Fim Do Inverno: Como Recuperar Os Fios Para A Primavera

Fim Do Inverno: Como Recuperar Os Fios Para A Primavera
Avalie esse artigo

Cada tipo de cabelo merece seu cuidado especial, cada mulher sofre seu drama capilar e tem seus dias de bad hair day. No post de hoje nós preparamos algumas dicas de como estar sempre cuidando dos fios e alguns tratamentos capilares para cabelos específicos.

Como para cabelos tingidos, cacheados e também dicas de como evitar as temidas caspas. Bora anotar todas as dicas e colocar em prática? Assim você fica ainda mais linda e maravilhosa.

Ver também: Filtro Solar Caseiro para Cabelos!

Por que lavar os cabelos?

Independentemente de qual seja o seu tipo de cabelo não tem como fugir do chuveiro. Lavar os cabelos é higiene básica do couro cabeludo e dos fios. A região do couro cabeludo precisa ser bem tratada para que os fios cresçam e não ocorra a descamação.

Um cabelo saudável começa pela raiz. Você sabia que lavar os cabelos reduz a produção do hormônio de estresse (cortisol) nos folículos que produzem a queda?

Existe uma espécie de fauna no raiz do cabelo com glândulas sebáceas que produzem uma espécie de sebo no couro cabeludo, responsável por condicionar naturalmente os cabelos.

Se caso não houver a lavagem dos fios regularmente, o sebo se acumula no couro cabeludo podendo deixar o cabelo mais oleoso ou ainda produzir caspas que podem entupir os folículos dos fios provocando a queda do cabelo.

Um detalhe muito importante na hora de lavar os cabelos é a de massagear o couro cabeludo. Quando os folículos são bem oxigenados com a massagem ele é mantido sem resíduos e tem a aplicação correta do shampoo e condicionador e absorve melhor os nutrientes tornando o cabelo mais saudável.

A maioria das mulheres costuma fazer escovas no cabelo. O uso do shampoo ideal para seu tipo de cabelo é o primeiro passo para a escova perfeita. A lavagem dos fios restaura e prepara o cabelo para a escova.

Para cabelos finos, use um shampoo para dar volume. Já o shampoo para cabelos cacheados – reveste a cutícula para evitar o frizz e hidrata os fios.

Outra coisa muito importante na hora da lavagem é a temperatura da água que deve se manter de 25 graus para baixo, para não estimular as glândulas sebáceas ou ressecar os cabelos.

Com a alta incidência de casos de calvície e a consequente busca pela solução deste indesejável problema, os médicos tem se aliado cada vez ás evoluções tecnológicas para melhorar os resultados da cirurgia de implante capilar .

Um novo aparelho chamado S.A.F.E System (Surgically Advanced Follicular Extraction) é responsável pela extração de folículos do couro cabeludo de uma maneira inovadora. Cabelos Coloridos. Os cabelos coloridos ou tingidos precisam de cuidados extras, principalmente para manter a cor sem desbotar.

Tratamentos para os cabelos cacheados

O problema é mais frequente entre os homens, porém, a calvície também é uma realidade para o público feminino.
Um estudo da Sociedade Brasileira do Cabelo aponta que 50% das mulheres têm alguma queixa relacionada à queda de cabelo. E a calvície propriamente dita, que é uma rarefação aguda dos fios, atinge 5% da população feminina.

De acordo com a fisioterapeuta dermato funcional, Thaís Rodrigues, diversos fatores podem desencadear o problema.
“Tanto a calvície feminina quanto a masculina pode estar associada às questões genéticas, falta de nutrientes, disfunções hormonais, doenças autoimunes e gravidez – no caso de mulheres”, observa.

Segundo Thaís, as características da calvície em homens e mulheres são bem diferentes. Enquanto em homens observa-se um padrão de evolução com formação de entradas em áreas de têmporas, nas mulheres nota-se um cabelo que vai ficando mais rarefeito e fino, com densidade reduzida.

A calvície é provocada por um hormônio derivado da testosterona, chamado Dihidrotestosterona (DHT). A testosterona é transformada em DHT pela enzima 5alfa redutase e, uma vez liberada, ela necessita se conectar a um receptor para ser ativada e causar danos ao folículo piloso, alterando o seu ciclo de crescimento normal.

O recomendado é que seja feito uma cauterização com aminoácidos de proteína para deixar os fios mais fortes e brilhantes. Os cuidados em casa devem ser no mínimo semanal. Use linhas de shampoo e condicionadores para cabelos tingidos, normalmente você encontra específicos para a cor do seu cabelo como loiros ou ruivos.

É indicado que realize uma hidratação com uma máscara reparadora para cabelos danificados. Evite lavar com altas temperaturas e use sempre produtos protetores para os fios antes da piscina ou do banho de mar.

Como os fios cacheados tem a tendência a serem naturalmente ressecados é necessário uma série cuidados especiais para deixar os cachos ainda mais bonitos. Opte por tratamentos com produtos ricos em aminoácidos e proteínas, que são reconstrutores e desenvolvem o brilho e a maciez.

Com relação ao fator hormonal, a maior responsável pela queda de cabelo feminino é o aumento da produção de testosterona, hormônio masculino normalmente produzido em pequena escala nas mulheres.

Novo transplante capilar é um procedimento com anestesia local, sem complicações e a paciente é liberada no mesmo dia
Caso os fios estejam muito ressecados, o indicado é fazer uma hidratação profunda no salão ou em casa. Utilize produtos específicos como shampoo para cabelos cacheados pois ele terá em sua composição as substâncias que seu cabelo necessita.

Xô Caspas!

A caspa é uma coisa que incomoda muita gente. Para se livrar das indesejadas caspas é importante entender a causa delas aparecerem no couro cabeludo. A principal causa é dado principalmente pelo excesso de oleosidade no couro cabeludo, que propicia a proliferação de fungos e bactérias.

Muitas vezes as caspas costumam incomodar mais na época do invernos devido às mudanças repentinas de temperatura aliadas aos banhos quentes que acabam estimulando as glândulas sebáceas. Para controlar as caspas e diminui-las faça o uso contínuo de shampoos para caspa produtos específicos para o controle de oleosidade.

Como a finasterida não age diretamente sobre a testosterona, a análise dela sobre o organismo precisa ser feita de maneira mais aprofundada e em longo prazo. “A finasterida tem uma ação muito discreta sobre o hormônio e não existem estudos conclusivos em longo prazo que comprovem isso”, analisou o médico.

Apesar de não acreditar que o remédio seja o único causador das disfunções sexuais, Francisco Le Voci acredita que, se for comprovada a relação do medicamento com os problemas, logo ele seria substituído por outra alternativa.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: