me atacarem, eu me defendo”; eles gritam, mas sem ouvir. O medo acaba e, com isso, diminui qualquer possibilidade de escuta ativa. Nós atacamos, choramos, choramos, mas não ouvimos.

Nós fechamos e nosso cérebro cria uma parede que nosso parceiro está enfrentando sempre que ele precisa de algo. Esse é um dos comportamentos que poderiam alertar sobre um futuro divórcio, porque a paciência do outro poderia terminar.

As consequências são ruins: gritar, ofender … e se machucar muito. Nesse ponto, seu parceiro sairá ou talvez decida sair antes mesmo que essa dinâmica ocorra. É difícil ficar.

Evitando brigas

Ninguém é perfeito e, não importa quanto amor ele possa tentar, a outra pessoa fará certas coisas das quais você não vai gostar. Algumas delas serão insignificantes, enquanto outras o incomodarão ou prejudicarão. No entanto, não se atreva a dizer-lhe: “E se ele levou mal?”, “E se ele não me entendeu?”, “E se ele me deixou?”.

É provável que você não expresse tudo isso em voz alta, mas os sentimentos continuarão presentes em sua cabeça. Eles se manifestarão de alguma forma: um gesto errado, ausência enquanto vocês estão juntos, uma reação exagerada que a outra pessoa não entende… Tudo isso vai adormecer o relacionamento e impedir a comunicação fluida, que ambos esgotam.

Quer compartilhar tudo

Vocês dois tiveram uma vida antes de se conhecerem e terem gostos diferentes. Você não pode desistir só porque você quer ficar junto. Os seres humanos têm muitas dimensões e todos devem ter um espaço em suas vidas. Além disso, é importante chegar em casa e ter algo para contar.

Conversa de alimentação é um caminho para reavivar a chama do amor e da paixão. Não é verdade que queremos ainda mais o nosso parceiro depois de uma boa conversa? Como você pode ver, os comportamentos que poderiam nos fazer entender a chegada de um possível divórcio são lados diferentes da mesma moeda. Ouvir, dialogar e preservar a individualidade é indispensável para um relacionamento saudável e duradouro.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: