maneiras de edificar a confiança em seus relacionamentos (GARANTIDO)

maneiras de edificar a confiança em seus relacionamentos (GARANTIDO)
Avalie esse artigo

Como toda e qualquer pessoa sabe, a confiança é o fundamento básico de um relacionamento. E isso vale tanto para as relações amorosas como as familiares, entre amigos, entre colegas ou mesmo entre meros conhecidos.

Uma vez que o elo de confiança entre duas pessoas se rompe, é complicadíssimo de conseguir reconstruir esse vínculo novamente. Somente a confiança permite que o relacionamento se sustente no longo prazo, independentemente de seus altos e baixos.

No princípio do namoro ou do casamento, o consolidação da confiança é o que determina a validação da relação. Entretanto, não há plenas garantias de que as coisas vão continuar sempre do mesmo jeito. A confiança precisa constantemente ser nutrida com boas atitudes.

No artigo de hoje, vamos conversar sobre 10 formas de construir e manter a confiança nos seus relacionamentos afetivos. Essas dicas podem ser essenciais para reavaliar seu quotidiano e sua postura.

 

1. Superar o desejo de controle absoluto

 

Um erro habitual que afeta muitos casais é o desejo de controle absoluto de uma das partes. Sem um alicerce igualitário nas decisões, não há como estabelecer uma confiança mútua e saudável entre ambos.

Se você acha que seu cônjuge está abusando do controle ou vice versa, é hora de conversar sério sobre o assunto. O problema é que é muito mais difícil de perceber esse tipo de erro em nós mesmos do que nos outros. Saiba ouvir.

 

2. Evitar a desonestidade a qualquer custo

 

Esconder qualquer fato importante do seu parceiro, seja mentindo ou omitindo informações, é sinal de desonestidade.

Lembre-se que, além de estar contribuindo negativamente para a confiança que ele sente em você, também não estará sendo honesta consigo mesma. Afinal, essa foi a pessoa que você escolheu para dividir a sua vida.

Não engane, assim como não gostaria de ser enganada. Até porque conviver com o fato de que está fazendo alguma coisa errada não é algo que oferece sono tranquilo para pessoas de boa índole.

 

3. Não se tornar uma pessoa egocentrista

 

Para construir a confiança numa relação, precisamos nos certificar de que não há motivações egoístas nessa parceria. Quando duas pessoas caminham juntas na mesma direção, elas chegam a um destino comum. Por isso, é importante a existência de objetivos conjuntos.

Todavia, quando arrastamos alguém a um destino somente pela fé que essa pessoa depositou em nós, a relação pode ser estagnada. Alçar os próprios voos é importante, só não permita que o seu ego sufoque o seu amor.

 

4. Ter clareza e abertura nas suas decisões

 

Ser claro sobre suas metas, objetivos e decisões é primordial. A premissa de que devemos nos esquivar de confrontos diretos para não machucar o parceiro, nem sempre é válida.

Seja uma pessoa aberta ao diálogo, não crie barreiras que impeçam seu parceiro de opinar nas suas decisões. Ainda que seja importante manter nossa personalidade e amor próprio, se fechar no próprio mundo é altamente prejudicial para qualquer relação.

 

5. Nunca menosprezar a importância da comunicação

 

Para complementar o item anterior, nada mais indispensável do que uma boa comunicação. Ela é o cerne da sustentação do relacionamento, mostrando-se como origem da confiança nele esperada.

Em uma conversa, deve-se ouvir e também ser ouvido. Mesmo os sentimentos e emoções mais profundas precisam ser expressados. Não se detenha somente a assuntos superficiais, dialogue sobre tudo.

Também não esqueça que a comunicação pode acontecer de outras maneiras. Esteja atenta aos gestos, olhares e fisionomia de seu companheiro.

 

6. Saber pedir perdão e também perdoar

 

A capacidade de superar os erros que todos nós cometemos e aprender com eles ajuda a construir laços de confiança. Por isso, saiba pedir perdão e também saiba perdoar.

Evite ficar remoendo situações do passado, ainda que elas tenham lhe magoado. Se apegar em questões antigas e trazê-las à tona para demonstrar superioridade numa discussão é uma prática muito errônea.

Se você perdoou, supere. Criar suspeitas com base em conclusões rápidas e pautadas em experiências anteriores prejudica a confiança.

 

7. Ser sempre uma pessoa empática

 

Um recente estudo sobre neurônios espelho chegou à conclusão de que nossas atitudes são refletidas no cérebro de outras pessoas. Portanto, se tentarmos aplicar a empatia no nosso dia a dia, provavelmente receberemos o mesmo tratamento.

Para quem não lembra, empatia significa colocar-se no lugar do outro e ser sensível aos seus sentimentos e necessidades. Mesmo que você não concorde completamente com as razões que levam uma pessoa a agir de determinada forma, é preciso procurar entendê-la.

Ridicularizar alguém pelas suas ideias e opiniões, por exemplo, principalmente em momentos de dificuldade, é um caminho fadado ao fracasso. Sem dúvida, isso interfere negativamente na relação de confiança que um casal tem.

 

8. Manter uma postura otimista e positiva

 

Caso seu parceiro nunca tenha lhe dado motivos para duvidar da idoneidade dele, não procure por picuinhas. Se não há razões para desconfiar dele, simplesmente não desconfie.

Manter essa postura positiva evita que conclusões equívocas e precipitadas sejam conduzidas pela sua desconfiança. Trate-o sempre com amor e com respeito, assim como espera que ele lhe trate também. Isso cria um ciclo virtuoso de boas atitudes entre o casal.

 

9. Ser uma pessoa mais previsível, na medida do possível

 

Para que seu parceiro confie em você, um pouco de previsibilidade pode ajudar. Evite surpreendê-lo negativamente ou o tempo todo. Quando se estabelece um vínculo de segurança, já sabemos de antemão as nuances do que está por vir.

Inovar numa relação é preciso. Mas a estabilidade e a uniformidade também colaboram para a credibilidade que passamos. Mantenha o equilíbrio.

 

10. Não demonstrar dúvida nas capacidades do seu companheiro

 

Assim como você espera que ele confie nas suas habilidades e lhe dê o suporte adequado para colocá-las em prática, faça o mesmo. Jamais diga “você não pode fazer isso” de modo incisivo. Dê apoio e, se sentir qualquer receio, ofereça ajuda: “o que você acha de fazermos isso juntos?”.

Pode ser numa simples atividade do cotidiano ou nas grandes decisões – a parceria de um casal se firma através do respeito e da força que amor traz para os dois.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: