Fuja dos Danos ao Cabelo Causados Pelo Uso Incorreto do Secador

Fuja dos Danos ao Cabelo Causados Pelo Uso Incorreto do Secador
Avalie esse artigo

 

Rápido e prático, o secador é muito utilizado entre as mulheres e indispensável em sua rotina diária. Se desejar fazer um penteado ou simplesmente secar os cabelos à noite depois de um banho, ele está ali como um excelente quebra-galho. Não é mais um utensílio de beleza, mas sim, um ótimo amigo para os dias difíceis. Mas o problema é que algumas usam o secador regularmente e de forma inadequada.

O presidente da Sociedade Brasileira de Cabelo (SBD), o dermatologista Valcinir Bedin, afirma que há um jeito correto de usar o secador. Ele deve ser colocado a 20 centímetros de distância dos cabelos e sempre em temperatura média. Além disso, durante o processo ele deve estar em movimento, nunca parado sobre a mecha. No entanto, não é assim que funciona na maioria das vezes. Por isso, trouxemos alguns danos causados pelo mau uso do secador.

Ver também: Escova Progressiva: Desvendamos as 15 Maiores Dúvidas

 

Fios ressecados

Quando um fio está ressecado significa que ele está sem água. Ou seja, desidratado. Ao colocar o secador com sua temperatura alta sobre os cabelos, toda porcentagem de água evapora gerando o ressecamento. Para evitar esse erro, o dermatologista Vanir orienta a deixar que os cabelos sequem naturalmente ao ar livre. Quando for lava-los procurar fazer isso pela manhã para que as primeiras horas do dia possam ser aproveitadas. Ele também aconselha a não lavar as madeixas durante a noite para evitar que durma com elas ainda molhadas.

Fios quebradiços

Devido ao uso incorreto do secador, os fios podem ficar ressecados. O que consequentemente os torna mais quebradiços. O dermatologista Elso Vieiras da SBD afirma que pelo fato da desidratação dos fios ressecados, eles perdem a elasticidade ficando mais frágeis. Com isso, quanto mais o fio quebra menor será o volume do cabelo. O que leva muitas pessoas a acharem que estão passando pelo problema da calvície. Porém, o que está acontecendo é que os fios estão ficando menores devido à quebra.

Fios queimados

A dermatologista Samar Harati declara que no secador há três fatores que podem queimar os fios: A alta temperatura, jato muito próximo e tempo prolongado.  Segundo ela, a queimadura é um dano quase irreversível, pois altera a estrutura capilar. A recuperação do fio danificado é quase impossível. O que se pode fazer são hidratações frequentes, cortes na mecha queimada e deixar o secador um pouco de lado.

Frizz

O frizz é ocasionado pela falta de hidratação. Se não forem bem cuidados, eles ficarão rebeldes e desafiarão a lei da gravidade. Por isso, a dermatologista Samar orienta a fazer uso de produtos termoativos e hidratantes antes da escovação. Eles protegem o fio do calor do secador e oferecem um bom nível de hidratação aos cabelos. Além disso, ela também aconselha a dar preferência aos secadores feitos com material iônico. Esse tipo neutraliza as cargas elétricas dos fios fazendo com que eles fiquem mais assentados.

Além do mais, outros cuidados devem ser tomados para não agravar o problema do frizz. Às vezes, pensamos que é só hidratar, hidratar e hidratar. Mas existem certas ações que se não forem evitadas podem agravar o efeito do frizz. Confira abaixo uma lista com algumas atitudes que podem piorar o aspecto de arrepiado nos fios.

Exagerar na temperatura do secador: A alta temperatura do secador pode retirar toda a umidade dos fios fazendo com que fiquem desidratados e consequentemente ressecados. E fios ressecados significam fios arrepiados;

Não passar o leave-in: O produto além de facilitar o processo da escovação, também contém propriedades hidratantes que protegem o cabelo contra o calor do secador;

Secar o cabelo todo de uma só vez: Na hora da pressa a escovação é feita de qualquer maneira. Mas ao agir assim, os fios secam desordenados. Resultado? Fios volumosos e cheios de frizz;

Não secar o cabelo completamente: Com essa atitude algumas mechas ficam cheias de umidade. Logo, uma parte seca e outra úmida resultarão em fios arrepiados.

Alteração do PH

Para proteger as madeixas contra ataques de micro-organismos, elas carregam uma propriedade chamada Potencial Hidrogeniônico (PH). Esse índice é responsável por indicar o nível de acidez, neutralidade ou alcalinidade de qualquer substância, elemento ou meio. Nisso, para que a proteção possa ocorrer o PH do couro cabeludo deve ser de 5,5. O que significa um PH levemente ácido.

Quando o secador é usado com muita frequência, com o bocal muito próximo aos cabelos e em alta temperatura, toda umidade do fio é perdida. Nisso, o PH pode ser alterado facilitando o surgimento de bactérias e fungos na região do couro cabeludo. Por isso é que o secador deve ser usado esporadicamente, evitando-o o máximo possível e redobrar os cuidados com as madeixas.

Fios com pontas duplas

De acordo com o dermatologista Valcinir, a escolha da escova a ser utilizada no processo de escovação pode causar as pontas duplas. Segundo ele, ao puxar demais os fios para escovar, grandes danos podem ser causados a eles principalmente às pontas.

Afinal, elas são as que mais sofrem com as agressões dos fatores externos. Assim, para quem não consegue ficar sem o secador, recomenda-se cortar as pontinhas do cabelo regularmente. Até porque, fios com pontas duplas podem gerar outros problemas como: diminuição do volume, quebra e até queda.

Fios oleosos

Algumas mulheres notam que quanto mais usam o secador mais seus cabelos ficam oleosos. A dermatologista Samar Harati explica que isso pode se ocasionado pelo exagero do leave-in. Algumas pessoas podem aplica-lo exageradamente no cabelo antes de escovar. Com isso a penetração do produto é mais facilitada pelo ar quente do secador. O correto é depositar uma pequena quantidade do produto na palma da mão e aplica-lo somente no comprimento do cabelo.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: