Exercício aeróbico ou musculação: Qual é o melhor para emagrecer?‎

Exercício aeróbico ou musculação: Qual é o melhor para emagrecer?‎
Avalie esse artigo

 

Existem muitas dúvidas e mitos sobre a prática da construção muscular. É muito comum que, quando um novo estudante chega a academia procurando perda de peso, o profissional da aptidão introduz exercícios aeróbicos para esse fim em seu treinamento. Mas apenas os exercícios aeróbicos ajudarão nesses casos? Onde a musculação entra nesses casos?

Quando queremos perder peso, quase todos pensam em reduzir a quantidade de alimento a consumir para reduzir a ingestão calórica e exercitar com o objetivo de aumentar a despesa calórica.

A opinião que prevalece nas pessoas é que o exercício aeróbio é o mais aconselhável para maximizar o gasto de energia, a reivindicação é baseada em estudos de quantificação de calorias gastas por unidade de tempo medindo o consumo de oxigênio.

Ver também: Exercício aeróbico para emagrecer 

Para determinar o gasto energético, é necessário determinar a quantidade de oxigênio usada ao realizar uma atividade, verificou-se que 5 litros de cálcio são utilizados para processar 1 litro de oxigênio.

Qualquer atividade física, incluindo anaeróbicas, como exercícios com pesos, é medida através do oxigênio consumido durante e após o término do esforço. O ser humano gasta energia de três maneiras: efeito térmico dos alimentos, gasto metabólico durante o repouso e gasto de energia durante a atividade física.

Efeito térmico

O efeito térmico dos alimentos representa a energia necessária para a digestão dos alimentos e pode representar poucas calorias.

Resíduos metabólicos

A taxa metabólica no repouso representa 60 a 75% da despesa diária total e é a energia que o corpo usa para manter as funções básicas da vida. Portanto, como este é o principal fator de consumo de energia, nos últimos anos estudamos como o exercício pode influenciar esse aspecto.

A taxa metabólica de repouso é influenciada pela massa corporal total e massa muscular, pelo que nos últimos anos o interesse em analisar como o treinamento com pesos influencia essa despesa e, portanto, o controle do peso corporal cresceu.

Massa muscular

A massa muscular é um fator determinante no gasto de energia durante o repouso, vários estudos mostraram que de duas pessoas com o mesmo peso, mas com massa muscular diferente, o que é mais magro poderá queimar mais calorias do que a considerada obesa, portanto, poderá ingerir mais quantidade de alimento sem ganhar peso. É importante esclarecer que a massa muscular gasta uma maior quantidade de energia comparada à massa gordurosa.

Um pouco de tudo

Se você fez essa pergunta alguns anos atrás, a tendência era inclinar-se para exercícios cardiovasculares: corrida, ciclismo ou qualquer exercício que exigisse esforço constante durante um longo período de tempo.

Ao longo do tempo, a resposta parece não tão simples e debate se estende para o mundo da aptidão, além de que é necessário para ter em conta diferentes variáveis tais como as características das pessoas ou a intensidade com que são transportados os exercícios.

Quando você liga o motor está frio e você tem que esperar até ficar quente. Esta primeira fase no corpo humano é anaeróbica até chegar a um ponto, depois de um tempo que varia de acordo com cada pessoa e sua condição física, o que é quando você começa a queimar gordura.

Portanto, ao fazer o trabalho de pesos primeiro e aeróbio depois, você pode queimar gordura desde o início do motor e, em seguida, aumentar o benefício quando você inicia o trabalho cardiovascular para que o motor esteja quente. O único problema é que quando você parar de se exercitar, o corpo deixa de consumir gorduras.

Despesas de energia durante a atividade física

O trabalho aeróbio gasta mais energia por unidade de tempo em comparação com o treinamento com pesos devido à sua natureza contínua, também gera perda de massa muscular e consequente redução no gasto de energia em repouso; no entanto, trabalhar com pesos aumenta a força e massa muscular e diminui ligeiramente a quantidade de gordura relativa.

Se o objetivo é perder peso devido à perda de gordura, o exercício aeróbio acompanhado de uma dieta restritiva pode funcionar, neste caso, é possível aumentar o gasto de energia à custa da gordura acumulada no organismo, mas essa combinação não permite modelar a figura pelo aumento da massa muscular.

Ou seja, você não pode aumentar alguns perímetros desejados, como as nádegas nas mulheres, no peito ou nos braços nos homens com o objetivo de melhorar a estética.

Intensidade

Em um confronto direto entre exercício aeróbico e força, o treinador pessoal espanhol, que recentemente participou de um seminário sobre o assunto, é muito provável que, sob uma rotina de três dias por semana, o treinamento com pesos gere maior perda de gordura

O tamanho dos músculos é relevante porque um ganho de massa muscular – o que é contrário ao que é promovido com treinamento aeróbico – implica uma aceleração do metabolismo.

Mas, além de levar em conta outras variáveis, como a dieta – que é de 60% do sucesso de qualquer programa de treinamento – a recomendação não é focar em uma única forma de treinamento.

O melhor treinamento é os intervalos de alta intensidade, que ao mesmo tempo proporciona uma diminuição da porcentagem de gordura, aumento da massa muscular e melhorias em qualquer parâmetro de força: máximo, resistência e potência.

Além disso, conseguimos treinar em menos tempo e ter os benefícios dele até horas depois de termos terminado. Com os intervalos de treinamento mostrou-se que o metabolismo está ativo por muitas horas após o término do treinamento, é como quando você para o carro, coloque-o em ponto morto, mas o motor ainda está funcionando e consumindo.

Sugestões

A maneira mais apropriada de obter uma perda de peso ideal com uma melhoria da estética corporal, diminuindo a gordura corporal e aumentando a massa muscular, é integrar o trabalho aeróbio, como trabalhar com pesos ou musculação na rotina de treino.

O tipo de treinamento de peso recomendado é típico da hipertrofia, séries de 8 a 12 repetições em 70 ou 80% da carga; e exercícios aeróbicos devem ser de intensidade média, longa duração e baixo impacto.

Desafio18 – Emagrecendo em 48 horas

Com o Desafio18 você irá emagrecer rapidamente e o melhor de tudo, de forma saudável e segura. O que aprenderei no Curso Desafio18?

  • Como fazer escolhas de alimentos inteligentes
  • Aprenda dicas que reduzem o estresse para encontrar uma sensação de bem-estar
  • Saiba quais vitaminas e minerais devem incluir em sua dieta
  • Incorporar o exercício na sua rotina
  • Saiba como o açúcar e a inflamação estão causando estragos na sua saúde

Este é um programa de 48 horas, mas você certamente pode utiliza-lo em alguns meses para incorporar os ensinamentos criados para a sua rotina.

Este programa é para você, se você estiver pronto para mudar seu foco para um modo mais natural de viver e voltar para escolhas positivas de estilo de vida.

AlfaCaps realmente funciona?

AlfaCaps traz muitos resultados e é indicado para as pessoas que desejam emagrecer de forma segura. Não possui contraindicação. Para saber mais sobre a melhor pílula emagrecedora confira o site.

AlfaCaps traz muitos resultados e é indicado para as pessoas que desejam emagrecer de forma segura. Não possui contraindicação.

Para saber mais sobre a melhor pílula emagrecedora confira o site clicando aqui.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: