Mulheres que desafiam os padrões de beleza e nos inspiram.

Mulheres que desafiam os padrões de beleza e nos inspiram.
Avalie esse artigo

Devido as grandes mudanças que acontecem todos os dias no mundo, está cada vez menos em desuso estabelecer números e perfis que possam ser chamados de padrões de beleza. Antes as mulheres deveriam ter cinturas finas com manequim 36 para serem aceitas como padrão, porém hoje as mulheres que estão um pouco acima de seu peso ideal, também tomam espaço e conseguem mostrar que esses padrões para beleza caíram por agua abaixo.

Ainda nesse âmbito dos padrões, a idade também é algo que aparece destacado quando falamos de padrões preestabelecidos. Mulheres na chamada terceira idade, vêm conseguindo um grande destaque nas mídias e nas redes sociais ficou para trás aquele pensamento que as mulheres que envelhecem devem ficar em casa cuidando dos netos, agora elas estão em evidencia e mostrando que cada vez mais o mundo tem espaço para todos.

O grande impulsionador dessa nova tendência de modelos foi a aceitação das próprias mulheres. Se sentirem felizes com o corpo que tem, e perceberem que para serem lindas não precisam reproduzir as mulheres que são vistas nos tabloides e desfiles por todo o mundo.

Ver também: Necromaquiagem e suas origens. 

Essas belas mulheres que começaram a tomar conta dos holofotes começaram a inspirar várias outras que viviam reclamando de si mesmas e sempre pensando que não poderiam ser felizes da forma que são. Podemos ver no cenário artístico, tanto na tv quanto na música, que cada dia mais as mulheres “gordinhas” vêm se mostrando sempre mais versáteis e dispostas a mudar paradigmas que por tanto tempo foram sustentados.

Também no cenário da moda, as modelos plus size, cada vez mais ganham espaço na mídia e continuam incentivando várias mulheres por todo o mundo. Outro modelo de mulher que vem tomando cada vez mais espaço nos holofotes são as belíssimas mulheres negras. Com uma presença enorme e um ar de poder, essas mulheres estão chegando para mostrar que cor de pele também não deve ser tida como diferença.

Assumir os cachos e mostrar a cabeleira tem sido mais frequente nos dias de hoje, a mulher que possui os cabelos cacheados vem pouco a pouco perdendo aquela visão de que cabelo bonito é o cabelo liso, totalmente sem ondas, e passa e entender que o importante mesmo é mostrar que estão aqui para serem o que são e cada vez mais mostra que foi para isso que elas conseguiram destaque e cada vez mais elas deixam claro que lutam por causas importantes.

Na verdade somos todos iguais e essa segregação que a humanidade coloca deveria ter entrado em decadência a vários anos atrás, visto que estamos em um século de várias inovações e proposições totalmente diferentes das anteriores.

Fica claro que não é fácil batermos de frente com os desafios que a sociedade empoe dia após dia, e se encaixar nesses perfis pré-determinados não e uma tarefa de fácil execução para muitas pessoas, porém com o crescimento de vários nichos sociais atualmente, o mundo vem abrindo espaço e existem cada vez mais mulheres que desafiam os padrões de beleza e nos inspiram para conquistar esse lugar ao sol.

Alguns preconceitos que ainda estão enraizados no meio da sociedade vêm sendo deixado para trás pouco a pouco, etnia, peso, altura, estilo, etc, são alguns exemplos de modelos que não são mais seguidos.

Teve um tempo que fazer parte de um padrão de beleza preestabelecido pela mídia era algo crucial na vida das pessoas, porém com o passar dos anos ficou claro que cada um tem a total convicção de escolher o que te faz bem e também vem sendo disseminada a ideia que o melhor é viver bem e não viver para o outro. Esses padrões estão sendo desmistificados pouco a pouco e isso, na medida com que vamos discutindo esses assuntos, vem sendo inserido na sociedade e aos poucos pode ser entendido e aceito a vontade do outro.

As mulheres que aceitam seus corpos naturalmente desenvolve uma autoestima que é de se invejar, isso melhora suas vidas em muitos aspectos, principalmente na hora do sexo.

O mais importante é se amar e entender que seu corpo é lindo da forma que ele é, podendo ser baixa ou alta, magra ou gorda, ter ou não celulites, somente é necessário viver esse momento e se sentir relaxada para que possa desempenhar melhor seu papel a cama e sentir o máximo de prazer.

As lingeries plus size aparecem agora como grandes aliados para deixar essas mulheres cada vez mais sexy e realizada, e essa história de somente fazer sexo com a luz apagada é algo que já não existe mais, as gordinhas dão um verdadeiro show na cama e caem no gosto de muitos homens por ai.

Alguns exemplos que parecem hoje para desafiar os padrões

Lauren Elyse é uma blogueira que tem vitiligo e produz vídeos para ajudar jovens que sofrem com a doença, a americana ensina makes incríveis que valorizam as meninas e também passa aquela mensagem bonita de autoestima.

Rayza Nicácio fala sobre beleza e moda, a brasileira enaltece e supervaloriza os cabelos cacheados e ensina dicas e truques para que as outras cacheadas que tem espalhadas por ai possam também assumir seus cabelos e mostrarem o quão lindo esses cabelos podem ser.

Dorrie Jacobson é uma ex-garota da Playboy e hoje com 82 anos mostra que estilo não depende da idade. Ela possui um site que fala sobre moda e beleza, e é voltado para mulheres mais velhas e deixa evidente que elas ainda arrasam.

Ju Romano vem com a pegada mais alegre com dicas plus size e beleza, e destaca em seu blog que a beleza ultrapassa os limites estabelecidos pelos padrões. A blogueira brasileira, fala com jovens sobre a aceitação física e as ensinam o quanto é importante ser feliz consigo mesma e se amar.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: