MOTIVOS PARA TER UM RELACIONAMENTO ABERTO

MOTIVOS PARA TER UM RELACIONAMENTO ABERTO
Avalie esse artigo

Um dos principais motivos para se abrir um relacionamento é o fato de os dois quererem um relacionamento aberto. Se uma das partes já não se sentir totalmente confortável com a situação, o casal deve ponderar se é realmente necessário abrir a relação.

Quando um dos dois não querem ou não tem coragem o suficiente (pelos mais diversos motivos) para encarar essa situação, o casal deve deixar a ideia de lado e continuar como estavam. Entretanto, tem alguns motivos que não ficam tão abertos a casais que nunca experimentaram essa situação.

Ver também: 8 sinais que você está com parceiro ideal

1 – NÃO É POSSÍVEL QUE UMA ÚNICA PESSOA PREENCHA TODAS AS NECESSIDADES QUE TEMOS

As necessidades podem ser sexuais, intelectuais, emocionais e/ou práticas. Atualmente, exigimos, mesmo que de forma implícita, que o nosso parceiro satisfaça todas as nossas necessidades sem nos darmos conta de que isso é exigir muito de uma pessoa só.

Todo esse assunto de paixão eterna e de querer estar para sempre com apenas uma pessoa e que só por ela nós iremos nos apaixonar começou há pouco tempo (último século, não mais que isso). Sendo assim, colocamos toda nossa idealização de par ideal em uma única pessoa sem nos darmos conta de que isso pode ser muito para ela.

2 – O RELACIONAMENTO ABERTO PODE RESOLVER PROBLEMAS QUE SÃO CAUSADOS POR DIFERENÇAS TIDAS COMO SOCIAIS, PESSOAIS E SEXUAIS

Em relacionamentos em que há nítidas polaridades e que dificilmente elas são resolvidas sem prejudicar um dos dois, a melhor saída é abrir o relacionamento. Por exemplo, quando um dos dois gosta de sair todo fim de semana e o outro gosta de ficar em casa assistindo provavelmente brigaria para decidir se sairiam ou se ficariam em casa.

Para solucionar problemas assim, o relacionamento aberto permite que você faça o que você quer sem ter que prejudicar um dos dois e deixa-lo em desvantagem na relação. O mesmo ocorre para uma questão sexual: dentro da relação aberta, a pessoa tem liberdade para sanar qualquer uma das suas necessidades sem precisar exigir muito de seu parceiro.

3 – O RELACIONAMENTO COLOCA O SEU AMOR A PROVA: OU ELE SE FORTALECE AINDA MAIS OU SIMPLESMENTE ACABA

Se o seu relacionamento já estiver praticamente nas cinzas, não entre num relacionamento aberto pensando que ele vai virar uma fênix e o amor vai nascer de novo. Envolver mais pessoas dentro do seu relacionamento só vai acabar piorando a situação. Só vocês dois que podem salvá-lo.

Por outro lado, se você acredita ter encontrado a pessoa certa e que com ela irá passar todos os momentos da sua vida, o relacionamento aberto pode ajudar ainda mais quando se trata de pequenas desavenças, como foi explicado no item anterior.

Sendo assim, abrir o relacionamento permite que você conheça novas pessoas que podem ser incrivelmente maravilhosas como o seu amor e ainda partilhar de grandes momentos com você.

4 –MANTENHA SUA INDIVIDUALIDADE

Ao contrário do senso comum de que um casal é apenas duas metades que se unem formando um todo sem muitas diferenças, o relacionamento aberto é uma opção e uma comprovação de que um casal é quando duas pessoas distintas se encontram e permanecem juntas apesar de todas as diferenças.

O reconhecimento de que o seu parceiro tem as características próprias dele do mesmo jeito que você tem as suas é o primeiro passo para aceitar e ficar feliz ao vê-lo com outras pessoas. Esse reconhecimento da distinção e a abertura da relação vão provar que vocês se amam ao ver que, mesmo procurando outras pessoas, um volta para o outro por causa do carinho e do amor envolvidos.

5 – A MONOGAMIA É CONTRÁRIA A EVOLUÇÃO HUMANA

Na maioria dos relacionamentos o casal tem dificuldade em conseguir crescer e mudar sem se ver obrigado a continuar cumprindo um papel dentro da relação. Essa dificuldade é um dos principais fatores para as tensões e rompimentos dentro de relações.

Dentro de relações abertas, há maiores chances de os dois conseguirem se desenvolver sem se sentirem presos. Além disso, a necessidade de conversa é maior e os dois conseguem através das discussões se entenderem e acertar o que será melhor para a relação.Como dito no item 3, as probabilidades de se manter um relacionamento aberto são muito maiores do que um monogâmico.

6 – NÃO É NECESSÁRIO VOCÊ SE FORÇAR A DIZER QUE ALGUÉM É A PESSOA DA SUA VIDA

Em situações nas quais você tem outras pessoas para se relacionar você não precisa depositar todas as suas expectativas em cima de uma única para dizer que o seu relacionamento será feliz. Ao contrário do relacionamento monogâmico, quando você está há um certo tempo com a mesma pessoa você sente a tensão de assumir algo com ela, mesmo fazendo vista grossa em cima de vários defeitos que a pessoa possa ter.

As comparações entre o relacionamento aberto e o monogâmico ainda levam em questão a construção do casal – você não precisa ficar adivinhando o que o seu parceiro quer que você faça ou se sente pressionado a fazer algo que não queira.

Por fim, as próprias discussões que envolvem tópicos de como a relação deve ser é proveitoso para que o casal entenda o seu próprio relacionamento e possa continuar seguindo com o que está vivendo.

7 – A UMA MAIOR DEDICAÇÃO AO BEM DE CADA UM DOS ENVOLVIDOS

Pela quantidade de pessoas envolvidas em um relacionamento aberto, toda vez que você precisar de ajuda sobre um assunto da sua vida (principalmente quando se trata de problemas amorosos, afinal quem melhor para falar sobre um dos seus parceiros do que outro parceiro?) independente se o momento for bom ou não.

Novamente, ressaltamos que isso só é possível quando ambos aceitam as condições de um relacionamento aberto e estão confortáveis com a situação.

8 – O NÚMERO DE PARCEIROS DURANTE AS RELAÇÕES SEXUAIS PODEM SER MAIORES

Como normalmente vocês se relacionam com outras pessoas além de vocês mesmos, tem a possibilidade convidar os outros parceiros para participarem das relações sexuais. O número pode variar e depende da vontade e criatividade dos envolvidos.

Obviamente que antes de tudo, todos devem estar cientes do que está acontecendo e devem conversar sobre o que vão vivenciar, para evitar futuras dores de cabeça.

9 –  FUJA DE RELACIONAMENTOS ABUSIVOS COM RELACIONAMENTO ABERTO

Por incrível que pareça, um relacionamento aberto pode ser sim abusivo. Entretanto, ao contrário do monogâmico, é mais fácil que a parte que sofra abusos perceba que está num relacionamento aberto do mesmo modo que os outros parceiros percebem mais rápido que algo está errado.

Um dos exemplos de abuso dentro de um relacionamento aberto é a proibição de ver outras pessoas enquanto ele pode se relacionar com quiser.

10 – VARIADAS FORMAS DE AUTO-CONHECIMENTO

Apesar de um relacionamento monogâmico de longo prazo oferecer oportunidades para que você se conheça, o relacionamento aberto permite que você se descubra com pessoas diferentes e o que precisa dar a cada uma delas.

Soma-se a isso a questão de que cada um dos seus parceiros te conhece de um jeito diferente (cada relação é única, não tem como ser igual em todas) e te ajudam na hora de explorar a própria identidade.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: