Maneiras De Conquistar Cabelos Longos Lindos E Saudáveis

Maneiras De Conquistar Cabelos Longos Lindos E Saudáveis
5 (100%) 1 vote

A atenção deve começar pela raiz, responsável pela maneira como os fios se comportarão. Uma base saudável produz cabelos mais fortes e menos propensos à queda e quebra.

Como os movimentos acabam estimulando a produção de oleosidade, o melhor é deixar para lavar o cabelo depois que você terminar. A massagem diretamente nos fios também é importante, principalmente, ante a aplicação de um produto.

Ver também: Hair lux Seu Cabelo Lindo em 4 Semanas

 

Confira essas dicas

Cremes de tratamento, hidratações e máscara de fortalecimento ajudam no cuidado com as madeixas e são ótimas para qualquer situação. A dica aqui é fazer a aplicação do produto sempre de baixo para cima, não aplicando nada na raiz.

O seu cabelo precisa de produtos feitos especialmente para o tipo da estrutura que ele possui. Por isso, shampoos e condicionadores da mesma linha são ideais para promover resultados satisfatórios e em um curto espaço de tempo.

Não lavar o cabelo regularmente e deixá-lo muito sujo pode aumentar a oleosidade da pele e dos fios. O ideal, portanto, é que você alterne os dias de enxágue. Somente fios muito oleosos precisam ser lavados diariamente.

Além disso, se você tem a raiz do cabelo oleosa, já teve coceira ou descamação, é importante incluir na sua rotina um shampoo específico para o cuidado com o couro cabeludo. A massagem, porém, deve ser feita no sentido oposto, ou seja, de cima para baixo. Assim, as cutículas dos seus fios conseguem ser mais facilmente fechadas, o que, além de selar o cabelo, evita a quebra do mesmo.

Ter um couro cabeludo sadio é essencial para manter os cabelos lindos, hidratados e brilhantes. O cuidado com essa parte da nossa pele também evita problemas como a descamação, oleosidade em excesso e até desnutrição das madeixas. Na hora do banho, não deixe a água muito quente. Altas temperaturas acabam ressecando o cabelo, podendo levar também ao aumento da oleosidade dos fios e descamação do couro cabeludo.

O ajuda na limpeza e ainda oferece o risco de formação de feridas e irritações na pele. Massageie o couro cabeludo sempre com os dedos, suavemente. Pintar o cabelo, fazer escova progressiva ou permanente, pode deixar seu couro cabeludo mais propenso a queimaduras e descamações. Antes de ir em frente com qualquer procedimento químico, teste o produto na nuca para evitar alergias em toda a região.

Atenção com o sol o couro cabeludo é sensível aos raios solares, portanto, saia de casa protegida! Se o dia estiver muito quente, aposte em chapéus, bonés ou acessórios que cubram a cabeça.

Defender uso de óleo de coco nos cabelos

Alimente-se bem a alimentação influencia – e muito – na saúde do seu couro cabeludo. Proteínas e alimentos ricos em zinco, como nozes e frutos do mar, ajudam no fortalecimento dos fios e na redução da oleosidade.

Para um cabelo saudável, é necessário cuidar do couro cabeludo. Não esfregar as unhas na pele, espalhar o shampoo e o condicionador levemente com os dedos e secar bem os fios estão entre as práticas mais comuns e que podem te ajudar a ter madeixas fortes e incríveis.

O que muita gente não sabe é que a massagem capilar também pode ser igualmente útil na hora de cuidar dos cabelos. A técnica consiste em aplicar pressão sobre o couro cabeludo com os dedos ou mesmo com as mãos inteiras.

O óleo de coco não danifica os cabelos se os mesmos forem expostos ao sol. Afirma a Farmacêutica, consultora da Copra, e Pesquisadora, Jackeline Alecrim, que realiza estudos inéditos sobre os efeitos do óleo na cosmética capilar há alguns anos, com abrangência internacional, além de ser especialista em Cosmetologia Avançada e Produtos Naturais de Plantas e Derivados.

Ficamos curiosos e convidamos uma das maiores especialistas do Brasil sobre a utilização do óleo de coco na cosmética capilar a para esclarecer algumas dúvidas. Cequal&MC – Por que a exposição prolongada ao sol traz danos aos fios? Existe uma maneira eficaz de protegê-los?

Jackeline Alecrim – A exposição desprotegida a radiação UV promove danos capilares que são acumulativos e podem ser inclusive irreversíveis, uma vez que o fio não possui capacidade de autoregeneração.

Fio a fio

O fio de cabelo é formado por três estruturas principais, sendo elas: a cutícula (que é a camada protetora), o córtex (camada intermediária responsável pela resistência do fio) e a medula (que pode não estar presente em todos os fios).

Com a exposição crônica à radiação solar as cutículas podem se tornar demasiadamente abertas fazendo com que os raios ultravioletas atinjam mais facilmente o córtex capilar. Esta exposição pode promover o ressecamento do fio, alterar a cor do cabelo (uma vez que a melanina fica depositada no córtex), além de deixar os fios mais propícios à quebra.

O conceito de proteger os cabelos da exposição solar é relativamente novo e ainda pouco difundido, talvez este seja o motivo do tema ainda gerar interpretações inadequadas.

Na medida em que as pesquisas avançam, novas substâncias capazes de conferir proteção aos fios são identificadas. Sendo que nos últimos anos, ativos de origem naturais têm demonstrado uma promissora capacidade de fornecer proteção adicional aos cabelos, inclusive no que diz respeito à termoproteção e proteção solar.

Cequal&MC – O óleo de coco pode ser útil à proteção do cabelo quando exposto ao sol?  Jackeline Alecrim – Sim, o óleo de coco demonstrou em nossos estudos uma incrível capacidade de alinhamento cuticular, o que consequentemente pode diminuir o risco de exposição do córtex, fazendo com que os danos sejam minimizados. Possui ainda alta capacidade de aumentar a resistência mecânica dos fios, além de prolongar a hidratação.

Composto por triglicerídeos de cadeia média, o óleo de coco forma um filme protetor nos fios, preservando sua maciez e brilho. Ao contrário de alguns óleos de origem mineral que podem intensificar os danos capilares.

O óleo de coco pode ainda proteger os fios do contato excessivo com o sal do mar e também diminuir a superfície de contato com o vento, evitando que estes agentes potencializem os danos capilares da exposição excessiva ao sol.

Cequal&MC – Como deve ser aplicado para a obtenção destes benefícios?

Jackeline Alecrim – Para garantir os seus benefícios, o óleo de coco deve ser 100% natural, de boa procedência e não deve jamais apresentar em sua composição óleos minerais como a parafina, por exemplo.

Pode ser aplicado diretamente nos fios secos ou úmidos antes da exposição solar e permanecer nos fios. Deve ser enxaguado adequadamente após a exposição solar. Lembrando que a exposição solar excessiva não é recomendada, mesmo utilizando produtos que protegem o fio.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: