Maus Hábitos que Podem Colocar o seu Casal em Risco (GARANTIDO)

Maus Hábitos que Podem Colocar o seu Casal em Risco (GARANTIDO)
Avalie esse artigo

Argumentar por um sim ou não, parar de fazer esforços, preso ao seu parceiro … Tantos detalhes que podem prejudicar um relacionamento. Como consertar isso? Vamos ver o que pode ser feito.

1.    Sempre descanse no outro

No início de um relacionamento, tendemos a delegar certas tarefas, se considerarmos que o outro as executa melhor do que nós. Ouve-se então dizer: “Você passa a roupa de linho melhor do que eu, então eu prefiro deixar você fazer”.

Se a princípio, o parceiro pode se sentir valorizado, passar a roupa suja finalmente se torna um automatismo, então uma restrição. O casal registra essa operação, que se torna um mau hábito.

Para reequilibrar a situação, é necessário intervir rapidamente. Aquele que “deixa ir” deve questionar e agir, enquanto aquele que “faz” deve aprender a se comunicar, pedir ajuda ao outro.

2.    Estar juntos o tempo todo

Um casal fusional é um casal que faz tudo junto e pensa em ser autossuficiente. Esta operação é frequentemente ilusória porque não é necessariamente viável a longo prazo.

E por um bom motivo: viver dessa maneira é assumir o risco de que a personalidade dos cônjuges desapareça em benefício do casal, o que pode levar a um empobrecimento do relacionamento. E ser incapaz de fazer as coisas sozinho também está se atolando na dependência emocional.

Para preservar o seu relacionamento, você tem que aprender a ficar sozinho, a fim de ser realizado como um casal.

3.    Argumentar por tudo e qualquer coisa

Ninguém gosta de discutir. Conflitos repetitivos sob qualquer pretexto muitas vezes escondem um problema mais profundo. Para remediar esta situação, devemos começar por fazer perguntas sobre a origem do desconforto, comunicando com calma. Por que estou irritado? Por que minha esposa está na defensiva? Ele se sente frustrado? Como muitas perguntas, é necessário perguntar.

O segundo passo é a aceitação: para ter um relacionamento pacífico, é necessário aceitar que o outro é diferente. Então é hora de pensar em dois, para que essas diferenças se tornem uma força.

4.    Deixe-se levar

Manter um relacionamento requer um esforço contínuo. No entanto, acontece que um descuido se instala, seja físico, comportamental ou íntimo.

Para remediar isso, deve-se fazer a seguinte pergunta: gostaria que meu cônjuge fizesse o que estou fazendo? Se a resposta for “não”, o trabalho em si é necessário.

O truque para este trabalho ter sucesso? Tenha em mente que o outro é nosso melhor amigo, porque com seu melhor amigo, mantemos uma certa distância que às vezes perdemos com o cônjuge. Uma boa maneira de não entrar no banheiro quando o outro está no banheiro! Não hesite em se comunicar com seu cônjuge, perguntando se há alguma coisa que o incomoda no seu comportamento.

5.    Esquecer de provar o amor de alguém para outro

Um “eu te amo” usual e mecânico às vezes não é suficiente para preencher o outro. Para não colocar o parceiro em risco, é preciso entender como o parceiro precisa ser amado.

Pouca atenção, surpresa, gesto de carinho … As possibilidades são muitas! O ponto é encontrar o que combina com o seu cônjuge. Para isso, nada como observação: devemos ir à descoberta do outro, dar um passo em direção a ele.

Mais uma vez, a comunicação é essencial: não hesite em perguntar ao seu cônjuge se ele se sente amado e o que ele quer de nós. Mesmo que não pareçam naturais, esses pequenos detalhes podem fazer a diferença e ajudar o casal a sobreviver com o tempo!

Casal: 5 frases para dizer ao seu parceiro para manter o relacionamento

Algumas expressões que formam a base do relacionamento humano podem ser esquecidas em um casal, especialmente depois de uma discussão. Essas cinco sentenças, no entanto, são essenciais para sustentar a benevolência dentro do relacionamento.

O segredo de um casal que dura é baseado, entre outras coisas, na boa comunicação entre os parceiros. Para manter o relacionamento, 5 frases são essenciais. Esses itens essenciais são semelhantes aos rituais que lembram que o vínculo com seu cônjuge deve ser mantido diariamente. Essas palavras ajudam a manter boa vontade dentro do casal. De fato, a linguagem verbal e a infra verbal são parte da sedução e podem também impedir que destruam sua privacidade.

Os gestos também são importantes: sorrir, porque é mais fácil ir a uma pessoa sorridente; e apertar as mãos pelo menos uma vez por dia: a linguagem corporal transmite uma mensagem que as palavras têm dificuldade em expressar: é quieto e silencioso.

“Quando tudo está bem, você é capaz de fazer isso naturalmente, enquanto nos testes, este exercício é mais complexo, é precisamente nesses momentos que não devemos desistir!” alerta Camille Rochet, a especialista que vai explicar tudo!

“Olá”

Dizer olá parece ser uma ação simples e automática: é a base do relacionamento humano. Agora, à força de ver seu companheiro todos os dias, esquecemos certos hábitos lógicos. Dizendo olá diariamente, isso envia ao nosso cônjuge um sinal positivo de reconhecimento.

“Como vai você?”

Para se preocupar todos os dias sobre as emoções do nosso parceiro: um gesto vital para a vida de um casal para trabalhar. Tenha cuidado, pois envolve tempo para realmente ouvir a resposta: perguntar mecanicamente ao cônjuge se ele ou ela é bom é inútil.

“Boa noite”

Por motivos profissionais ou pessoais, muitos casais não vão para a cama ao mesmo tempo. Assim como a manhã dizendo olá, é importante dizer boa noite na hora de dormir. Isso permite “dizer a outra sua atenção”, diz o profissional.

“Perdão”

Uma palavra mágica, de acordo com Camille Rochet. Dizer “desculpe” nunca deixa você dormir em algo que possa mantê-lo longe de seu cônjuge. “É interessante ver que o que parecia trivial pode ter tido um impacto sobre o outro, enquanto o que você achava ruim às vezes passou despercebido. ” Peça perdão pelo que você fez e pelo que achou que poderia ter ferido o seu cônjuge e, em caso de dúvida, pergunte ao seu parceiro se você o machucou. Nem sempre percebemos o impacto do nosso comportamento no outro.

“Obrigado”

O objetivo é agradecer ao seu companheiro por todas as coisas que causaram uma emoção positiva. Todo gesto que participa da vida cotidiana permanece um gesto de amor. “Fazer a refeição, dormir as crianças, lavar o banheiro, consertar o vazamento na pia, é essencial para a vida comum. Elas são muito mais agradáveis ​​se você for agradecido”.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: