Lições que você aprende depois de se decepcionar no amor

Lições que você aprende depois de se decepcionar no amor
Avalie esse artigo

Passar por uma decepção amorosa não é uma situação fácil para ninguém, e o pior é que você gostando ou não poderá acabar passando por uma também, pois todas as pessoas ao menos uma vez na vida já passaram por isso.

Seja em um relacionamento, em um casamento ou até mesmo com algum ficante que tenha revelado na verdade ser um verdadeiro canalha com você.

Em um primeiro momento parece que tudo no mundo se acabou e que já não existem mais razões para viver e que a pessoa que tanto magoou você é a única pessoa no mundo.

Ou até mesmo por um outro lado, a decepção pode ter acontecido de uma maneira tão impactante ou pode ter acontecido diversas vezes que você simplesmente passou a acreditar que existem várias razões para você investir no amor.

O mais difícil que é lidar com toda a mágoa que fica para trás. Mas, conforme o tempo passa você aprende a ver toda essa situação com outros olhos.

Você aprende a entender que essa foi a melhor saída para vocês: por fim ao relacionamento. Para provar que você mesma já percebeu isso, confira a seguir lições que você aprende depois de se decepcionar no amor diversas vezes.

Ver também: Dicas para superar a crise no seu casamento e melhorar seu relacionamento com seu marido 

Lições que você aprende depois de ter decepções amorosas

1 – Expectativa em excesso acaba fazendo mal

É totalmente normal que você acabe criando alguma expectativa quando começa a sair com alguém ou até mesmo quando esse novo envolvimento acaba sendo alguma coisa mais séria.

Mas, você precisa se lembrar que quando criamos muitas expectativas, as decepções acabam sendo ainda maiores do que imaginamos, principalmente se acabamos de sair de uma decepção amorosa, acreditamos que esse novo amor será diferente e colocamos todas as nossas fichas nisso.

E ao final, você acaba saindo totalmente decepcionada da situação. Ou seja, você aprende até mesmo da pior forma a analisar melhor quais são as verdadeiras intenções da pessoa com quem está saindo agora, mesmo que essa pessoa seja completamente diferente da pessoa com quem você estava saindo antes.

Dessa forma, você consegue saber exatamente qual é a dose ideal de expectativa que você poderá investir. Portanto, por mais que você se decepcione em uma próxima tentativa, a dor será bem menor.

2 – Nem sempre as coisas dão certo

Pensar positivo é sim uma ideia bem legal e todas as pessoas acabam esperando que a paquera possa evoluir para um relacionamento mais sério como um namoro e futuramente até mesmo evolua para um casamento.

Mas muitas vezes, por mais que as coisas estejam sendo perfeitas, nem sempre tudo sai conforme planejamos.

E existem várias causas para que isso acabe acontecendo: imaturidade do parceiro, vocês terem cabeças diferentes e até mesmo a tão temida e tão presente expectativa em uma dose bastante excessiva.

Quanto mais experiências negativas você tiver, mais você se tornará capaz de entender que a realidade é completamente diferente do que você vê nos contos de fada. E sempre as coisas saem do jeito que queremos.

3 – Desistir é sempre a última opção

Se você acabar percebendo que seus relacionamentos anteriores, sim todos aqueles relacionamentos que você viveu anteriormente e que acabaram dando errado, acabará percebendo que você lutou até o fim, fez tudo o que pôde até o último segundo.

E você não precisa se sentir culpada por isso, por lutar pelo relacionamento e fazer tudo de si e ainda assim ele não ter dado certo.

Pelo contrário, isso apenas significa que você sabe realmente o que é o amor de verdade e está sempre disposta a fazer tudo o que for possível para salvar seu relacionamento de uma crise.

O problema é que nem sempre a pessoa com quem você teve um relacionamento está disposta a fazer o mesmo.

O que realmente vale nesse caso é que você sabe lidar com os problemas e principalmente é capaz de acreditar que por maior que esse problema seja, ele pode sim ser resolvido e o principal é que esse problema pode ser resolvido por vocês dois, basta querer.

4 – A mágoa te faz mais forte

Depois do fim do relacionamento, tudo parece estar acabado e a mágoa parece te corroer por dentro. Tudo para você se tornou cinza e perdeu a cor, e já não existem mais esperanças de que você consiga viver um novo amor.

Você acaba chorando, se isolando das pessoas por um tempo e pode até mesmo acabar ficando um pouco ranzinza. Depois que toda essa fase de tormenta passa, você consegue finalmente enxergar toda essa situação com outros olhos.

Você finalmente aprende a compreender o que todos ao seu redor já tinham percebido antes, que você é uma pessoa muito melhor sem ele por perto.

Em um próximo relacionamento, você já se torna capaz de detectar todos os sinais que indiquem que as coisas entre você e seu novo parceiro poderão simplesmente não dar certo e aprende a perceber rapidamente que se continuar insistindo nisso as coisas podem acabar ficando ainda piores.

E o melhor de tudo, é que toda aquela parte triste de se livrar de um relacionamento que não dá certo será muito mais fácil de se lidar do que foi na primeira vez, porque você já sabe exatamente o porque disso ter acontecido, e que a melhor saída para vocês dois foi o término do relacionamento.

Mas acredite, depois de uma mágoa, por maior que ela seja as coisas mudaram e muito, pois quanto maior a mágoa tenha sido, mais seletiva você acabou se tornando. Portanto todos aqueles homens canalhas provavelmente não farão mais o seu tipo.

5 – Você aprende a se valorizar mais

Essa é uma das lições mais importantes de quem já se decepcionou muito com o amor. Você aprende, mesmo que seja da pior forma possível, a gostar mais de mesma. Imagine que muitas pessoas usam um novo relacionamento como uma maneira de esquecer um amor que tenha dado errado no passado.

Por outro lado, as pessoas que respeitam seu tempo e seu momento de luto e se permitem sofrer com as dores da situação que viveram, aprendem a valorizar muito mais a si próprias.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: