Existe idade para cada tipo de maquiagem?

Existe idade para cada tipo de maquiagem?
Avalie esse artigo

 

Sim, existe! Textura e composição de produtos, além de formatos de make devem ir se adequando conforme a faixa etária da menina/mulher que está se maquiando. Mas, calma, sejamos democráticos que quanto ao tipo da make em si, vai do gosto de cada um, embora haja sim uma “etiqueta” que mantém a elegância da mulher desde a mais nova até a mais velha.

E também tem o oposto e quando algumas makes devem ser evitadas pelas mais jovens, por ficarem incoerentes e pesada demais, criando um visual estranho e que também possuem algumas composições que não são boas para peles mais jovens.

A autoimagem hoje é um tema cada vez mais debatido pelas mulheres e utilizada como forma de empoderamento, por isso a coerência entre o que você passa para o mundo e como você se vê é uma reflexão importante e equilibrar idade e maquiagem faz parte desse processo.

Ver também: Formas incríveis de delinear seus olhos

Não é nenhum segredo que a maquiagem é o recurso mais usado para realçar a beleza e esconder imperfeições no rosto. Justamente por isso, acompanhar e respeitar as mudanças na pele da face, o envelhecimento e aumento de manchas que aparecem com o tempo é de suma importância para uma boa produção e que valorize o que há de mais bonito em cada mulher.

Para apresentar qual o tipo de maquiagem é mais adequado nas diferentes idades, vamos começar dividindo a linha do tempo da make nas idades: maquiagem infantil, 20 anos, 30 a 40 anos e a partir dos 50 anos.

Já podemos adiantar que com o envelhecimento da pele é preciso aumentar os cuidados, usando produtos mais hidratantes e que neutralizam as rugas, além disso aumenta a tendência a manchas, o que pede uma melhor cobertura da cor.

# Maquiagem infantil:

As crianças estão cada vez mais vaidosas. As mães involuntariamente ou para incentivar esse tipo de feminilidade nas filhas, costumam comprar produtos e nesse caso o ideal é que sejam produtos específicos para a idade das crianças.

A busca constante por informação na internet, na TV e redes sociais fez com que esse grupo de pessoinhas virasse alvo de diversas campanhas publicitárias, para sua idade ou não, que chegaram nos produtos de maquiagem.

Se antigamente você pegava a maquiagem da sua irmã ou não quase escondido, hoje em dia as crianças querem desfrutar desse direito, escolhendo os seus próprios itens. E o mercado oferece produtos específicos para esse público e uma das marcas mais conhecidas é a linha Sophie do grupo O Boticário.

Mesmo as mais tendo essa preocupação, as crianças se interessam pelos produtos da mãe, por oferecerem cores diferentes e mais fortes, melhor textura e duração das sombras, batons e lápis.

Comumente as maquiagens infantis vêm em cores alegres, vibrantes, brilhantes e mais claras, além de saírem de forma muito fácil, apenas com o uso de água corrente ou um papel.

É bom evitar usar lenços umedecidos, porque mesmo os infantis não são adequados para a região dos olhos e boca e deixam resíduos indesejados. Vá com o clássico combo água e sabão.

No entanto, independente da vontade da criança, os dermatologistas são categóricos e pela proibição do uso de produtos estéticos antes dos 12 anos, principalmente se forem produtos para o público adulto.

Uma pele jovem como essa reage com alergias e irritações muito fácil. Uma dica para não errar na hora da compra é conferir a faixa etária que vem indicada dos produtos de qualidade e que passam pela inspeção da ANVISA.

Um erro muito comum é que se compre produtos para criança em camelôs ou em lojas que vendem produtos paralelos e esse hábito apresenta um enorme risco para a saúde de qualquer pele.Produtos que são regulados, oficializados e comercializados.

Sombras, batons e blushes devem vir com etiqueta com composição e faixa etária do produto e se o produto é testado e atestado dermatologicamente, caso essa informação esteja faltando opte por não levar o produto.

Se for inevitável que sua pequena (ou você pequena) use uma maquiagem para adultos, a recomendação médica é que o cuidado maior seja na hora de retirar o produto, que será mais difícil, e recomendam soluções micelares no lugar de demaquilantes.

Solução micelar é um produto que possui muita água termal, agua floral e não tel álcool, conservantes e parabenos, mas que funciona de forma bem mais leve que o demaquilante. Caso a criança use maquiagem apropriada para a sua idade, basta água e sabão para a retirada do produto.

A maquiagem infantil possui composição completamente diferente da maquiagem adulta, a maquiagem infantil tem muito pouco poder de fixação e ser bem leve, pouco pigmento e a chance de irritar é menor.

# Maquiagem para os 20 e poucos anos:

Liberdade total. Essa idade traz um frescor na pele e existem poucas correções, deixando o caminho aberto para produzir bem as áreas dos olhos e boca, que ainda possuem poucos vincos ou flacidez. O ponto negativo são as espinhas, comuns nessa faixa etária. A preparação deve ser mais suave, com leve base, corretivo e pó compacto ou solto nas regiões estratégicas de cada rosto.

# Maquiagem entre 30 e 40 anos:

Glamour e beleza iluminada.Nessa fase a pele passa por transformações e é quando os sinais de idade começam a aparecer gradualmente. Cuidados para não errar são necessários: como os sinais como os “pés de galinha” começam a aparecer e medir a quantidade e corretivo para não carregar nos produtos e manter a naturalidade da pele é fundamental.

O pó compacto ou solto deve ser aplicado apenas nas regiões que brilham, como a zona T e o blush deve ser leve, nada de carregar no produto.

Nos 30 anos quase todo o tipo de maquiagem é permitido, mas a sofisticação é garantida pela maquiagem mais elegante, que valoriza os olhos ou boca. Uma dica é começar a lançar mão de mistura de tons de base, para fazer um estilo contorno com o tom mais escuro e usar o tom mais claro para iluminar as regiões.

No blush as cores mais elegantes são o bronze e tons rodados. Já os olhos permitem cores fortes como grafite, azul marinho ou marrom, e também o uso de máscaras e delineadores.

Nos lábios os clássicos são permitidos, desde os nudes ao vermelho, mas nessa faze é bom começar a apostar em batons com uma hidratação melhor, os super secos podem começar a serem deixados de lado. Quando chegamos aos 40 devemos começar a pensar que mais importante do que parecer super produzida, o importante é iluminar a aparência.

# Maquiagem acima de 50 anos:

Atenção máxima aos olhos e boca. Essas duas áreas são as mais afetadas pela ação do tempo e ficam enrugadas primeiro. Os pés de galinha e a bolsa ou flacidez das pálpebras e olheiras faz com que atenção máxima seja dada a essa região.

Já na boca o problema é que ao envelhecer os lábios tendem a diminuir e aparecem os vincos que deixam o batom escorrer e manchar pela boca, mesmo que em pequenas quantidades. Nessa idade menos é mais. Use uma cor clara para delinear a boca e preencha com batom em tom mais alegre e no gloss para hidratar mais os lábios.

Evite fazer um contraste entre o lápis de contorno e a cor do batom. Os olhos devem ser levemente delineados, pois estão menores pela flacidez da pele e total atenção às sombras, evitando as cintilantes que evidencia, flacidez e rugas.

Opte por sombras opacas e escuras, que levantam e dão profundidade às pálpebras. Já no blush escolha os cremosos, que quando espalhados na diagonal das bochechas dão um ar de fresh à pele.

Em relação as cores, as peles mais claras devem apostar no pêssego, as morenas nos tons terracota e as negras em tons vinhos. Quanto a produção no geral, pegue leve na quantidade de produtos, esfume bem os olhos e escolha um batom bem hidratante e com filtro solar para o dia.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: