Maquiagem definitiva para estrias: descubra como funciona

Maquiagem definitiva para estrias: descubra como funciona
Avalie esse artigo

 

As estrias são uma forma de cicatriz na pele. Ela pode surgir em homens ou em mulheres, porém é mais comum nas mulheres nas áreas das coxas e glúteos. As estrias são basicamente de dois tipos: cor avermelhada e esbranquiçada.

A pele possui três camadas em sua constituição. Epiderme, Derme e Hipoderme, sendo uma mais superficial que a outra, respectivamente.

As estrias brancas, mais difíceis de retirar, encontram-se na Derme, segunda camada da pele. Sua ocorrência é grande também nos braços, abdômen (principalmente após a gravidez) e seios.

Elas são encaradas como um grande problema pelas mulheres que vivem procurando as mais variadas formas de escondê-las.

A maquiagem definitiva para as estrias é uma técnica nova e pouca conhecida e responsável por camuflar estas indesejáveis marcas, que muitas vezes se tornam imperceptíveis.

Em seguida, vamos entender como surgem as estrias, quais as possíveis razões, e depois como funciona a maquiagem definitiva.

Ver também: Maquiagem para morenas 

Surgimento das estrias

As estrias surgem basicamente porque a pele foi muito esticada em um curto período de tempo. As duas camadas mais profundas da pele são constituídas, principalmente, por uma proteína chamada colágeno.

Quando este colágeno é esticado, forçado, acima da sua capacidade, ele se rompe, dando origem as estrias. Uma vez ocorrido este processo, dificilmente ele conseguirá voltar a sua forma e tamanho iniciais.

Durante a gestação, além da distensão natural da pele, ainda há uma ação hormonal que suaviza o colágeno e também os ligamentos da pélvis, para que os tecidos possam se alongar mais facilmente durante esta fase. Por isso, é comum que apareçam estrias por conta desta diminuição do colágeno.

As estrias podem surgiu também em pessoas que perderam ou ganharam peso com muita velocidade, ganharam ou perderam massa muscular ou que tomaram esteroides durante a adolescência ou puberdade.

Existe alguma forma de prevenção?

Se já houve o surgimento de estrias, pode significar na maioria dos casos, que o colágeno é escasso em seu corpo. Porém não há muito como prever isso, por isso é tão difícil a prevenção. Entretanto, atualmente existem produtos ricos em colágeno que poderão fortalecer sua pele, e impedir o aparecimento das estrias.

Se você está acima do seu peso normal e está em um processo de emagrecimento, fique atento para não perder mais de um quilo por semana. Isto poderá garantir uma perde de peso mais saudável e não tão rápida, e a pele poderá acompanhar sem problemas, diminuindo a chance d surgimento de estrias.

Há alguns tratamentos próprios para estrias, embora as esbranquiçadas já serem consideradas permanentes. Porém, para as de tom avermelhado, mais recentes, existem tratamentos que podem torná-las quase imperceptíveis.

Durante a gestação, a aplicação de óleos vegetais e  naturais, podem prevenir ou até reduzir o aparecimento de estrias. Alguns cremes contendo manteiga de cacau são utilizados para suavizar marcas como as estrias.

Existem também os cremes ricos em colágeno, que são mais procurados para este fim, mas não há uma comprovação científica em relação à eles.

As estrias avermelhadas podem ser tratadas com sessões de laser, diminuindo muito a incidência e disfarçando-as. Normalmente, são suficiente de 5 a 6 sessões de tratamento para um bom resultado.

Maquiagem definitiva: Micropigmentação

 

A micropigmentação ou dermopigmentação é um processo conhecido que ajuda a camuflar estrias e outras marcas da pele. É um processo também muito utilizado em maquiagens e preenchimento das sobrancelhas.

É aplicada uma pigmentação na epiderme (camada mais superficial da pele) e as estrias são cobertas. As mais profundas são apenas camufladas, porém as que estão em camada mais superficial são completamente cobertas pela pigmentação. O procedimento é realizado com a região totalmente anestesiada, portanto, é indolor.

Quanto às pigmentações utilizadas, são duas: uma de tom mais neutro que é responsável por cobrir as estrias, e a segunda é do mesmo tom da pele, que ajuda a camuflar as estrias e uniformizar a região.

O tipo de maquiagem é chamada de definitiva pois é como uma tatuagem, e pode ser utilizada em qualquer parte do corpo que tenha estrias.

As sessões podem ser de até 2 horas, dependendo do tamanho da área a ser realizado o processo. São necessários, em média dois encontros, sendo o segundo dedicado a retoque. O tempo ideal entre os encontros são de um mês, que é o tempo que a pele leva para se regenerar.

Há algum risco ao realizar a técnica?

Não há riscos para a realização da micropigmentação, porém, deve-se certificar se o profissional é habilitado para o procedimento e se utiliza agulha descartáveis.

O tratamento não nenhuma contra-indicação. Porém, se você gosta muito de bronzear-se  a exposição solar pode atrapalhar um pouco neste processo, acelerando o processo dedesbotamento da micropigmentação.

Se você não toma muito sol, a técnica é perfeita para você, pois não haverá nenhum fator externo que influirá no procedimento.

Apesar de não apresentar grandes riscos que, em algumas pessoas podem aparecer reações alérgicas ao componente utilizado para pigmentar. Por este motivo, é fundamental conversar com um dermatologista antes de aplicar a técnica.

A maquiagem definitiva é para sempre?

Infelizmente não. Como o procedimento é realizado na camada mais externa da pele, a camuflagem pode ir sumindo com o tempo. Dependendo da área em que for realizada, a micropigmentação pode durar cerca de 3 anos. Também pode ser retocada conforme a necessidade.

Recuperação do procedimento

O processo de recuperação é semelhante ao de uma tatuagem. Após o procedimento, é recomendada a utilização de produtos à base de vaselina e muito filtro solar.

Após este tratamento, é comum o aparecimento de “casquinha” no local, é uma forma de cicatrização da pele e não deve ser retirada. Outra recomendação é a não ingestão de frutos do mar e realizar a higienização da região com soro fisiológico.

Valores

O valor vai variar de clínica e de região, porém uma média de preço encontrada é de R$400,00 a R$800,00. Vale ressaltar que o ideal é que se realize o procedimento em uma clínica de confiança e com profissionais habilitados para tal técnica.

Por conta da utilização de agulhas e anestésicos, não é considerado um procedimento tão simples assim, portanto, pesquise muito bem o local antes de fechar o tratamento.

 

 

 

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: