Mentiras que você não deve contar para o seu namorado

Mentiras que você não deve contar para o seu namorado
Avalie esse artigo

Quando a gente começa um novo relacionamento, pode achar que contar a verdade sobre algumas coisas é ruim para que as coisas continuem bem. Porém, você com certeza já se pegou contando mentiras em um namoro ou casamento. A questão é que, pouco a pouco, essas inverdades podem destruir a relação como um todo.

Contar mentiras nunca é uma boa ideia, em nenhuma ocasião (nem mesmo aquelas ‘mentirinhas brancas’). Quanto mais você mente, menos você consegue perceber a desonestidade alheia. Ou seja, você perde aquele ‘sensor’ natural que todo mundo de identificar quando uma pessoa está mentindo e, no fim do dia, isso não faz bem para ninguém.

Mentiras que você não deve contar

Então, é uma boa ideia pensar duas vezes antes de contar mentiras como as que listamos aí embaixo.

1.‘Isso não me incomoda’

Essa talvez é uma das mentiras que mais fazem mal em um relacionamento. Se existe alguma coisa que o seu parceiro faz que te incomoda, não finja que você está bem com medo de começar uma briga ou uma discussão. Aos poucos, você vai somatizar o incômodo e, uma hora ou outra, isso com certeza vai explodir na cara de vocês dois. Ou seja, o melhor é ser sincera logo de cara, para que o problema não vire uma bola de neve.

Ver também: Hábitos que podem estar dificultando seu relacionamento

2.‘Nossa, eu amo ISSO (insira aqui alguma coisa que ele ama)’

Outra coisa que acontece muito: a gente fala que ama uma coisa que o cara gosta muito para ganhar pontos com ele. Segundo o Bustle, falar esse tipo de coisa distancia vocês dois, ao invés de tornar vocês mais próximos.

Fingir que você gosta de uma coisa que não gosta é cansativo e pode gerar muitos outros problemas lá para frente, de forma que você começa a ressentir a outra pessoa. E não é isso que buscamos em um relacionamento, não é?

3.‘Eu quero filhos’

Nem todo mundo nasceu para ser mãe. E isso não é um problema, pelo contrário. É uma questão de escolha, e se você sente que construir uma família no modelo tradicional, que ser mãe, não é um sonho seu, não minta que você gostaria de ter filhos em algum momento da vida.

Esse, com certeza, é o tipo de assunto que faz muitos casais brigarem em algum momento da vida. Esse, com certeza, é o tipo de assunto que faz muitos casais brigarem – feio.

Por isso, se você percebe que o seu parceiro quer muito ser pai, é melhor ser honesta de cara e dizer que crianças não estão no seu futuro. Se o seu parceiro não dividir da sua opinião, então o melhor a fazer é ter uma conversa séria sobre o assunto e decidir se é melhor ou não que vocês continuem juntos.

4. Desejo na cama

Existem muitas mentiras, mas esta é uma prioridade que não deve ser usada.. Não deve esconder os seus desejos durante uma relação sexual. Vou citar um exemplo um exemplo: Suponhamos que o seu namorado faz algo que você não goste nada, mas para o satisfazer você acaba dizendo que foi mesmo muito bom.

Pois bem, nesta situação o que pode acontecer é que pelo fato de ele acreditar que você gostou bastante do que ele fez, ele irá repetir provavelmente várias vezes durante as relações e isso vai causar, obviamente, desconforto entre você.

E o sexo deve ser o compartilhamento de prazer para ambos e sendo assim deve conter o que a ambos sintam prazer com total liberdade e não apenas algo que agrade o outro e sem qualquer proveito próprio.

5. Presentes

Ele te oferece um presente que, na verdade você nem gostou, mas diz que sim para não parecer mal. Errado. Muito errado mesmo. Com esta atitude o que irá acontecer é que esse mesmo rapaz irá encher você de presentes que na verdade você nem dará importância nenhuma ou simplesmente não te agradará de jeito nenhum.

Tudo isto acontece por você não ser capaz de lhe dizer a verdade e que aquela presente não é algo que você goste, ou que se adeque ao seu gosto. Todos sabemos o quanto é difícil dizer que não gostamos de algo que nos é oferecem, mas é a melhor coisa.

6. Atividades e Interesses

Nunca deve mentir sobre os seus interesses ou atividade que goste de praticar. O seu namorado gosta de ver futebol e você para que ele não se sinta mal vai dizer que também gosta? E sendo algo que detesta irão passar noites assistindo futebol e  discutindo resultados ou jogadores?

Não faz nenhum sentido. Uma coisa é respeitar o que a outra pessoa gosta, outra completamente diferente é terem de gostar das mesmas coisas, isso não resulta, nem tem de acontecer. O que devem procurar é conhecer os interesses que ambos partilham e empenharem-se nas atividades que podem executar em conjunto.

Mentir ou omitir?

Diplomática como só, a mentira evita discórdias e mantém amizades firmes e fortes. A perguntinha básica que rola antes de qualquer noitada entre mulheres, não poderia escapar à regra. Mal entra no carro, sua amiga questiona: “E aí, gostou da minha roupa?”.

A cafonice em pessoa, tudo o que ela não quer ouvir é a verdade. Mais do que bem-vinda, a mentira é necessária. Qualquer pessoa com bom senso sabe que há momentos em que não apenas se pode – mas deve – mandar um caô.

Não chega a ser mentira, mas uma consideração com a auto-estima da coitada, que num acesso de nostalgia desencavou do armário sua botinha sete oitavos e uma jaqueta de ombreiras, combinando, é claro, com a camiseta de lurex prateado. Tudo pela amizade.

As situações são tantas, que passam até despercebidas. Do elogio ao bacalhau da avó, durante o almoço de domingo, à confirmação de que, sim, ele mandou superbem na cama, e te fez ver estrelas, tudo é dito em prol do carinho que sentimos pelo outro.

Para quê decepcionar a senhorinha de 82 anos, e mandar na lata que faltou sal, e o peixe estava um tanto quanto duro? A verdade, que ninguém quer ouvir, nem tem coragem de dizer, seria um tiro no peito da avó, tão querida.

Colocar a auto-estima dele lá embaixo, e começar uma séria discussão de relacionamento em plena madrugada? Não, obrigada! Não é hora de ser sincera. Ficamos com a mentira, que é a melhor e única saída.

Da mesma forma como quando perguntamos para o namorado se ele acha que precisamos perder uns quilinhos. Certamente ele dirá que está feliz com as coisas, do jeito que estão, sem tirar nem pôr. Esse tipo de pergunta é uma verdadeira injustiça, e das grandes.

O tipo de verdade que não queremos escutar, e quando ele comete o erro de ser sincero, lá vem a discussão. Acredito que essas mentirinhas não façam mal algum, e, em alguns casos, sejam até necessárias.

Se você tem uma justificativa para mentir, tudo bem. Em alguns momentos, ser sincero demais não é uma boa idéia. Nem o ser humano nem a sociedade estão preparados para isso.

A moral da história é: contar mentiras nunca é bom. Para ninguém. Em situação alguma. A honestidade é sempre a melhor escolha para que um relacionamento cresça bem e seja duradouro. Se o que você quer é um namorado ou marido que seja, acima de tudo, seu parceiro de jornada, saiba que mentir sobre o básico não vai te levar para isso.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: